Setembro 2021 archive

Lista de colocação – Substituições temporárias – RAM 28/09

 

Lista de colocação – Substituições temporárias

 

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2021/09/lista-de-colocacao-substituicoes-temporarias-ram-28-09/

De recomendação a proibição vai um longo caminho…

 

Escola em Vila Franca de Xira proíbe alunos de levarem almoços de casa. Ministério da Educação diz que é uma “recomendação”

Uma escola secundária no concelho de Vila Franca de Xira está a impedir que os estudantes consumam no recinto escolar os almoços que levarem de casa. A diretora da Escola Secundária Alves Redol confirma que os alunos estão proibidos de almoçar na escola as refeições que prepararem em casa, porque não há equipamentos para os aquecer, nem condições que permitam fazê-lo à conta da pandemia de Covid-19.

Em declarações ao Observador, a diretora do estabelecimento, Isabel Veiga, diz ter imposto esta medida na sequência de um email recebido a 9 de setembro pela Direção Geral de Estabelecimentos Escolares (DGEstE), que afirma que “continua a não ser indicado o uso de microondas ou outros equipamentos para reaquecer refeições provenientes do domicílio, tendo presente o tipo de manuseamento que implica o seu uso; nem o consumo das mesmas em espaço escolar, atendendo à falta de condições para o efeito”.

Sobre este tópico, o documento em causa aconselha ainda: “Recomenda-se a sensibilização dos alunos e famílias para o consumo da refeição disponibilizada nos refeitórios escolares”. Foi esta a informação que Isabel Veiga encaminhou para os diretores de turma da escola, que se encarregaram depois de espalhar a mensagem para os encarregados de educação. Mas, no email que enviou, assegurava que “os alunos apenas não devem trazer a refeição (almoço) para a escola” e que “podem trazer e consumir os seus lanches, como sempre fizeram”.

A proibição imposta nesta escola de Vila Franca de Xira (e em todas do mesmo agrupamento) não está a ser seguida noutros estabelecimentos escolares, que fazem uma interpretação diferente das indicações que receberam da DGEstE. Por exemplo, no Agrupamento de Escolas Frei Gonçalo Azevedo, que é liderada pelo vice-presidente da Associação Nacional de Diretores de Agrupamentos e Escolas Públicas (Andaep), David Sousa, os alunos só não podem aquecer na escola a comida que trouxerem de casa para evitar a partilha de equipamentos como o microondas.

 

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2021/09/de-recomendacao-a-proibicao-vai-um-longo-caminho/

Cursos que conferem habilitação própria para o Grupo 550- Informática

Dada a falta de professores de informática, deixa-se aqui este documento.

 

CURSOS QUE CONFEREM HABILITAÇÃO PRÓPRIA PARA A DOCÊNCIA
Grupo de Recrutamento 550 – Informática

 

 

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2021/09/cursos-que-conferem-habilitacao-propria-para-o-grupo-550-informatica/

Estudo Diagnóstico das Aprendizagens, Volume II – O papel do contexto no desempenho dos alunos

 

Estudo Diagnóstico das Aprendizagens, Volume II – O papel do contexto no desempenho dos alunos

 

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2021/09/estudo-diagnostico-das-aprendizagens-volume-ii-o-papel-do-contexto-no-desempenho-dos-alunos/

A importância dos professores mesmo à distância está provada, mas não reconhecida…

“Nada substitui o papel do professor e o que este estudo nos mostra é que, mesmo em contexto de ensino à distância, a presença do professor em interação direta com os alunos é muito melhor para as aprendizagens“, sublinhou o secretário de Estado e Adjunto da Educação na sessão de apresentação do relatório.

Segundo os resultados do estudo de diagnóstico, os alunos que tiveram aulas síncronas ‘online’ conseguiram melhores desempenhos nas três áreas avaliadas.

“Isto volta a reforçar o reconhecimento que todos temos de ter do papel que os professores desempenham e não endeusarmos máquinas que nunca vão substituir o papel dos professores”, defendeu João Costa.

Diagnóstico das aprendizagens confirma importância dos professores mesmo à distância

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2021/09/a-importancia-dos-professores-mesmo-a-distancia-esta-provada-mas-nao-reconhecida/

Provas de aferição e exames, como “dantes”…

 

“A não ser que tenhamos outra vez – esperemos que não e tudo indica que não – alguma excecionalidade, o caminho é o da retoma da normalidade também a respeito da avaliação externa”, afirmou João Costa, à margem da apresentação dos resultados de três estudos realizados pelo Instituto de Avaliação Educativa (IAVE).

 

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2021/09/provas-de-afericao-e-exames-como-dantes/

Pela equidade e justiça. 4 de outubro há Greve de Professores e Educadores

 

 

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2021/09/pela-equidade-e-justica-4-de-outubro-ha-greve-de-professores-e-educadores/

A escola ao deus-dará? – João André Costa

 

Na escola, cujo nome omitimos por questões de confidencialidade, estava tudo bem e esteve sempre tudo bem. Até não estar. Até porque a professora de Inglês já vinha a fungar desde as férias. A fungar, mas também a tossir. Os testes rápidos, no entanto, não deixavam margem para dúvidas: negativo, e por conseguinte uma constipação apenas. Até deixar de o ser. Depois foi o professor de Educação Visual a ficar doente. À 5ª de manhã toda a gente faz o teste rápido e como era 5ª e era de manhã o teste deu obviamente negativo mas como o professor insistia em dizer que não se sentia bem, toca de fazer outro teste em casa à noitinha e o teste positivo por conseguinte e por conseguinte já vamos em dois professores em casa. Depois foi o contínuo da escola, o faz-tudo que arranja tudo e tudo arranja a testar positivo e a ficar doente e em poucos dias já vamos em três. Ironia das ironias, quem a seguir ficou doente foi a Directora que nunca lá esteve durante o primeiro ano da pandemia sob o pretexto de ter um pretexto, um familiar doente, ao que parece mas nunca confirmado. Ninguém sabe ao certo, mesmo se todos sabem. Mas como a Directora é a Directora e só quem está por cima é que tem direito a ter medo das duas uma, ou o resto do mundo está cheio de corajosos ou então não temos outro remédio. Outro remédio senão continuar. E continuámos. Ainda aqui estamos. E ai de quem disser alguma coisa, mesmo se todos dizem todos os dias na escola a trabalhar, com ou sem pandemia ao longo dos 18 meses mais longos desta vida. Mas continuemos, a sangria não se fica por aqui e temo estar ainda por continuar e de facto continua ou não estivesse a professora de Ciências agora em casa, professora essa que por acaso não quis ser vacinada e o marido, por acaso, com uma insuficiência renal, só por acaso e eu já não sei o que pensar sobre o que esta gente pensa, ou talvez não haja nada para pensar e se calhar somos nós que somos muito exigentes. Ou preocupados. Ou conscientes. Mas agora é tarde e aqui vai mais uma para casa com o coração nas mãos. De caminho, e no espaço de duas semanas, já são cinco os professores doentes, não, minto, seis, o professor de Informática foi ontem para casa e agora diz que também testou positivo, ele e dois alunos com quem esteve e a pergunta que toda a gente faz é por que carga de água não ficou mais ninguém doente, a escola já é conhecida como a “escola do coronavírus” e entre mais miúdos e pessoal auxiliar supostamente doentes, ou assim lhes dizem entre desculpas esfarrapadas para não vir, a escola já está a metade, tal e qual como nos tempos da pandemia. Mas ainda estamos na pandemia. Por isso é que está toda a gente doente. A única diferença é a ausência de hospitalizações e óbitos e na ausência de hospitalizações e óbitos as autoridades de saúde não lhes dizem nada, continuem a fazer testes rápidos que a escola é para continuar aberta e quanto ao uso de máscara é convosco e a escola ao deus-dará, daqui a pouco sem alunos nem professores mas ainda e sempre aberta, qual aldeia gaulesa, ainda e sempre resistente ao invasor. Porque sim. Porque a imunidade de grupo, a almejada imunidade de grupo tão apregoada pelo governo de sua majestade nos primeiros tempos da pandemia parece ser, lá está, ainda o objectivo final. Até porque na corrida das vacinações o Reino Unido acabou por ficar um pouco para trás, agora com 70% da população vacinada e a precisar de um empurrão extra. Por conseguinte, deixe-se o vírus à solta. Livre. Sem rédeas. Mas a que preço? Na escola ainda ninguém está gravemente doente e ainda bem. Mas do susto já ninguém os livra.

 

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2021/09/a-escola-ao-deus-dara-joao-andre-costa/

Especialista apela à revalorização do desporto escolar

O professor catedrático da Faculdade de Motricidade Humana Carlos Neto defende à Lusa que “o desporto escolar tem de ser revalorizado dentro da escola”, para o relacionar com os clubes, e alçar a importância do “corpo em movimento”.

Especialista apela à revalorização do desporto escolar

Essa revalorização deve acontecer “da creche ao secundário”, defende o antigo presidente da Faculdade de Motricidade Humana (FMH), e vir associada a uma nova importância “das capacidades motoras e atividades físicas na escola”, levando também a um projeto de desporto escolar “mais consistente”, com mais financiamento e recursos.

Carlos Neto falou à Lusa a propósito do Dia Europeu do Desporto na Escola, que se assinala esta sexta-feira, no âmbito da Semana Europeia do Desporto, pouco depois do arranque do primeiro ano letivo do Programa Estratégico do Desporto Escolar 2021-2025.

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2021/09/especialista-apela-a-revalorizacao-do-desporto-escolar/

Professores a fornecer patins a alunos?

 

Concurso de escola em Alenquer exige a professor patins para dar aulas

O Agrupamento de Escolas Damião de Goes, em Alenquer, abriu concurso para contratar um professor no qual é exigido que forneça patins. “Deve ser portador de patins para os alunos”, referem os critérios do concurso, na plataforma do Ministério da Educação.

Fornecer os patins é condição para os candidatos entrarem nas primeira e segunda prioridades do concurso. “É inqualificável”, reage Vítor Godinho, da Fenprof: “Configura uma situação de concurso feito à medida, numa zona com tradição no hóquei em patins.” A direção do agrupamento não respondeu às questões do CM

 

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2021/09/professores-a-fornecer-patins-a-alunos/

Diretores preocupados com risco de transmissão nas escolas a partir de 1 de outubro

O presidente da Associação Nacional de Dirigentes Escolares (ANDE), Manuel Pereira, admite que os diretores irão “continuar a sugerir” o uso das máscaras nos recreios das escolas, apesar de deixar de ser uma regra obrigatória a partir de 1 de outubro. Já o vice-presidente da associação nacional de diretores (ANDAEP), David Sousa, está especialmente preocupado que o risco de transmissão aumente nas escolas que têm alunos do 5.º ao 12.º, ou seja, com menos de 12 anos e não vacinados.

Diretores vão continuar a “sugerir” uso de máscaras nos recreios

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2021/09/diretores-preocupados-com-risco-de-transmissao-nas-escolas-a-partir-de-1-de-outubro/

Lista Colorida – RR4

Lista Colorida com os colocados e retirados da RR4.

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2021/09/lista-colorida-rr4-7/

1057 Contratados colocados na RR4

Foram colocados 1057 contratados na Reserva de Recrutamento 4, distribuídos da seguinte forma:

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2021/09/1957-contratados-colocados-na-rr4/

Lista de colocação – Substituições temporárias

Lista de colocação RAM

 

 

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2021/09/lista-de-colocacao-substituicoes-temporarias/

Load more

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores: