Pelo menos 2620 contratados vincularão no próximo ano

São pelo menos 2620, os professores que estão este ano no 3º contrato completo e anual, por isso serão integrados na 1ª prioridade no próximo concurso externo. Já se sabe que estes números poderão ser maiores porque os horários temporários não foram aqui contabilizados.

A tabela abaixo apresenta a distribuição desses candidatos por grupo de recrutamento e QZP onde a vaga será aberta. Se clicarem na tabela poderão aceder a uma listagem com todos os professores nessa situação!

A manter-se a novidade do aviso de abertura do concurso do ano passado, veremos muitos professores coagidos, a manifestar preferências para QZP’s para onde nunca concorreram como contratados. Veremos o que a negociação do diploma trará…

NOTA: A semana passada, por lapso, foram integrados alguns horários temporários, daí os números finais serem ligeiramente menores do que aqueles que foram publicados na semana passada.

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2021/09/pelo-menos-2620-contratados-vincularao-no-proximo-ano/

5 comentários

Passar directamente para o formulário dos comentários,

    • Concurso Publico on 17 de Setembro de 2021 at 16:40
    • Responder

    “A manter-se a novidade do aviso de abertura do concurso do ano passado, veremos muitos professores coagidos, a manifestar preferências para QZP’s para onde nunca concorreram como contratados. Veremos o que a negociação do diploma trará…”

    Este comentário mostra que o Davide Martins não percebeu a origem desta alteração. Enquanto tiver um concurso publico, não há nada que possa ser alterado.

      • Marques Mendes on 17 de Setembro de 2021 at 19:23
      • Responder

      LOL. Já percebemos o seu interesse. Vinculou longe e quer ficar perto, certo?
      Na boa, se a lei lhe permitir força, mas que dificilmente acontecerá, isso lhe garanto!
      Nem imagina o que para aí vem!

    • Helena G. on 17 de Setembro de 2021 at 17:16
    • Responder

    Fui Presidente do Conselho Diretivo durante anos e fui sobretudo professora. Sempre fui obcessivamente atenta a todas a legislação que saía da antiga 5 de Outubro e garanto-lhe que TUDO PODE MUDAR, sem rebuço que o mais elementar bom-senso dita.
    Felizmente em Novembro estarei reformada e farei questão de me alhear de todo o circo em que a escola (e a educação em Portugal) se tornou. Força aos que continuam.

      • Concurso Publico on 17 de Setembro de 2021 at 18:47
      • Responder

      Pode mudar decisões de tribunais, regras básicas de um concurso publico e regras de União Europeia?

      Se foi presidente do Conselho Diretivo deve conhecer estas regras básicas:
      – existe um limite, imposto por legislação de UE, ao numero de contratos anuais sucessivos;
      – a existência desse limite implica as seguintes opções: ou vincula ou não pode celebrar novo contrato durante um ano;
      – na Função Publicas as vinculações ocorrem através de concursos públicos;
      – nos concursos públicos as vagas não são nominais;
      – nos concursos públicos só é colocado para onde concorre;

      A aplicação destas regras básicas tem as seguintes consequências;
      – só garante a vinculação se concorrer a todas as vagas abertas;
      – se não concorrer a todas as vagas arrisca a não ter uma colocação;
      – se não obtiver uma colocação e estiver ao abrigo da norma travão não pode celebrar novo contrato no ano seguinte.

      Para alterar esta regra precisa sair de União Europeia e depois acabar com a limitação do numero de contratos sucessivos

    • Isabel on 17 de Setembro de 2021 at 19:00
    • Responder

    Sem dúvida um balde de água fria ser coagido a manifestar preferências para QZP’s para onde nunca se concorreu como contratado.
    Esse balde de água fria que eu também senti, quando depois de colocada em CI em horários incompletos (porque assim fiz as minhas opções), via saírem as RR1 e 2 com horários completos anuais a candidatos muito menos graduados para escolas da minha preferência. Depois renovaram esses contratos. Muitos desses candidatos muito menos graduados serão Norma-Travão no próximo ano. Podem sempre recusar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores: