Vem aí o E@D, mas com os alunos desligados

Ensino à distância pode regressar com milhares de alunos desligados

A evolução da pandemia, com previsão da subida do número de novos casos, internamentos, cuidados intensivos e mortes, não permite pensar que, terminadas as férias compulsivas, vai regressar o ensino presencial para qualquer nível de ensino. O Governo já entregou 100 mil kits tecnológicos, mas a Universidade Nova estima que haja 300 mil alunos sem acesso a computador e internet. O ministério da Educação garante que já comprou mais umas centenas de milhares de computadores, mas não se compromete com data de entrega. É provável que o ensino à distância regresse sem que esteja resolvida esta flagrante desigualdade

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2021/01/vem-ai-o-ed-mas-com-os-alunos-desligados/

3 comentários

    • Despreocupado on 26 de Janeiro de 2021 at 12:09
    • Responder

    Não estou nada reocupado com isto. Afinal de contas, os alunos querem é os computadores para jogar e ver tubes, tal como fazem com os telemóveis.

    Além disso, esta cegueira por computadores por parte de alunos e pais deriva do facto de julgarem que são computadores dados, gratuitos, sem retorno.

    Enfim, toda este “mise en scène” serve mais para politiquices do que para outra coisa.

      • Barbie on 26 de Janeiro de 2021 at 12:23
      • Responder

      Se não és parvo, pareces.

      Deves ser daqueles que nunca teve dificuldades económicas, certo?

      Vai Prás obras …pá… Integra-te.

    • Zulmiro on 26 de Janeiro de 2021 at 13:54
    • Responder

    Eu vi-me obrigado a contratar um segundo serviço de internet, quando ainda tinha um ano de fidelização com o anterior, porque, sem fibra ótica, no último confinamento, foi extremamente complicado, e nem sequer posso deduzir a despesa no IRS.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores: