Junho 2017 archive

Incapaz Continua a CGA

Esta notícia recorda-me os tempos da governação de Sócrates onde alguns docentes com doenças graves e terminais foram obrigados a regressar à sala de aula, tendo num ou noutro caso falecido em funções na escola.

E foi a partir dessa altura que foram constituídas as juntas médicas de recurso.

Com o avançar da idade média dos docentes em funções nas escolas mais casos destes podem surgir no futuro.

A sociedade tem de compreender o enorme desgaste da profissão docente e encontrar uma solução para que a partir dos 60 anos os docentes tenham um tratamento especial. Seja com um regime especial de aposentações, ou com um regime misto de trabalho a tempo parcial com uma aposentação parcial.

Actualmente já existem bastantes escolas do pré-escolar e 1º ciclo onde não existem educadores/professores com menos de 60 anos de idade. E cada vez mais grupos disciplinares com uma média de idades superior aos 60 anos de idade no ensino básico e secundário. E a cada ano que passa esta situação agrava-se mais.

Só tem mesmo vontade de trabalhar depois dos 60 anos quem não passa diariamente por uma sala de aula.

 

Junta médica considera professora com doença de Alzheimer apta para dar aulas

 

 

Caixa Geral de Aposentações entendeu que a docente não está “absoluta e permanentemente incapaz” para trabalhar. Não consegue fazer as grelhas de avaliação, trocou manuais escolares e a matérias a leccionar. Último relatório médico fala em “demência”. Caso está em tribunal.

 

 

Soube que tinha a doença de Alzheimer em 2014, mas no ano seguinte a junta médica nomeada pela Caixa Geral de Aposentações (CGA) não a considerou “absoluta e permanentemente incapaz para o exercício das suas funções”. O pedido de aposentação da professora do ensino secundário foi indeferido a 26 de Outubro de 2015.

A decisão dos três médicos que constituíam a junta médica, com as especialidades em medicina geral e familiar, ortopedia e medicina legal, teria como consequência o regresso da docente ao trabalho ou a perda do vencimento caso tal não acontecesse. A professora não aceitou a decisão e o seu caso está desde então a aguardar decisão entre os corredores da justiça.

 

 

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2017/06/incapaz-continua-a-cga/

Momento de Lucidez

NO Meu Quintal.

Eu sei bem o que é andar sem rede.

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2017/06/momento-de-lucidez/

“Quando sair, a única coisa que vou ser é aquilo que era quando entrei: professor” – Mário Nogueira

 

O Mário Nogueira faz 60 anos em janeiro… foi eleito como secretário geral da FENPROF até 2019….Quer voltar a dar aulas aos 62 anos? Será que tem a noção do que é estar dentro de uma sala de aula nos dias de hoje?
A esperança é que consiga a aposentação aos 60 anos não só para ele, mas para todos já que a monodocência não terá nenhum regime especial…
Isto e muito mais numa entrevista esclarecedora…

Mário Nogueira: “Quando sair, a única coisa que vou ser é aquilo que era quando entrei: professor”

Em entrevista, Nogueira defende a greve dos professores e culpa o governo pelo momento em que esta aconteceu. Revela também que por vezes sente o desgaste da função, e gostaria de voltar à escola, mas não estabelece prazos para sair
Vejo. Quando voltar para a minha escola. Não fui dos que aproveitaram estar num sindicato a tempo inteiro para fazer o doutoramento ou tentar saltar para qualquer outra coisa, não procurei subir no aparelho de nenhum partido para poder ir para deputado. Quando sair daqui, a única coisa que vou ser é aquilo que era quando entrei: professor, no meu agrupamento. E o trabalho que me for atribuído serão aulas, serão apoios. Serão as outras coisas todas normais na escola. E é assim que deve ser.

É professor do 1.º ciclo…

Exatamente. E com especialização também em alunos com necessidades educativas especiais.

Sente falta desse trabalho?

Sim, e durante muitos anos – não é a mesma coisa mas é como se fosse – também fui trabalhando na parte desportiva com os jovens, com os alunos. Fui mantendo essa ligação mas muitas vezes, quando a pessoa anda mais cansada, aquilo de que gostamos mais de fazer é a profissão que temos: Não fui para ela por obrigação, fui porque queria.

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2017/06/quando-sair-a-unica-coisa-que-vou-ser-e-aquilo-que-era-quando-entrei-professor-mario-nogueira/

Conselho de Escolas sobre a descentralização – Parecer

 

Por solicitação do Senhor Ministro da Educação, foi apreciado o projeto de decreto-lei que estabelecerá o novo “quadro de competências das autarquias locais e entidades intermunicipais, em matéria de educação”, no âmbito da Lei-quadro da descentralização.

Foi aprovado o Parecer n.º 02/2017, o qual foi já remetido ao Senhor Ministro da Educação.

 

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2017/06/conselho-de-escolas-sobre-a-descentralizacao-parecer/

Opinião – A festa (leia-se “greve”) – Manuel Boto

 

O que alcançamos com a greve desta semana? O que aconteceu que não ouvi, nem li mais nada sobre o assunto? O que faço às minhas expectativas? Como as migalhas ou espero pelo pão?

 

Greves entre amigos

A festa (leia-se ‘greve’) ficou feita! Tudo na mesma, sem mossas em ninguém.

Em ninguém? Apenas nos professores usados nestas utopias, naqueles que vão acreditando sinceramente nestas promessas impossíveis de cumprir, como são as reformas antecipadas nos tempos que correm. Podem até no futuro receber umas migalhas, como um pequeno descongelar de carreiras, ou uns tantos (poucos) se vincularem por concurso. Mas, na verdade, são expectativas criadas a toda uma classe que deveria pensar mais pela própria cabeça.

Conclusão? Greves assim são até gostosas para o Governo, desenvolvendo aparências como estas lutas com os sindicatos, sobretudo comunistas. Contudo, na minha opinião, são estes os autênticos baluartes do Governo, como se viu neste exemplo ou se pode constatar nos transportes.

 

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2017/06/opiniao-a-festa-leia-se-greve-manuel-boto/

Insano

E isto nem deve ser a décima parte do que existe.

 

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2017/06/insano-2/

Lista Provisória do Procedimento para a Celebração de Contratos de Associação

Publicação da Lista Provisória do Procedimento para a celebração de contratos de associação

 

 

 

Encontra-se publicada a lista provisória do procedimento para a celebração de contratos de associação. Consulte a respetiva Nota informativa.

 

Lista Provisória do procedimento para a celebração de contratos de associação

 Nota informativa

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2017/06/lista-provisoria-do-procedimento-para-a-celebracao-de-contratos-de-associacao/

Portaria n.º 197/2017 – Grupo 120

 

Repristina e altera a Portaria n.º 260-A/2014, de 15 de dezembro, que regula a aquisição de qualificação profissional para a docência nos grupos de recrutamento que já detenham, ou venham a obter, formação certificada no domínio do ensino de inglês no 1.º ciclo do ensino básico e os níveis de proficiência linguística em Inglês do 3.º ao 12.º ano nos ensinos básico e secundário.

 

Portaria n.º 197/2017 de 23 de junho

O ensino do Inglês a partir do 3.º ano de escolaridade com carácter de obrigatoriedade foi introduzido pelo Decreto-Lei n.º 176/2014, de 12 de dezembro.

Com a criação do grupo de recrutamento, destinado a professores de Inglês para o 1.º ciclo do ensino básico, o grupo 120, e um novo ciclo de estudos de mestrado destinado à formação de professores deste grupo, foi publicada a Portaria n.º 260-A/2014, de 15 de dezembro.

A mencionada portaria tinha um prazo de validade delimitado no tempo, na medida em que o regime de aquisição de qualificação profissional aprovado pela portaria vigorou exclusivamente apenas nos anos letivos de 2014-2015 e 2015-2016.

Contudo, verifica-se ainda a necessidade de manter o regime jurídico em vigor, face aos vários pedidos de certificação da qualificação profissional para a docência no grupo de recrutamento 120.

Em acréscimo, é ainda necessário acomodar a recomendação n.º 5/B/2016 de S. Ex.ª o Provedor de Justiça onde é recomendada a regulamentação, por portaria, da aquisição de qualificação profissional para a docência no grupo 120 por parte dos titulares do grau de mestre em ensino de inglês e de outra língua estrangeira no ensino básico que não tenham realizado a prática de ensino supervisionado de inglês no 1.º ciclo, mediante a definição dos complementos de formação e do procedimento de certificação, que não estava contemplada na Portaria n.º 260-A/2014, de 15 de dezembro.

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2017/06/portaria-n-o-1972017-grupo-120/

Quem não devolver os manuais… que arranje uma boa desculpa…

Se os manuais se tiverem extraviado não haverá problema… podem até só devolver umas quantas páginas desde que estejam colada umas às outras a fazer de conta que são um manual…

Fora de brincadeiras… tudo é possível se bem explicado. Em casos extremos não receberão os manuais para o 2º ano de escolaridade.

 

Quem não devolver os manuais escolares, não terá livro no 2.º ano

“Nesses casos, que consideramos neste momento extremos, os pais não receberão o livro equivalente do segundo ano. Mas isso é algo que terá de ser analisado caso a caso e, de acordo com a circular que enviámos, será em casos muito residuais”, afirmou.

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2017/06/quem-nao-devolver-os-manuais-que-arranje-uma-boa-desculpa/

As Provas de Aferição de 2018

Oficialmente são conhecidas as provas de aferição a realizar em 2018, a saber:

 

2º Ano

Expressões Artísticas

Expressões Físico-motoras

Português e Estudo do Meio

Matemática e Estudo do Meio

5º Ano

Português

Português Língua segunda

Educação Musical

Educação Visual e Educação Tecnológica

8º Ano

Matemática

Educação Física

Educação Visual

 

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2017/06/as-provas-de-afericao-de-2018/

Calendário Escolar 2017/2018

Foi publicado no dia 22 de Junho de 2017 o Despacho n.º 5458-A/2017 – Diário da República n.º 119/2017, 1º Suplemento, Série II de 2017-06-22 que determina a aprovação dos calendários, para o ano letivo de 2017-2018, dos estabelecimentos públicos de educação pré-escolar e dos ensinos básico e secundário, dos estabelecimentos particulares de ensino especial, bem como o calendário de provas e exames dos ensinos básico e secundário.

Ficam aqui os anexos do despacho.

 

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2017/06/calendario-escolar-20172018/

FESTA NO 12º

O gabinete do Ministro reuniu-se no 12° andar com urgência.

Era uma situação tão caricata e inusitada que, ao ser informado dela, o jovem Ministro recusou acreditar. Tinha de ser claramente ponderada e averiguada a situação.

– Senhor Ministro, eu juro. A fonte é segura.

– Seguríssima, que eu atesto.

– Uma prima do nosso assessor Zé é grande amiga de um amigo que, afiliado no partido, está no Conselho Geral daquela escola e jura.

-Jura a pés juntos.

– Isto é uma bomba!

– Isto é do melhor!

-Já não tínhamos notícia de uma coisa assim desde,… desde…

-Ui, desde que o Guinote se eclipsou!

-É verdade, Sr. Ministro, atesto, porque eu estou cá desde 87 e isto é uma notícia insuperável!

-Bom, se tiverdes a certeza… Mas, não lhe sobrará tempo para ir remexer o teclado?

-Ui, nem pensar, senhor Ministro.

-Repare, uma escola é uma escola e a gestão de uma escola é o diabo!

-Sim, porque uma coisa são uns graficozitos sobre uns concursos, umas coisas…

-Outra bem distinta é gerir os professores…

-Os alunos…

-O pessoal não docente…

-E os pais, senhores! E os pais que têm a mania de cilindrar os diretores de escola sempre a pedir coisinhas…

-Ai que vai ser tão bonito!!! Vamos andar tão sossegados, benz’ao deus!

-Mas, olhai, e se mesmo assim lhe sobra tempo, porque há sempre gente que faz tanta coisa em paralelo…

-Senhor Ministro, não se apoquente. Todos nós já pensámos nisso. É fácil de resolver…

-Preparamos uma folhita de informações para reforçar o papel dos diretores…

-Sim, metemo-los, pessoalmente, a averiguar as habilitações do corpo docente.

-E do não docente!

-Acrescentamos pedidos de validação de…

-umas tretas quaisquer…

-Isso, isso!!!

-Temos, por exemplo, a possibilidade de exigir que averiguem, pessoalmente, as vacinas dos professores em dia. Sim, porque a saúde pública é fundamental… E os diretores têm um papel nisso.

-Pedimos mais umas quantas estatísticas dos agrupamentos (e isso, normalmente, ocupa logo o verão inteiro).

-E se não bastar, senhor Ministro, mandamos lá a inspeção que pode prolongar o trabalho largos meses.

-Não se preocupe que o Arlindo bloguista morreu! Está morto e defunto!! Agora que é diretor de escola, nem vai ter tempo para se coçar!!!

O jovem Ministro observou a mesa pululada de assessores oriundos de todas as legislaturas. Se alguém sabia de educação, sem dúvida, eram eles. Cofiou largamente a barbinha e, depois, assentiu.

-Nesse caso, temos de celebrar!

-Senhor Ministro, tomámos a liberdade de vir preparados para tão honroso evento. O dia em que o Ministério da Educação se livra do Arlindo é um dia memorável!

O assessor de 87 poisou sobre a mesa os copos e, logo de seguida, os restantes colegas fizeram saltar, com magistral mestria e profano entusiasmo, as rolhas voluptuosas do champanhe.

Uma das assessoras desapertou um botão da blusa ensopada em suor nervoso ao mesmo tempo que outra soprou num tubo de confeti luminoso, esvoaçando ligeiro sobre a cabeça dos presentes.

Do outro lado da sala, o assessor tecnológico colocou o mp3 a tocar e iniciou uma sensual dança, roçando-se discretamente no colega lateral.

Alguns dos assessores, em coro, titubearam um karaoke ao som da guitarra improvisada do jovem ministro.

Sobre a mesa e sobre o chão, uma profusão de álcool e papelinhos vidrados refletiam a frenética euforia do evento.

Talvez tivessem exagerado nas garrafas, pois a reunião perdurou em alegre harmonia noite fora, o 12° andar iluminado por uma bola de espelhos que alguém fizera questão de trazer e pendurar no teto, porque celebração destas tem de ser a rigor!!

Eram sete horas da manhã quando a senhora da limpeza testemunhou um amontoado de corpos embriagados e quebrados sobre a mesa e sobre o chão, garrafas espalhadas por toda a sala de reuniões, o soalho pegajoso e empapado de baba e álcool.

Foi a custo que os ergueu, um por um, e espetou com eles todos nos repetivos gabinetes.

Ora, onde já se vira semelhante coisa? Emporcalhar desta forma a sala que tinha limpo copiosamente no dia anterior???

Havia de ligar ao primo a contar, como tantas vezes o fizera antes, quando o assunto era importante. Aquela gente, aquela gente havia de ver…

E havia, pois o Ministro ia tendo um colapso quando, recuperado da noite anterior, nessa mesma tarde, abriu o computador e um breve aviso noticioso, oriundo do blogue de Arlindo, noticiou:

“Fonte do Ministério da Educação confirma: festa privada no 12° andar a noite toda.”

Para piorar, o texto vinha com uns gráficos pormenorizados da quantidade de assessores envolvidos no evento, por idade e por sexo!!!!

-Por amor de Deus, mas este homem nem assim desaparece???????

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2017/06/festa-no-12o/

Exames de Prova de Exame Final Nacional de Português e Português 3º ciclo/ Desenho A, História A e B e Latim A

 

3º Ciclo

 

Português Língua Segunda
9.º Ano / 1.ª Fase

 

Português
9.º Ano / 1.ª Fase

 

Ensino Secundário

 

Desenho A
12.º Ano / 1.ª Fase

 

História A
12.º Ano / 1.ª Fase

 

História B
11.º Ano / 1.ª Fase

 

Latim A
11.º Ano / 1.ª Fase

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2017/06/exames-de-prova-de-exame-final-nacional-de-portugues-e-portugues-3o-ciclo-desenho-a-historia-a-e-b-e-latim-a/

IAVE – Esclarecimento sobre Prova de Exame Final Nacional de Português

 

[gview file=”http://www.arlindovsky.net/wp-content/uploads/2017/06/comunicado_prova_639.pdf”]

 

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2017/06/iave-esclarecimento-sobre-prova-de-exame-final-nacional-de-portugues/

Load more

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores: