Junho 2017 archive

Parecer da SPM sobre a Prova Final de Matemática do 3.º Ciclo do Ensino Básico, 1.ª Fase

 

 

Parecer da SPM sobre a Prova Final de Matemática do 3.º Ciclo do Ensino Básico, 1.ª Fase

 

A Sociedade Portuguesa de Matemática considera que a prova final de Matemática do 3.º Ciclo do Ensino Básico que hoje se realizou está em conformidade com os conteúdos do Programa e Metas estabelecidas, não contém erros científicos, tem uma estrutura análoga à prova do ano anterior e tem uma duração adequada.

O nível da prova é bastante acessível. A grande maioria dos itens é de resolução imediata e complexidade reduzida. Várias questões beneficiariam de ter um enunciado com grau de complexidade não tão elementar. Concretamente:

  • o item 6.2, em que é dada a sugestão ao aluno para construir um esquema auxiliar de contagem, quando deveria ser o aluno a considerar essa necessidade;
  • o item 10, em que se apresenta uma equação de 2.º grau já escrita na forma canónica;
  • o item 14, em que se pede a factorização de um caso notável imediato da multiplicação;
  • o item 18, em que se pede apenas para apresentar um valor para a e b, dizendo à partida que a afirmação é falsa, quando seria mais interessante se fosse o aluno a atribuir o valor lógico à afirmação ou a mostrar que a afirmação era falsa.

A prova não contém qualquer questão que permita destacar o trabalho dos alunos mais empenhados, distinguindo especificamente alunos de nível 5.

De um ponto de vista formal alguns itens, como por exemplo o 4, estão enunciados de forma demasiado palavrosa e fornecendo pormenores irrelevantes, o que pode funcionar como elemento de distração.

É de salientar ainda a existência de questões tradicionalmente consideradas complexas, como a 15 e 18, que muito beneficiam com a abordagem dos Novos Programas e Metas.

A SPM lamenta verificar que, nos critérios de correção publicados pelo IAVE, no item 14 seja atribuída 75% da cotação a uma resposta integralmente errada.

Em conclusão, a SPM considera que esta prova é mais simples do que a do ano anterior, ficando assim com um nível aquém do grau de exigência adequado ao final da escolaridade básica.

 

O Gabinete do Ensino Básico e Secundário da Sociedade Portuguesa de Matemática

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2017/06/parecer-da-spm-sobre-a-prova-final-de-matematica-do-3-o-ciclo-do-ensino-basico-1-a-fase/

Exames: Matemática/Geometria Descritiva A/Literatura Portuguesa

 

3.º Ciclo do Ensino Básico

 

Matemática-92
9.º Ano / 1.ª Fase

 

 

Ensino Secundário

 

Geometria Descritiva A-708
11.º Ano / 1.ª Fase

 

 

Literatura Portuguesa-734
11.º Ano / 1.ª Fase

 

 

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2017/06/exames-matematicageometria-descritiva-aliteratura-portuguesa/

Atribuição de verba destinada à aquisição dos manuais escolares no ano letivo 2017/18

 

Atribuição de verba às escolas e agrupamentos de escolas destinada à aquisição dos manuais escolares no ano letivo 2017/18.

 

Nota Informativa nº 9/IGeFE/DOGEEBS/2017

 

 

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2017/06/atribuicao-de-verba-destinada-a-aquisicao-dos-manuais-escolares-no-ano-letivo-201718/

Pais Pedem Controlo Sobre Moradas Falsas (Expresso – 26/06/2017)

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2017/06/pais-pedem-controlo-sobre-moradas-falsas-expresso-26062017/

Inspeção Investiga nos Salesianos de Lisboa Fuga no Exame de Português (Expresso – 26/06/2017)

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2017/06/inspecao-investiga-nos-salesianos-de-lisboa-fuga-no-exame-de-portugues-expresso-26062017/

Mais um Problema Para as Escolas – Devolução dos Manuais Escolares

Não sei o que se passa a nível geral mas nesta fase de devolução dos manuais escolares do 1º ano acontece de tudo um pouco.

 

  • Pais que querem pagar os manuais utilizados pelos filhos e ficar com eles;
  • Os que se recusam a entregar;
  • Os que entregam sem condições para reutilização;
  • Os que não querem saber do assunto.

 

E claro que foi criada mais uma plataforma para dar conta de tudo isto.

 

Mas pior é que para o ano muitos alunos que entrarem no 1º ano vão ter manuais com as respostas apagadas mas com as respostas visíveis, outros com as respostas apagadas e as correcções feitas a caneta e outros com os livros novos.

Nem imagino como vai ser a entrega destes manuais reciclados aos alunos do 1º ano. Muitos pais vão ver as condições dos manuais e vão preferir pagá-los do seu bolso.

E se calhar é mesmo isso que o ME pretende.

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2017/06/mais-um-problema-para-as-escolas-devolucao-dos-manuais-escolares/

Exames: Alemão/Biologia e Geologia/Economia A/Espanhol/Francês/Inglês

 

Ensino Secundário

 

Alemão-501
11.º Ano / 1.ª Fase

 

Biologia e Geologia-702
11.º Ano / 1.ª Fase

 

Economia A-712
11.º Ano / 1.ª Fase

 

Espanhol-547
11.º Ano / 1.ª Fase

 

Francês-517
11.º Ano / 1.ª Fase

 

Inglês-550
11.º Ano / 1.ª Fase

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2017/06/exames-alemaobiologia-e-geologiaeconomia-aespanholfrancesingles/

Escola + simples para os professores – Medida SIMPLEX+

 

Por esta medida eu vou esperar deitado, porque já estou farto de estar sentado…

Onde é que eu já ouvi/li isto? Sei que foi por aí… só não sei onde…

Espero, sinceramente, que seja desta… mas seja como for, é só para o final do próximo ano letivo…

 

Ministério responsável:
M. da Educação

Em colaboração com:
M. da Presidência e da Modernização Administrativa

Descrição da medida:
Desburocratizar os procedimentos atuais, em contexto escolar, que são da responsabilidade dos professores, minimizando os tempos de recolha de informação, preenchimento de registos e arquivo, permitindo-lhes focalizar recursos na prossecução do sucesso escolar, em particular à direção dos agrupamentos.

Prazo de implementação previsto:
3.º Trimestre 2018

 

 

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2017/06/escola-simples-para-os-professores-medida-simplex/

Provas de Aferição online… o futuro vem aí…

 

E é já no próximo ano… É uma das muitas medidas que está prevista no SIMPLEX + 2017.

Descrição da medida:
Realizar provas nacionais de avaliação externa em ambiente eletrónico, desmaterializando os seguintes processos: conceção e aplicação da prova, classificação das respostas dos alunos e publicação de resultados. Esta operação incide sobre as provas de aferição do 8.º ano de escolaridade.
As vantagens desta solução de avaliação eletrónica são, entre outras, as seguintes:
a) redução significativa de custos no médio e longo prazos;
b) flexibilidade na aplicação, nomeadamente no que se refere ao local e ao momento da sua disponibilização;
c) classificação automática dos itens de resposta fechada;
d) aumento da qualidade e da fiabilidade da classificação das respostas aos itens de resposta aberta, já que a classificação online permite monitorizar, em tempo real, o trabalho dos professores classificadores, bem como utilizar técnicas como a dupla classificação;
e) maior facilidade de armazenamento, eliminando a guarda física das provas, principalmente após a sua realização;
f) possibilidade de acelerar os tempos de classificação, pois parte dos itens das provas são em processo de classificação automática;
g) possibilidade de explorar novos tipos de itens, nomeadamente testes adaptativos e itens interativos, com elevado potencial formativo.

Prazo de implementação previsto:
3.º Trimestre 2018

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2017/06/provas-de-afericao-online-o-futuro-vem-ai/

Dispensas sindicais 2017

 

Encontra-se disponível a aplicação para as dispensas sindicais. Disponível de 26 de junho a 3 de julho de 2017.

 

SIGRHE

Manual

 

 

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2017/06/dispensas-sindicais-2017/

Estruturas de Coordenação do E.P.E.

 

Portaria n.º 198/2017 de 26 de junho

Procede à primeira alteração da Portaria n.º 1191/2010, de 19 de novembro, que manteve as estruturas de coordenação constituídas pela Portaria n.º 1396/2006, de 14 de dezembro, constituiu outras estruturas de coordenação do ensino português no estrangeiro, e passou a prever a competência do presidente do Camões, Instituto da Cooperação e da Língua, I. P., para designar adjuntos de coordenação do ensino português no estrangeiro.

 

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2017/06/estruturas-de-coordenacao-do-e-p-e/

“Dou ‘não satisfaz’ ao ministro da Educação e ao Governo” – João Dias da Silva

 

A insatisfação é geral…

 

“Dou ‘não satisfaz’ ao ministro da Educação e ao Governo”

Que nota dá às condições dos professores para exercer?

Não satisfaz.

E ao currículo escolar?

Não satisfaz

Ao comportamento dos alunos?

É muito difícil fazer uma generalização. Não quero fazer uma apreciação global porque seria injusto.

Ao ministro Tiago Brandão Rodrigues?

Não satisfaz.

Ao Governo?

Não satisfaz.

Ao Presidente da República?

Satisfaz.

Bom, parece que no próximo ano letivo haverá repetentes…

Têm que fazer provas de recuperação, devem estudar mais um pouco, fazer mais exercícios e, sobretudo, devem estar mais atentos à sua volta para poderem tomar boas decisões tomando em conta as necessidades concretas das outras pessoas.

 

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2017/06/dou-nao-satisfaz-ao-ministro-da-educacao-e-ao-governo-joao-dias-da-silva/

Estava a Ler Isto Sobre a ADD

6 — Durante o quarto ano de vigência do presente diploma, proceder-se-á à avaliação do regime de avaliação do desempenho docente por ele estabelecido, consultando,ouvidas as associações sindicais.

 

 

Estamos em 2017 e o diploma é de 2012….

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2017/06/estava-a-ler-isto-sobre-a-add/

Sobre o Exame de Físico-Química

Mensagem de um grupo de professores da disciplina que me chegou para divulgação.

 

 

 

Será mais fácil procurar o que o aluno sabe ou não de FQ, como se devia, ou procurar oportunidades de o aluno se enganar?!

Temos dúvidas… aliás, no exame também as temos , apesar de termos colocado tudo o que seria de esperar nos critérios… mas não ficamos nem felizes nem descansados … porque se fossemos alunos, e percebêssemos um pouco de Física, teríamos tido muitas dúvidas nalgumas situações.

Lembramo-nos de outros tempos, da Física e da Química de 12º ano, onde era natural olhar para uma prova e esperar bons resultados… lembramo-nos que o foco era saber a Física ou a Química, ainda que tivéssemos maior dificuldade de cálculo, mas de forma honesta e espetável… e agora?!

Talvez devamos dar os parabéns, pela nota “artística” ao exame, pela maior complexidade de situações, por terem conseguido inovar nas questões… se bem que ninguém nos avisou, nem aos alunos, que inovação e nota “artística” estavam nas metas, como prioridade.

Vamos aguardar os resultados desta fase, “adequados” ao exame “adequado” segundo a SPF e SPQ.

Entretanto, também acharíamos “adequado” que os todos nós que ensinamos FQ e aqueles que decidem a avaliação de FQ se colocassem mais no lugar dos alunos e tentassem perceber que se tudo foi assim tão “adequado” o porquê de tanta tristeza à saída do exame, mesmo nalgumas das escolas com resultados historicamente elevados na nossa disciplina?!

Vamos aguardar, ainda que tristes por trabalhar tantas horas com tantos alunos que efetivamente se esforçam e que foram apanhados pela nota “artística” e inovação”… já para não falar na formulação de itens que ardilosamente tão bem induz os alunos em erro… penso que Saramago estará feliz porque o ensino de LP está a ser bem defendido, mesmo num exame de FQ, como aliás é essencial… ou seria a Física e a Química?! Talvez escolhamos hoje ler o Cesário para buscar algum conforto.

Ass: Os professores

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2017/06/sobre-o-exame-de-fisico-quimica/

Load more

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores: