adplus-dvertising

16 de Setembro de 2014 archive

1698 Horários em Concurso em CE

… mas 1460 para Técnicos Especializados.

E quem consegue confirmar estes horários todos de Técnicos Especializados a ver se algum pedido é compatível com a formação de alguém?

A DGAE devia colocar na página principal do pedido de horário, de forma geral, a quem se destina cada um destes horários. Pelo menos aqueles com maior relevância: Psicólogos, Assistentes Sociais, Terapeutas da fala…

Assim era escusado abrir cada um dos 1460 horários, estou certo?

 

CE 16-09

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2014/09/1698-horarios-em-concurso-em-ce/

E No Porto Foi Assim

Texto do Documento entregue na DREN para o Ministro:

A/C Ministério da Educação

 

No dia 15 de Setembro, os professores reunidos em frente à DREN, questionaram os problemas que marcam o arranque anormal do ano letivo 2014/2015 que agora principia. A saber: – o impedimento da candidatura aos concursos de recrutamento de milhares de professores, em particular os colegas profissionalizados para a docência, mas que por força da não realização de uma prova desconexa e injusta (PACC), ou do resultado da mesma, foram afastados do acesso à carreira. – a falta de transparência no processo das (não) reconduções de contratos em várias escolas; – a colocação tardia dos docentes selecionados pelo Concurso Extraordinário Externo, Mobilidade Interna, Contratação Inicial, já após o início do ano letivo, no dia 1 de Setembro; – a abertura tardia da candidatura para a BCE (2-5 Setembro) e a falta de transparência do mesmo concurso no que refere aos critérios e subcritérios de ordenação dos candidatos e a falta um padrão de critérios uniforme para todas as escolas, de forma a obter a equidade entre todos os candidatos, nomeadamente no que refere ao cálculo da classificação final atribuída a cada docente e a respetiva graduação;

  • os docentes realçaram os constrangimentos das falhas da plataforma informática e os erros grosseiros na aplicação validação da candidatura;

  • os resultados da Bolsa de Contratação de Escola apresentados, uma semana após o concurso, revelam erros gravíssimos, entre os quais destacamos, o incumprimento da desistência ao concurso por parte dos colocados na contratação inicial, a arbitrariedade flagrante na graduação de milhares de professores, a colocação simultânea de um candidato para vários horários, omissões de nomes de candidatos comprovados, entre outros.

 

Assim sendo e perante tudo isto exigimos:

  • em primeiro lugar o reconhecimento por parte da tutela de que os fortes constrangimentos que recondicionam o início do ano letivo necessitam uma solução urgente e eficaz de forma a resolver os problemas em aberto e que afetam a escola pública;

  • reclamamos a admissão a concurso de todos os profissionais para a docência e a anulação da PACC; – exigimos a anulação e a retirada das listas de ordenação de todas as escolas no âmbito da BCE (Bolsa Cheia de Erros);

  • a anulação e eliminação dos subcritérios definidos pelas escolas e um concurso transparente com base na equidade e na graduação profissional como «único» critério de ordenação dos candidatos; – a publicação de novas listas de ordenação, respeitando as prioridades aferidas na contratação inicial e a abertura de canais de reclamação eficazes;

  • a transferência e a inclusão de todos os horários das escolas com Autonomia ou Teip para Reserva de Recrutamento e/ou Oferta de Escola;

  • por último, exigimos que todos os contratos até 31 de Agosto e de caráter permanente sejam sempre anuais.

 

Professores presentes na DREN dias 15 e 16 de Setembro de 2014 Movimento de Professores Boicote&Cerco – Porto

 

 

20140915_151531 20140915_153253 20140915_153329 20140915_154701

 

 

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2014/09/e-no-porto-foi-assim/

A Música Romântica do Blog

Nick Cave & The Bad Seeds – Where The Wild Roses Grow (Live at Koko) ft. Kylie Minogue

 

 

An outtake from the new Nick Cave film “20,000 Days on Earth”: http://www.20000daysonearth.com/
During the making of our film 20,000 Days on Earth we asked Nick Cave & The Bad Seeds to play an intimate club show at Koko in London, a beautiful old Victorian music hall. We wanted to do something special for the fans, so while we were filming the scenes with Nick and Kylie in Brighton he asked her if she’d like to come and sing their infamous duet. Kylie jumped at the chance, and a few weeks later walked out on stage and performed Where The Wild Roses Grow live with Nick Cave & The Bad Seeds for the first time in 15 years. This moment was such a highlight for everyone who was there that we wanted to share it with everyone.” Iain Forsyth & Jane Pollard

 

Tive convite para estar presente, mas não pude ir. 🙁

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2014/09/a-musica-romantica-do-blog/

Para Quem Não Fez a PACC por Motivo Comprovado

… pelo Júri da Prova.

 

Na candidatura às contratações de escola existe um campo para preencher se o docente está dispensado da PACC e quem responde “não” abre o item 2 que pergunta se obteve aprovação na PACC.

Quem comprovadamente não fez a prova e teve essa confirmação quando da publicação dos resultados da PACC deve preencher “sim” na pergunta 2.

 

 

PACC

Deixo a resposta do Júri da Prova para quem se encontra em situação semelhante:

 

A justificação da sua falta corresponde, no que diz respeito a este ano letivo,  a ter realizado a PACC com aprovação.

 

Com os melhores cumprimentos,

 

A presidente do Júri Nacional da Prova

 

Susana Câmara e Sousa

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2014/09/para-quem-nao-fez-a-pacc-por-motivo-comprovado/

Ti(tru)ques Evidentes

No Agrupamento de Escolas de Camarate – D. Nuno Álvares Pereira, Loures.

Uma evidência que vale logo 50% da ponderação.

 

 

camarate

 

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2014/09/tiques-evidentes/

Opinião – Mário Silva

e subreptici​amente outras coisas vão acontecend​o…

 

Agora está tudo assoberbado com os concursos de colocação mas entretanto, insidiosamente, já estão a funcionar estruturas educativas que supostamente se iriam transformar profundamente. A título de exemplo, refiro-me ao antigo CNO agora denominado CQEP. A pompa e circunstância anunciados é que as novas estruturas iriam ser bastante diferentes; quando se lê a regulamentação publicada conclui-se, grosso modo, que apenas mudaram o nome. Basicamente o CQEP funciona como o antigo(?) CNO, com as seguintes alterações cosméticas:
– redução do número de centros para metade do número de centros CNO que existiam
– muito menos horas de crédito semanal (50), insuficientes para assegurar a certificação de centenas de pessoas vindas de CNO extintos
– apenas são atribuídas 20 horas semanais(!) para a função de técnico de RVC
– o que antes se fazia com técnicos RVC em regime de exclusividade, agora tem de ser assegurado pelos professores designados para formadores
– os professores-formadores têm uma componente letiva significativamente reduzida com acréscimo do trabalho que era feito pelo técnico RVC
– a certificação passa por duas fases: avaliação do portefólio e realização de uma prova (escrita, oral, mista; tem de respeitar os parâmetros de uma matriz enviada pela ANQEP)
– foi extinta a figura do avaliador externo

 

Conclusões:
– as escolas a quem foi atribuído um CQEP, ficam com mais horas letivas para outros horários
– os professores nomeados para formadores têm uma redução da componente letiva determinada pela direção
– as horas letivas atribuídas aos formadores são manifestamente insuficientes; por exemplo, um professor com 6 tempos letivos atribuídos, na prática realizará o triplo ou mais tempos para conseguir acompanhar dezenas de formandos (avaliar portefólios, acompanhar execução de portefólios, elaborar as (dezenas?!) provas de certificação). Ou seja, esse professor terá 18 tempos com turmas (que pode equivaler a 5 ou mais turmas) e mais as dezenas de formandos…!
– o MEC poupou dinheiro em tudo: no nº de centros e no nº de contratações, pois terá de se executar as mesmas tarefas dos antigo CNO, com muito menos trabalhadores a executar mais horas de trabalho não remuneradas.
– algo mudou para tudo ficar pior (para os professores)…
Mário Silva

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2014/09/opiniao-mario-silva-3/

Comunicado da FNE Sobre a BCE

E sobre os princípios que devem estar na base de todos os concursos de professores.

 
 

JUSTIÇA E TRANSPARÊNCIA EM TODOS OS CONCURSOS DE DOCENTES

 

 

Em relação ao regime de funcionamento da Bolsa de Contratação de Escola (BCE), a FNE tem mantido permanentemente a exigência do escrupuloso cumprimento da lei, da garantia de preservação de princípios de justiça entre candidatos e de total transparência em todas etapas do seu desenvolvimento.

É por isso que a FNE, através dos seus sindicatos tem acompanhado todos os seus Sócios na apreciação da cada situação, no sentido de se obter o respeito pelos direitos de todos e de cada um dos candidatos.

Exigência da divulgação dos subcritérios e respetivas ponderações

Em reunião hoje ocorrida na DGAE, a FNE defendeu que, em nome da transparência, todos os agrupamentos de escolas e escolas não agrupadas devem divulgar os subcritérios que foram considerados para este concurso, bem como as respetivas ponderações, tendo recebido a informação de que essa orientação normativa vai ser transmitida a todas as escolas.

A FNE alertou ainda a DGAE para múltiplas situações de escolas que não têm os seus sítios Internet em atividade, o que impede muitos candidatos de conhecerem as informações relativas às candidaturas que apresentaram em relação a essas escolas. Também aqui a DGAE se comprometeu a agilizar procedimentos que permitam a ultrapassagem deste problema.

A FNE e os seus Sindicatos vão continuar a apoiar todos os seus Sócios, na apreciação das suas situações, apoiando-os em todo o tipo de ações que permitam a respetiva regularização, em caso de incumprimento dos normativos.

Intervir na defesa da graduação profissional

Nesta oportunidade, a FNE reitera a defesa que sempre fez de que, em matéria de concursos, a forma mais justa de proceder às colocações dos docentes passa pela formação de uma lista nacional de candidatos, estabelecida com base na sua graduação profissional. Neste sentido a FNE reforça a exigência da abertura urgente de um processo negocial, visando a alteração do diploma de concursos do pessoal docente, nomeadamente, no capítulo das regras de seleção dos candidatos opositores aos lugares disponíveis para a bolsa de contratação de escola.

 

Lisboa, 15 de setembro de 2014

O Secretariado Nacional

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2014/09/comunicado-da-fne-sobre-a-bce/

Ontem Foi Assim no MEC

“Meet no MEC” em Lisboa

 

Galeria de fotos no link.

E até às 24 horas de hoje está a haver um acampamento à porta do MEC onde se exige a anulação da Bolsa de Contratação de Escola.

 

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2014/09/ontem-foi-assim-no-mec/

E Se o Cálculo da Classificação da BCE

… retirasse da parcela da graduação profissional o tempo de serviço e a bonificação da ADD e a escala de grandeza dos subscritérios da BCE fosse igual à da Classificação Profissional e no fim fosse somado o tempo de serviço/365 e a última ADD mínima de bom?

Algo como:

(50% CP + 50% Subscritérios) + Tempo Serviço Após a Profissionalização/365 + (Tempos de serviço antes da profissionalização/365)/2 + Majoração ADD

 

O que acham?

 
Por muitas fórmulas que se procurem arranjar elas nunca serão as mais corretas, porque o cálculo da graduação profissional é a mais correta das fórmulas que se conseguiu encontrar até hoje e que foi consolidada ao longo de muitos anos sem qualquer contestação de maior.

Qualquer fórmula que se crie assenta num objetivo e o objetivo do MEC é retirar com a fórmula que aplicou a experiência profissional dos docentes, passando para a opinião pública que está precisamente a fazer o contrário.

A fórmula que enunciei em cima assenta apenas num objetivo, equilibrar as atuais inflações de nota com que os alunos atualmente saem do ensino superior com as notas mais baixas de anos anteriores. Esse para mim é o maior problema que o cálculo da graduação profissional atualmente tem e basta ver o que tem acontecido com a Educação Especial, que atualmente tem uma nota mínima a rondar os 18.

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2014/09/e-se-o-calculo-da-classificacao-da-bce/

O Reembolso da Componente Específica da PACC

… vai começar a ser feito se indicarem o vosso NIB até ao dia 22 de Setembro.

 
 
Citando PACC (IAVE) <pacc@iave.pt>:

Exmo(a). Senhor(a)

 


 

De acordo com as alterações introduzidas pelo Despacho n.º 9316-A/2014, de 16 de julho, a prova de avaliação de conhecimentos e capacidades, no ano escolar de 2013/2014, integra apenas a componente comum. Nesta medida, e uma vez que se inscreveu para a realização de provas específicas adicionais, é-lhe devido o reembolso do respetivo montante, no valor de 15 euros. Para este efeito, solicitamos-lhe que preencha o seu Número de Identificação Bancária (21 dígitos) em http://pacc.gave.min-edu.pt/np4/formNIB.html até dia 22 de setembro.

 

 

Com os melhores cumprimentos,

 
Assessoria de Direção

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2014/09/o-reembolso-da-componente-especifica-da-pacc/

Load more

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores: