adplus-dvertising

Tribunal chumbou os dois alunos de Famalicão por faltas a Cidadania

 

O Tribunal Administrativo e Fiscal de Braga indeferiu a providência cautelar que pretendia travar o chumbo de dois alunos de Vila Nova de Famalicão que, por decisão dos pais, não frequentaram a disciplina de Cidadania e Desenvolvimento.

O pai está revoltado e já respondeu AQUI

 

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2021/11/tribunal-chumbou-os-dois-alunos-de-famalicao-por-faltas-a-cidadania/

15 comentários

Passar directamente para o formulário dos comentários,

    • Luluzinha! on 2 de Novembro de 2021 at 20:29
    • Responder

    Concordo, na íntegra, com o veredicto. Se inaugurassem um precedente, isso sim, seria bastante preocupante,

    • Rui on 2 de Novembro de 2021 at 20:44
    • Responder

    Para estes tem que ser a escola das tias.

    • Maria Estafada on 2 de Novembro de 2021 at 21:00
    • Responder

    Este pai deveria ir para uma escola onde pudesse escolher as disciplinas que mais gosta para os seus filhos.
    Se está numa escola em que as disciplinas são iguais para todos os alunos, tem mais é que respeitar. e os filhos frequentarem, quer goste quer não.
    Se cada um fosse frequentar só as disciplinas que mais gostam, então haveria disciplinas com muitos alunos e outras com quase nenhum.

      • Ilda on 3 de Novembro de 2021 at 15:46
      • Responder

      Os ciganos da minha escola fartam-se de faltar e passam sempre de ano .

      Não percebo!!!

    • Um qualquer on 2 de Novembro de 2021 at 21:25
    • Responder

    O que acontece a vários pais que não mandam os seus filhos para a escola? Têm tempo de antena para dizerem mal de tudo e de todos? Este pai é objectivamente responsável por prejudicar o futuro dos filhos e nada lhe acontece? Tem ele competência para exercer a tutela dos filhos?
    Se fosse preto, muçulmano, chinês, indigente, já tinha perdido os direitos parentais. É triste.

    • João on 2 de Novembro de 2021 at 22:13
    • Responder

    Os esquerdistas de serviço já vieram aqui apoiar a decisão. Depois queixam-se do estado do ensino, mas o que lhes interessa é a doutrinação. O resto é secundário.

    • pires on 2 de Novembro de 2021 at 23:03
    • Responder

    Não bastaria fazer um exame à disciplina ? Podiam ser considerados como estando no ensino doméstico somente a essa disciplina. Que vontade de complicar .

      • jorge on 4 de Novembro de 2021 at 23:40
      • Responder

      Para fazer exame tinham que estudar a matéria. O que seria o mesmo que frequentar a disciplina. No fim as crianças podiam abrir os olhos e perceber que o pais são xenófobos, misóginos e/ou fascistas.

    • Eu, Mãe e Prof on 3 de Novembro de 2021 at 10:14
    • Responder

    Eu, Mãe e Prof
    Este senhor quer palco, carece de atenção! Lamentável é que a procure à custa dos filhos.
    Este senhor não sabe ser pai!
    Que “bicho papão” vê ele em Cidadania?
    Tanto mau trato aos filhos por poderem abordar questões relacionadas com educação sexual, algo de que os miúdos falam entre si? (Ou será que também os proíbe de falar com os colegas?)
    De que tem ele medo? Que os filhos descubram outras áreas em que também sofrem maus tratos?!!!
    Estes miúdos só têm pai? Como os defende a mãe? Como os defende a CPCJ? Este senhor terá sanidade mental que lhe permita exercer o poder paternal?
    São algumas das questões que se me oferecem face a tamanha loucura.

    • hélia on 3 de Novembro de 2021 at 10:37
    • Responder

    Se este pai não quer que os seu filhos sejam cidadãos, porque vive em sociedade? Também o pai deveria ter aulas de cidadania.

    • João on 3 de Novembro de 2021 at 14:27
    • Responder

    Carrega Gramsci!

    • Ilda on 3 de Novembro de 2021 at 15:47
    • Responder

    Os ciganos da minha escola fartam-se de faltar e passam sempre de ano .

    Não percebo!!!

    • Bruno on 3 de Novembro de 2021 at 19:05
    • Responder

    Vou dizer tudo agora pronto já disse.

    • Zulmiro on 3 de Novembro de 2021 at 22:32
    • Responder

    É evidente que esses alunos não poderiam transitar de ano, nunca teriam condições de prosseguir as aprendizagens, depois de uma lacuna curricular tão grave no seu percurso educativo. Na quelas 15 ou 30 importantíssimas aulas a que faltaram (não sei se era uma disciplina semestral ou anual), deixaram certamente de ver 2 ou 3 filmes importantíssimos, que provavelmente já os terão visto na televisão, e deixaram de cortar e colar algumas cartolinas para fazerem 2 ou 3 cartazes lindíssimos. Este tipo de disciplinas pimba, são importantíssimas para ajudarem a manter a canalha ocupada todo o dia dentro das salas.

      • jorge on 4 de Novembro de 2021 at 23:35
      • Responder

      Mas se quisermos dizer o mesmo sobre todas a outras disciplinas, estamos dispensados de mandar os filhos para a escola?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores: