Assistentes Técnicos

 

As injustiças no estado são inúmeras, mas hoje, irei ver as dos assistentes técnicos. Para todos os que tem menos de 10 pontos (para a maioria 10 anos), vão em Janeiro de 2022 ficar com o ordenado mínimo. Alguns ainda se lembram quando a primeira posição desta carreira era 43% acima do ordenado mínimo. O ordenado mínimo e bem, foi subindo, mas mal foi que as restantes carreiras não acompanharam, e hoje estamos com este problema.

Se formos para entidades como os Centros Hospitalares, por estes não quererem reconhecer o tempo de carreira, temos os Assistentes técnicos, onde alguns tem cerca de 20 anos de trabalho, e ficam a receber o ordenado mínimo.

Este tipo de problema, já estava mais ou menos ajustado, antes do chumbo do orçamento de estado, e digo mais ou menos ajustado, porque só podemos contar quando passa a devidamente oficializado, pois até lá é como o ovo dentro da galinha.

Claro que muitas carreiras, tem o mesmo problema, e muitos de nós não somos sequer sindicalizados, para dar força aos sindicatos na resolução destes graves problemas, depois queixamo-nos que ganhamos cada vez menos.

Temos que lutar ativamente contra esta enorme injustiça, por todos os meios que tivermos ao nosso alcance. É certo que para algumas matérias, estão em suspenso (chumbo do orçamento de estado), mas não podemos baixar nem os braços, nem deixar de buscar a justiça.

 

João Barnabé

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2021/11/assistentes-tecnicos/

5 comentários

Passar directamente para o formulário dos comentários,

    • Sociologo on 11 de Novembro de 2021 at 10:28
    • Responder

    Sr.º João Barnabé, falta acrescentar que muitos são os assistentes técnicos com curso superior, tempo de serviço, elevado numero de horas de formações e experiência comprovada.
    Acrescento ainda, os assistente técnicos a que faço referência não são os escolhidos para coordenadores técnicos por parte de algumas Direcções.
    Considero que, o Ministério de Educação deve rapidamente resolver esta questão. É urgente enviar para todas as Direcções critérios bem definidos para a mobilidade de coordenadores técnicos e não serem escolhidos por empatia…

    • maria on 11 de Novembro de 2021 at 13:59
    • Responder

    Sociólogo
    Infelizmente, assim é

    Se for necessário designar um chefe de secretaria ( por exemplo), a criatura que tem mais “tempo de serviço ” – mesmo sendo semianalfabeta – sobrepõe-se a quem tenha formação superior e competências igualmente superiores! Acontece, muito, em toda a função pública – incluindo na classe docente .
    Reminiscências de outros tempos, julgados ultrapassados.

      • Sardão pró Karamba. on 12 de Novembro de 2021 at 0:32
      • Responder

      Comeu, comeu!
      Aliás, ele só vem para aqui depois de levar no vaso traseiro de forma abundante. Fica logo contente para aqui vir.

    • CJ on 11 de Novembro de 2021 at 15:17
    • Responder

    “…IMBECIS que demonstram não ter Competência para mais nada.”
    É exatamente o seu caso.

    • Sardão pró Karamba on 11 de Novembro de 2021 at 17:54
    • Responder

    Estás a delirar! Hoje já estás bem entalado, já serviste de paciente ao Sardão, não é verdade seu macaco?

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores: