Faltam professores. E soluções? Alberto Veronesi

Faltam professores. E soluções?

Este problema pode ser resolvido. Não é fácil nem barato. Mas se não invertermos, já, esta situação, hipotecaremos o futuro de várias gerações. Tem de haver vontade e um pacto político-social.

Faltam professores. Nas últimas semanas foram várias as notícias que indicavam este facto, que, não sendo novo, faz sempre manchete nos jornais nacionais. Mas não chega para incomodar quem deveria. Afinal há ou não falta de professores? Não, exceptuando alguns grupos muito restritos.

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2020/10/faltam-professores-e-solucoes-alberto-veronesi/

6 comentários

Passar directamente para o formulário dos comentários,

    • Ana on 22 de Outubro de 2020 at 18:17
    • Responder

    Falso …não há falta de professores.
    Há é falta de professores no quadro.
    Coloquem os contratados em qzp e mudem a lei para só se poder lecionar no respectivo qzp.

    Ora aí está a solução.
    Não há €€€€??? Há há

    • Zeca Vinus on 22 de Outubro de 2020 at 18:18
    • Responder

    E com situações como esta, faltarão cada vez mais:

    “Estou na Escola Francisco de Arruda. Em turmas com alunos muito irrequietos, não há condições mínimas de segurança sanitária. Alguns professores estão muito sobrecarregados com um número excessivo de turmas. A mim, com 66 anos, atribuíram-me 11 turmas. Entre elas, tenho 3 coadjuvações a TIC sem ter formação nenhuma na área. “É só estar ali, para ajudar a tomar conta.” Para cúmulo, carregaram-me com 5 tempos numa “Bolsa de substituições”. Se faltarem alguns colegas, estarei em contato todas as semanas com 355 alunos. Vou resistindo como posso e sei. Na semana passada, sai das aulas às 18:30, cheguei a casa quase às 20:0, cheguei atrasado a uma reunião on line marcada para as 19:30. Há reuniões intercalares presenciais marcadas para sábado.
    Queixei-me, queixo-me, mas nada. Impera a lei da rolha. Uns calam por interesse. Outros por medo.

    O resultado destes insensatez está à vista. O boletim epidemiológico da DGS de hoje revela mais 3270 infetados com o novo coronavírus e 16 mortes. Só pode piorar.

    PS. Não, isto não é ficção. É pura realidade.

    • Zeca Vinus on 22 de Outubro de 2020 at 18:31
    • Responder

    Digo: desta insensatez, porque iria dizer destes dispartes.

    • Zeca Vinus on 22 de Outubro de 2020 at 18:36
    • Responder

    Desta insensatez, porque ia dizer, com todo o respeito, “destes disparates. Ufa!

    • Atento on 22 de Outubro de 2020 at 18:50
    • Responder

    ——————-
    ———————————–

    Parece que neste BLOG temos censura. Será que a ESQUERDALHA já está ao comando deste espaço?????

    Na postagem anterior retiraram 2 comentários meus….não sei a razão…..isto é pior que uma Ditadura Venezuelana.

    Claro que não há falta de professores, bem pelo contrário, Há Excesso de Professores (Educadores de Infancia, Professores Primários e Professores da Educação do Fisico) Nestes Grupos Há DESEMPREGO aos MILHARES.

    ——————————
    —————————————————–

    • haja coragem on 22 de Outubro de 2020 at 19:00
    • Responder

    Caro atento
    A democracia não exclui o respeito pelo outro.
    A verborreia e o insulto não são instrumentos democráticos. Pode escrever o que bem achar, mas nada lhe dá o direito de insultar nem de achincalhar …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores: