Ensino doméstico regista números nunca vistos

Não é só o ensino doméstico que surgiu em força, o ensino a distância para alunos de risco também é um fenómeno novo e que teve muito mais impacto na vida das escolas e das crianças.

Há cada vez mais pais interessados em retirar alunos do ensino tradicional

Desconfiados das medidas para prevenir a Covid-19 nas escolas, há cada vez mais interesse de alguns pais em retirar os alunos do ensino tradicional, revela a Associação Nacional de Pais em Ensino Doméstico.

Esta associação regista, no último mês, um aumento de seis vezes mais pedidos de informação do que em igual período do ano passado.

No “ensino doméstico”, os estudantes passam a ter aulas em casa, lecionadas pelos próprios encarregados de educação, se tiverem o grau de licenciatura ou por professores contratados para o efeito, que se deslocam ao domicílio.

Um fenómeno que parece estar em crescimento, devido aos riscos do coronavírus.

 

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2020/10/ensino-domestico-regista-numeros-nunca-vistos/

3 comentários

    • Tiago on 6 de Outubro de 2020 at 19:53
    • Responder

    Sou favorável ao ensino doméstico pois é sintomático da livre escolha na educação. Para a sua consolidação julgo ser necessário que os principais momentos de avaliação sejam realizados presencialmente, assim como as aulas práticas, que ao mesmo tempo asseguram a socialização.
    A simples realização de exames de equivalência a frequência não cumpre o direito à avaliação contínua, retirando a muitas famílias a opção pelo ensino doméstico

    • João Gonçalves on 6 de Outubro de 2020 at 23:19
    • Responder

    Pelo menos não têm Educação Cívica.

    • Alecrom on 6 de Outubro de 2020 at 23:39
    • Responder

    Com Cidadania e Desenvolvimento?

    Muitas raparigas envolvidas?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores: