Aumentos em 2021 não são para todos os funcionário publicos

 

Helena Rodrigues procurava sublinhar o facto de não estarem garantidos aumentos salariais transversais para todos os funcionários. A frente sindical liderada pelo STE propunha um aumento de 1%, em linha com a promessa deixada pelo Governo no ano passado.

O Governo “refere-se a taxa de inflação prevista e portanto podendo eventualmente situar-se em zero”, disse a dirigente sindical. Quanto às atualizações “haverá [eventualmente] para alguns mas não para todos”.

Para alguns, quais? “Não sabemos ainda em concreto, temos de ver as propostas concretas”, disse, sublinhando que as progressões implicam aumento de rendimentos.

“Para a generalidade dos trabalhadores não haverá atualização remuneratória. Foi a sensação com que ficámos”, disse, sublinhando que acredita que o governo ainda vai considerar as propostas dos sindicatos.

“Todos estamos a contribuir para a crise mas os trabalhadores devem ter a sua remuneração, seja público ou privado. Se não tivermos essas condições de remuneração como é que vamos ter uma administração pública altamente qualificada?”

 

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2020/10/aumentos-em-2021-nao-sao-para-todos-os-funcionario-publicos/

3 comentários

    • Alecrom on 6 de Outubro de 2020 at 19:27
    • Responder

    É o Orçamento orçamento anticíclico e expansionista a funcionar.

    https://www.dinheirovivo.pt/economia/siza-vieira-vamos-ter-um-orcamento-anticiclico-e-expansionista/?amp=1

    • Atento on 6 de Outubro de 2020 at 19:29
    • Responder

    ————————–
    ———————————————————
    Responsável em agrupamento de escolas acusada de divulgar dados sigilosos – 06/10/20

    O Ministério Público acusou a presidente do Conselho Geral de um agrupamento de escolas do Porto de divulgar a classificação final de uma avaliação à diretora deste, apesar de confidencial, adiantou hoje a Procuradoria-Geral Distrital (PGD) do Porto.

    https://www.noticiasaominuto.com/pais/1599045/responsavel-em-agrupamento-de-escolas-acusada-de-divulgar-dados-sigilosos

    Onde ocorreu esta situação?
    – Ocorreu no Agrupamento de Escolas Infante D. Henrique no Porto – http://www.infante.pt/

    Quem são os elementos envolvidos?

    – Á data dos factos a Presidente do Conselho Geral era a professora Ada Pereira da Silva (Ilustre militante do Bloco de Esquerda).

    – Á data dos factos a Diretora do Agrupamento era a Edite Batista

    Neste momento a Ilustre Militante do Bloco de Esquerda que fez a “borrada” (Ada Pereira da Silva) é Diretora do Agrupamento. Será interessante acompanhar este caso.

    E assim vai a Escola Pública!…..

    ———————
    ————————————–

    • Atento on 6 de Outubro de 2020 at 19:48
    • Responder

    ——————–
    ——————————

    Violação de segredo por funcionário; acusação | Ministério Público no Diap Regional do Porto

    Violação de segredo por funcionário; divulgação de proposta de classificação final após procedimento de avaliação; acusação | Ministério Público no Diap Regional do Porto (1.ª secção)

    Por despacho de 25.09.2020, o Ministério Público no Diap Regional do Porto (1.ª secção) acusou uma arguida imputando-lhe a prática de um crime de violação de segredo por funcionário e de um crime de difamação agravado.

    De acordo com a acusação, a arguida exercia as funções de presidente do Conselho Geral de um agrupamento de escolas da cidade do Porto, órgão com competência, entre o mais, para efectuar a avaliação interna dos directores, atribuir uma proposta de classificação final e endereçá-la ao Conselho Coordenador da Avaliação.

    O Ministério Público considerou indiciado que no dia 11.10.2018, o Conselho Geral a que a arguida presidia concluiu a sua intervenção no processo avaliativo de uma docente que exercia, em comissão de serviço, as funções de directora de agrupamento, deliberando uma proposta de classificação final, com atribuição de nota; e que a arguida, apesar de saber do carácter confidencial desta proposta, procedeu à sua divulgação por e-mail junto de professores, assistentes operacionais e assistente técnicos de uma das escolas do agrupamento da avaliada, assim como ordenou a afixação da mesma em todas as escolas do mesmo agrupamento, nos locais destinados à divulgação de informações.

    https://www.pgdporto.pt/proc-web/news.jsf?newsItemId=1718

    ———————–
    ——————————————–

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores: