Nova secretária de Estado de Educação é Inês Ramires

 

A ex-presidente da Câmara de Odivelas e deputada do PS Susana Amador deixa as funções de secretária de Estado da Educação, sendo substituída pela jurista Inês Ramires.

 

Nome: Inês Pacheco Ramires Ferreira

Formação académica:

Mestrado em Direito Público pela Faculdade de Direito da Universidade Nova de Lisboa, em 2012.

Frequência do Curso de Pós-Graduação em Contencioso Administrativo na Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa, 2012/2013.

Frequência da Academy of International Trade Law, Universidade de Macau, em 2007. Frequência do Curso de Pós-Graduação em Legística e Ciência da Legislação na Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa, em 2007.

Licenciatura de Direito na Faculdade de Direito da Universidade Nova de Lisboa, em 2005.

Experiência profissional:

Chefe do meu gabinete a mestre Inês Pacheco Ramires Ferreira, do Ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues, 2015

Consultora da Sociedade de Advogados BAS, nas áreas de Direito da Função Pública, Direito do Trabalho e Direito Administrativo, entre 2011 e 2015.

Colaboração, através de assessoria técnica, com o Gabinete do Secretário de Estado da Administração Pública, designadamente no âmbito do Plano de Redução e Melhoria da Administração Central (PREMAC), em 2011.

Assessora do Secretário de Estado da Administração Pública, tendo realizado trabalhos de consultadoria e assessoria jurídicas, designadamente em matéria de contratação coletiva na Administração Pública e acompanhamento das negociações sindicais, entre 2009 e 2011.

Adjunta do Gabinete do Secretário de Estado da Administração Pública, entre 2008 e 2009. Adjunta do Gabinete do Secretário de Estado da Presidência do Conselho de Ministros, entre 2007 e 2008.

Consultora do Centro Jurídico da Presidência do Conselho de Ministros, destacada para a área de processo legislativo no Gabinete do Secretário de Estado da Presidência do Conselho de Ministros, entre 2006 e 2007.

Advogada Estagiária na Sociedade João Pedroso e Associados, entre 2005 e 2006.

Investigadora Júnior no projeto «Observatório legislativo» do Centro de Investigação e Desenvolvimento sobre Direito e Sociedade da FDUNL, entre 2005 e 2006.

 

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2020/09/nova-secretaria-de-estado-d-educacao-e-ines-ramires/

12 comentários

12 pings

Passar directamente para o formulário dos comentários,

    • jose on 16 de Setembro de 2020 at 19:56

    ATÃO OLHA A JAMILA

    • Manuel on 16 de Setembro de 2020 at 20:32

    “João Pedroso”? Já cá faltava…

    • Zaratrusta on 16 de Setembro de 2020 at 21:11

    Para não variar, o novo elemento do Ministério da Educação também não percebe nada de educação. Continuamos entregues aos bichos.

    • CJ on 16 de Setembro de 2020 at 21:23

    Jurista…ex-chefe de gabinete do não-ministro Tiago. Mais do mesmo!

    • maria on 16 de Setembro de 2020 at 21:26

    Zaratrusta

    Tendo a concordar com o comentário. Porém, se a senhora viesse dos lados das “ciências” da educação seria muito mais preocupante. Mal por mal…
    Valha -nos Deus . Vamos dar-lhe o benefício da dúvida.

    • Helena on 16 de Setembro de 2020 at 21:38

    Mais uma que nunca trabalhou!

    • Atento on 16 de Setembro de 2020 at 21:40

    …………………………….
    ………………………………………………………….

    Mais uma MXRDA XUXALISTA.

    Isto é um NOJO!……..Dá vómitos………

    ……………………………….
    …………………………………………………………………….

    • É uma fantochada on 16 de Setembro de 2020 at 21:41

    Onde andam os milhões para equipar tecnologicamente? A minha escola continua com os mesmos PC´s e pior nem podemos requisitar as salas que agora são só para as tic e demais disciplinas de informática dos profissionais e pief´s. Tudo devido ao vírus. Só nos restam as salas normais de aula. Adeus trabalhos de pesquisa individuais ou em grupo.

    E se vier para casa de quarentena, também há dinheiro para pagar os dadas móveis ou internet móvel?

    • Joao Lima ferreira on 16 de Setembro de 2020 at 22:36

    Tal como no anterior governo esta
    Secretária de Estado, entregue à tribo dos juristas.! ONDE se muda e/ ou se ignora o cumprimento da lei…com a Secretária Leitão foi um correpio. .. O descaramento com que, as escolas continuam a contratar “TÉCNICOS ESPECIALIZADOS. ???), ROUBANDO HORÁRIOS a professores, quer contratados e também do quadro ( especialmente QZPs).
    Os colegas, “andam com a casa às costas” e
    estes “forasteiros”, permanecem nas escolas.
    O D.L. 17/ 2006 de 10 de fevereiro, que define as necessidades temporárias e as condições excepcionais, para estas contratações é “, letra morta”.
    Um exemplo ( verdadeiro):uma escola contrata um T.E, para o curso de vendas,
    e escreve na plataforma ..” licenciatura na área das ciências sociais e humanas”.
    O M.E. nem pestaneja……siga para bingo!!
    E, eu fico a pensar, bem pode ser um licenciado em FILOSOFIA, HISTÓRIA OU GEOGRAFIA. E porque não um em ECONOMIA/GESTÃO , que como todos sabemos NÃO SE ENQUADRA EM NENHUM GRUPO DISCIPLINAR.!!!!
    É o espírito da autonomia……uma vergonha
    que, devia envergonhar todos os professores.
    Porque não tentarem fazer o mesmo com médicos, enfermeiros, etc..

    • Roberto Paulo on 17 de Setembro de 2020 at 0:05

    Outra indivídua que nunca trabalhou na vida, além de seguir o rasto do cartão partidário. Deve ser por causa da paridade de género. Sai uma amadora, entra uma bacalhoa.

    Tudo está certo!

    • Fernando, el peligroso de las verdades. A ver como trabalham algumas. on 17 de Setembro de 2020 at 0:21

    Nunca trabalhou?
    Trabalhou e bem para aqui chegar.
    Não deve ser burra.

    • Filipe on 17 de Setembro de 2020 at 0:51

    Mais uma pessoa que se junta ao Kalifado do atual Governo na chacina de jovens inocentes .

    “Pacientes com covid-19 apresentam danos pulmonares semanas após terem alta, revela estudo .”

    https://zap.aeiou.pt/pacientes-covid-danos-pulmonares-alta-hospital-345386

    “14 dias? Um novo estudo diz que a covid-19 pode ser transmitida até 90 dias após o contágio.”

    https://zap.aeiou.pt/14-dias-um-novo-estudo-diz-que-a-covid-19-pode-ser-transmitida-ate-90-dias-apos-o-contagio-347018

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores: