28 de Setembro de 2020 archive

Regulamentação da contratação de mais 1500 assistentes operacionais

 

Está publicada em Diário da República a portaria que regulamenta a contratação de mais 1500 assistentes operacionais para as escolas.
Tal como anunciado, trata-se de um procedimento que visa implementar um processo de contratação mais célere.
No recrutamento poderá recorrer-se a trabalhadores que já constam das reservas de recrutamento internas.
Estes 1500 assistentes operacionais vão reforçar o corpo de pessoal não docente em escolas de todo o país, incluindo nos municípios já abrangidos pela transferência de competências na área da Educação, no âmbito da descentralização.
A esta contratação acrescerá a revisão da portaria de rácios, que comportará um aumento adicional de assistentes operacionais nas escolas, com vinculação à Administração Pública.

 

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2020/09/regulamentacao-da-contratacao-de-mais-1500-assistentes-operacionais/

12 escolas com surtos ativos de Covid-19

E muitas mais com “surtos inativos” ou casos isolados… Porque não dão as informações completas?

 

Há doze escolas com surtos ativos de Covid-19

a conferência de imprensa de atualização de informação relativa à infeção pelo novo coronavírus em Portugal, Graça Freitas afirmou que a Direção-Geral da Saúde (DGS) foi notificada, até à data, de 12 surtos de covid-19 em escolas.

Segundo a diretora-geral da Saúde, cinco escolas com surtos estão localizadas na região Norte, uma no Centro e seis em Lisboa e Vale do Tejo.

“No total temos nestes surtos 78 pessoas implicadas com casos positivos para SARS-coV-2”, disse Graça Freitas, esclarecendo que não estão incluídos nestes números as pessoas que têm de estar em isolamento.

A diretora-geral da Saúde disse ainda que estes dados dizem apenas respeito aos surtos que foram reportados, podendo ter aparecido em várias escolas um caso isolado, que habitualmente vêm da comunidade.

 

 

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2020/09/12-escolas-com-surtos-ativos-de-covid-19/

63% dos Professores do quadro têm mais de 50 anos

Professores do quadro com 50 ou mais anos já são mais de 60%

Últimos dados da DGEEC confirmam a entrada no ensino público de milhares de contratados não está a contribuir para o rejuvenescimento da carreira.

Cerca de 63% dos professores que estavam no quadro em 2018/2019, último ano para o qual há informação, tinham idades iguais ou superiores a 50 anos, segundo mostram dados da Direcção-Geral de Estatísticas da Educação e Ciência (DGEEC) a que o PÚBLICO teve acesso

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2020/09/63-dos-professores-do-quadro-tem-mais-de-50-anos/

Perguntas e respostas aos trabalhadores em caso de isolamento profilático

 

Isolamento profilático por covid-19

Clique na imagem

 

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2020/09/perguntas-e-respostas-aos-trabalhadores-em-caso-de-isolamento-profilatico/

Cinema Sem Conflitos: “Mixed Materials”

Título:  “Mixed Materials” | Autores: “Anna Van Riel

Dois jovens formados em arte estão muito determinados a se lançar no mundo da arte e ter sucesso. Mas nem tudo sai como planeado …
Felizmente, sempre há a vovó.

Mais videos didáticos sobre Amor e Sexualidade, Bullying, Dilemas Sociais, Drogas, Emoções, Família, Racismo, Relações Interpessoais, Religião e Cultura, Violência em  https://cinemasemconflitos.pt/

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2020/09/cinema-sem-conflitos-mixed-materials/

No caso dos professores não há lugar a teletrabalho quando em isolamento profilático

 

Qualquer trabalhador que a autoridade de saúde determine que deve permanecer em casa, seja por estar doente com covid-19, seja por haver uma probabilidade de ter sido exposto a um foco de infeção, tem direito a um subsídio de doença que não está sujeito a período de espera e cujo valor corresponde a 100% da remuneração de referência.

Sempre que o trabalhador fique impedido de exercer a sua atividade profissional no período indicado para o isolamento, quer esteja ou não doente, e não possa exercer a sua atividade no regime de teletrabalho, o isolamento profilático é equiparado a situação de doença. Mas tem de ser decretado por uma autoridade de saúde e motivado por uma situação de grave risco para a saúde pública.

No caso dos professores não há lugar a teletrabalho, porque as aulas estão a acontecer em regime presencial, mas não só. Para que tal acontecesse a entidade patronal teria que pôr ao dispor de cada docente em isolamento os meios para que tal acontecesse. Como bem sabemos as escolas não dispõe desses meios (computadores, internet portátil…).

Se algum diretor, mais zeloso, vos tentar impingir a continuidade do que aconteceu no terceiro período, recorram aos vossos sindicatos

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2020/09/no-caso-dos-professores-nao-ha-lugar-a-teletrabalho-quando-em-isolamento-profilatico/

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores:

x
Gosta do Blog no Facebook