adplus-dvertising

“O atual modelo de concurso de professores não serve”

Na primeira entrevista desde que assumiu o cargo de ministro da Educação, que será publicada esta sexta-feira no Expresso, João Costa garante que não hesitará em fazer mudanças profundas no sistema de recrutamento e colocação de docentes para garantir que não há alunos sem aulas. Estes são alguns excertos do trabalho

Ministro da Educação: “O atual modelo de concurso de professores não serve”

Não Satisfaz”. É esta a avaliação que o ministro da Educação faz do atual modelo de colocação de professores, que acusa de ter “algumas irracionalidades” que o Governo quer agora eliminar. Desde logo, a periodicidade dos concursos, que não oferece estabilidade aos docentes nem às escolas.

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2022/05/o-atual-modelo-de-concurso-de-professores-nao-serve/

35 comentários

Passar directamente para o formulário dos comentários,

    • SapinhoVerde on 19 de Maio de 2022 at 19:45
    • Responder

    Exmo Ministro, e com o devido respeito, só agora é que reparou nisso???
    Dialogue com os sindicatos, com a FNE FenProf, sim com quem está no terreno, como os professores. Se tirar um novo modelo, do mesmo sítio de onde saiu o actual é asneirada copiada e colada (mais vale não mexer em nada).
    Agora, que ainda existem alguns professores é cativar, porque os que já saíram não voltam mais … e praticamente novos candidatos a professor não existem …

    1. É fazer todos os concursos anuais (concurso interno, externo e mobilidade) . Resolvia-se logo mt coisa. Já é assim nos Açores e há anos e funciona bem!

    • Eis a questão on 19 de Maio de 2022 at 20:03
    • Responder

    lol – vai mudar o modelo de recrutamento! Mas qual modelo de recrutamento se não há quem recrutar!
    Vai obrigar à força os que já se puseram a andar porque não estão para aturar ministros de m*** ?

      • advogado_diabo on 19 de Maio de 2022 at 20:52
      • Responder

      Muito bem os meus parabens .
      tocou na mouche
      recrutar quem ?
      EXCELENTE COLEGA EXCELENTE só se for recrutar camelos a Marrocos.

      mas eu arranjo profs
      falou no recrutar sem haver que so irá haver no dia que
      .nao fizerem trafulhice nas ADD
      . o diretor(detesto esta palavra direto, presidente ) de escola for eleite de forma universal e direta
      nao nos algemar aos escaloes ate morrermos
      . pagar como pagam aos juizes procuradores
      quem os ensinou ?
      . dar a esta classe autoridade.
      no minimo isto ate lá recruta camelos de marrocos

      .nao andarem a enconar

        • Alfredina on 19 de Maio de 2022 at 21:36
        • Responder

        Não faltam candidatos
        Temos 40.000 professores contratados
        Temos Milhares de Licenciados que se lhes for permitido através da mudança das Habilitações para a docencia estarão completamente disponiveis.
        Temos 25.000 Baixas Médicas permanentes anualmente.
        Temos Milhares de professores em Mobilidade e Destacados.
        Tudo isto tem que ser colocado na ordem.
        Não falta gente para lecionar.

          • SapinhoVerde on 19 de Maio de 2022 at 21:57

          Ilustre Alfredina, olhe, se tiver licenciatura avance por favor, a gerência agradece.
          Mas não se esqueça que lidar com jovens é preciso estar preparado. Depois não se queixe que o patrão não respeita, que ganha pouco mais do que o salário mínimo nacional, que tem que andar com a casa às costas ….
          Duvido, mas até gostaria de ver … um licenciado a deixar o seu ordenado para ter o SMN … isto já para não falar das práticas pedagógicas … é que as ciências da educação não são para qualquer um … um licenciado em relações públicas internacionais a leccionar fisica e quimica, matemática, pago para ver!

          O Problema é que ninguém quer ser professor.

    • Lentinho on 19 de Maio de 2022 at 20:09
    • Responder

    Seis anos para se aperceber disso?
    Bota lentidão perceção da realidade.
    Será que se apercebeu que o pessoal precisa de ver a carreira valorizada e isso traduz-se em euros?
    Tão entretidos com o 55 e as grelhas de avaliação que não deram por ela que não há gente no batente e quem pode foge a sete pés…

  1. Vieram-me as lágrimas aos olhos! Temos ministro!!

    • Apartidario on 19 de Maio de 2022 at 20:51
    • Responder

    Isto é para reunirem comissões de sábios com vista à aparente resolução do problema. Assim distribuem umas coroas do PRR pelos amigos, sendo que alguns deles até foram responsáveis pelas causas do problema. Nós assistimos a tudo e a opinião pública é informada pelos media deste labor ufano!
    Para que não existam grandes ondas até se vão dando uns trocos ao eterno candidato a líder da suposta oposição. O Montenegra já recebeu uma pipa por ajuste direto através do banco de fomento.
    Este país mete nojo! Entretanto os hospitais estão sem camas para acolher idosos que reagiram negativamente à administração da quarta dose! Ninguém faz nada pelas reais necessidades das pessoas sem que antes se convoquem os “grupos certos”!

    • LPTFernan on 19 de Maio de 2022 at 21:04
    • Responder

    De borla, 3 ideias:

    1. Aumentar as vagas em quadro de escola/agrupamento. As regras atuais, no apuramento de vagas, equiparam um professor com 14 ou 18 horas letivas a um professor com 22 horas letivas.
    2. Reduzir a dimensão dos qzp ou acabar com eles.
    3. Permitir a contratação direta pelas escolas (incluindo dos efetivos), para alguns grupos específicos, onde há problemas de leccionação, sobretudo no secundário (economia, geometria, etc.).

  2. Aí está a propaganda e a estratégia da famigerada lurdes rodrigues para desmantelar concursos sérios e entregar o recrutamento ao compadrio e à corrupção das câmaras e dos kapos.
    Colocações entregues a essas criaturas é a porta aberta à corrupção e ao nepotismo.

      • Num país rico! on 19 de Maio de 2022 at 21:18
      • Responder

      Com tão poucos candidatos a prof como é que pode haver corrupção?

      1. Fácil, qualquer beneficiário do RSI vai dar aulas, basta “conhecer” o diretor certo…

          • Num país rico! on 19 de Maio de 2022 at 21:34

          Não conseque elaborar mais?

    • 910aqui on 19 de Maio de 2022 at 21:43
    • Responder

    Mas a falta de professores não é provocada por este grupo, muitos de nós somos do pré-escolar e 1º ciclo. Grupos sem falta de professores.

      • ZéZé Camarinha on 19 de Maio de 2022 at 21:48
      • Responder

      ó pá………

      vocês são as MAMONAS e os MAMÕES da dita Carreira Unica………..fizeram uns Cursecos por Correspondência nos PIAGETes, ISMAIs e ESEs e mamam á grande á custa da dita CARREIRA UNICA

      Os docentes em Falta são pessoas que se Formaram em UNIVERSIDADES com Licenciaturas a sério

      Acabem com a dita CARREIRA UNICA que mete NOJO e vão ver que os LICENCIADOS por Universidades aparecem.

      Reformulem as Habilitações para a Docencia retirando as Pedagogias da Tanga e o Eduquês da Tanga e os verdadeiros docentes aparecem.

    • Put the cream Zezé on 19 de Maio de 2022 at 22:05
    • Responder

    Put the cream Camarinha.
    Quem andou feito mamão foste tu a consolar camones no verão algarvio.
    Ah moço marafado e onde vais arranjar gente pra dar aulas em Faro com quartos a 500 euros por mês?
    Acorda. Ninguém quer ser professor. Ninguém quer pagar para trabalhar
    Ninguém está para aturar gente que não quer aprender e pais helicóptero.

  3. A estabilidade dá-se com a abertura de vagas reais no concurso interno ao invés de o minar com vagas negativas, reduzir a área dos qzp, acabar com ultrapassagens, recuperar o resto do tempo de serviço, acabar com quotas na add, abrir as vagas para os 4 e 6 escalões em igual número aos candidatos e extinguir de vez esse entrave. Olhe para o que os Açores fizeram, onde ser professor ainda é uma profissão digna,

    A classe docente está envelhecida e ser qa ou qzp nem sempre significa estabilidade.

      • LPTFernan on 19 de Maio de 2022 at 23:23
      • Responder

      Isso.
      Quando é que as pessoas se apercebem que o número de professores em permanência nas escolas (os do QA/QE) são pouquíssimos, sobretudo nas zonas urbanas?

  4. Este blogue precisa de um moderador, pois quem não consegue usar uma linguagem adequada deveria ser impedido de participar. O karam……. Já deveria ter sido bloqueado há muito. Fica a ideia.

    • Cunha on 19 de Maio de 2022 at 23:07
    • Responder

    Contratação a nível LOCAL é sinônimo de cunha.
    Cunha municipal, cunha da Direção… Há dúvidas?

      • Flintstone on 20 de Maio de 2022 at 8:04
      • Responder

      É exatamente aí que eles querem chegar. Corrupção ainda mais descarada! Andaram a namorar isso por telefone, a fingirem-se santinhos… nem respeitam nem se dão ao respeito. Belo sistema de gestão ! O nível deles à vista de todos…Belas panelinhas combinadinhas previamente sem envergadura de rectidão adequada à natureza do administração pública.
      Até o merceeiro tinha mais nível para gerir intuições do Estado.

  5. O ministro disse que vai mandar para as escolas todos os professores em mobilidade que não estejam a exercer a profissão.
    Vai acabar a falta de professores, vão regressar os que estão na assembleia, nos sindicatos, na segurança social, nas associações, nas fundações, direções, em todas as tachadas afins, espero que cumpra o que diz.
    Quanto à linguagem de 2 ou 3 pessoas já sugeri que deveriam ser excluídas. Isto é um espaço de debate de ideias partilha de informação/ reflexão. Além do vernáculo, escrevem sempre a mesma coisa qualquer que seja o assunto, o que demonstra a mediocridade extrema, ou algum problema mental adquirido no seio de alguma família muito desestruturada. Devem ter escrito e fazem copiar/colar.
    Exemplo vivido: Tive uma professora de matemática no 7ºano antigo(11º), com apenas o 7º ano, excelente professora: Quando fui para a Universidade tive uma tal Professora Doutora que me deu um 12. Depois de eu reclamar dizendo-lhe que eu tinha o rascunho e tinha a certeza que estava tudo certo, ela pegou nos exames, meteu em cima do carro e disse: Tens razão, está tudo certo 12 é 20.
    Não discutam habilitações há muito burro doutor , e doutor por extenso (doutorado) e há muito analfabeto inteligentíssimo.
    E falando em engenheiros, o meu filho foi o melhor aluno da universidade, no final do 4º ano ficou logo como monitor, e quando acabou o 5º convidaram-no como assistente, ao fim de dois anos foi à vida pois não queria ser como os pais.
    Formei muitos professores, neste momento não há candidatos, cheguei a ter turmas com mais de 80.
    Nós estamos velhos e os novos não querem mesmo, esta é a verdade.
    Os iluminados acordaram agora e este fenómeno é tão velho.

      • Acordaram, se calhar, tarde... on 20 de Maio de 2022 at 6:37
      • Responder

      Na mouche.

    • "Zandinga?" on 20 de Maio de 2022 at 7:06
    • Responder

    Eu não vos disse?

    “Zandinga?” on 19 de Maio de 2022
    Previsão:
    Como reacção a estas notícias sobre falta de professores e de a causa principal ser a incompetência do PS na gestão do ensino nos ultimos 15 anos,
    dentro de muito pouco tempo, muito provávelmente numa questão de horas, surgirão artigos de certos analistas, comentadores, notícias e afins a denegrir os professores com exemplos de situações “escabrosas”, alegadas fraudes na MPD, salários e reformas chorudas, etc. Surgirão em certos canais de comunicação social de certo pendor político. Mas, é claro, é só uma previsão, que vale o que vale.

    ACERTEI OU NÃO ACERTEI!??

    • "Zandinga?" on 20 de Maio de 2022 at 7:14
    • Responder

    Só uma perguntazinha:
    Sr Ministro que é docente em universidade
    – Voltará você para o ensino e acumulará com o cargo de ministro da dinastia dos “Não sei, nem quero saber”?;
    – Os docentes em mobilidade estatutária serão suficientes para colmatar a falta flagrante e acentuada de professores no ensino, nomeadamente em certos grupos de recrutamento?;
    – Esta medida que vociferou, para além da guerra propagandista à MPD, irá servir para alguma coisa para além de mostrar serviço à custa de quem trabalha e entretanto não resolverá problema algum, antes pelo contrário?

    Afinal foram três perguntazinhas, desculpe qualquer coisinha!

    • Paulo Anjo Anjo Santos on 20 de Maio de 2022 at 21:49
    • Responder

    Pago para ver ele resolver o problema no curto e médio prazo, a $&%$%&%& que fizeram pelo menos na última década não se resolve facilmente…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores: