ADD. Quando um 9,787 vale um Excelente e um 10,000 um Muito Bom

 

Há coisas que não se entendem e há quem não as queira entender.

Reclamem da vossa avaliação de desempenho docente. Reclamem. E depois da reclamação interponham um recurso. Levem a vossa ADD até às últimas consequências. Não se deixem amedrontar pela pressão a que vos vão submeter para não o fazer. Lutem pela vossa carreira, de uma forma simples e individual. Entupam o sistema.

A vossa carreira e o vosso futuro está em risco.

Vamos ter novidades desta luta nos próximos dias. Não se esqueçam de colaborar.

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2021/02/add-quando-um-9787-vale-um-excelente-e-um-10000-um-muito-bom/

43 comentários

Passar directamente para o formulário dos comentários,

    • Miguel on 13 de Fevereiro de 2021 at 12:04
    • Responder

    Um teve aulas observadas o outro não. O docente com 10 não teve aulas observadas.

      • serena on 13 de Fevereiro de 2021 at 15:31
      • Responder

      E como pode ter 10, que corresponde a um excelente, classificação essa em que é obrigatória a observação de aulas?!
      Pensei que isso não seria possível. Cada escola faz como lhe apetece?…

    • Ninguém on 13 de Fevereiro de 2021 at 12:30
    • Responder

    E quando és avaliado por um docente de um grupo diferente?

    • Professora do 1.º ciclo on 13 de Fevereiro de 2021 at 12:35
    • Responder

    Reclamem, os recursos não têm cotas. Penso eu!

    • farto on 13 de Fevereiro de 2021 at 12:44
    • Responder

    Pois eu já me dava por contente de estar nessa escola, pois teria efetivamente, Excelente, em vez de ter descido, para Bom, quando tive 9,989 com aulas observadas. Está em fase de reclamação…

    • Florbela Soutinho on 13 de Fevereiro de 2021 at 13:06
    • Responder

    E quando se tem 10 nas aulas observadas e a avaliação interna não o reconhece, ficas com 9,74 e tens Bom????
    És um excelente profissional reconhecido por um avaliador externo, avaliação que corresponde nas 3 vezes/escalões em que foste avaliado (das 3 vezes foste excelente) e o resultado é que naquele agrupamento só te consideram Bom, apesar de teres 10, ou no fim 9,74……?????

      • farto on 13 de Fevereiro de 2021 at 19:54
      • Responder

      Benvinda! Aconteceu-me o mesmo! Tive 10 na avaliação externa. E fiquei com 9,989 finais, pois na avaliação interna fizeram o favor de me baixar a nota, mesmo com excesso de formação relevante, cargos e projetos. Também desci para Bom, por ausência de quota.

    • E@D on 13 de Fevereiro de 2021 at 13:17
    • Responder

    Há muitos colegas que são ingénuos, o que esperavam? Quem parte e reparte…

    No meu caso, 9,95 correspondeu a bom : 7,999 . Avaliado por um colega,da mesma escola, do mesmo grupo e do mesmo… escalão. Claro que ele ficou com 9,98 e excelente.

    Nas escolha dos horários e turmas, eu fico com a Mat do 12º e 11º anos e horário misto de 22 hrs e o colega com o 7º e 8º anos e de manhã e com 14 hrs.

    • Tio on 13 de Fevereiro de 2021 at 13:22
    • Responder

    Na atual situação as escolas que se organizam em termos de percentis , conseguem dar MB e EXC a todos que vão passar para o 5 e 7 escalões.

    Sabendo que a luta em tribunais é difícil, que os sindicatos são uma porcaria em termos jurídicos , devemos lutar nas nossas escolas.

    Quem não está nesta condição de passar para o 5 ou 7 escalão deixe de ser egoísta e egocêntrico e fique mas é caladinho.

    Este tipo de avaliação é enviesado e injusto por natureza. Depende sempre das condições de trabalho. Sabendo isso lutem com as armas que lhes dão nas escolas. Egos inchados tipo EU SOU UM GANDA PROF é lixo.

      • Ana on 13 de Fevereiro de 2021 at 14:00
      • Responder

      Sim! Há escolas que se organizam mesmo!!
      Sim! Há escolas que têm colegas muito solidários!!
      Sim! Fiquei no 6.º escalão à custa dessa organização e solidariedade! 9,8 aulas observadas e Bom.

        • Tio on 13 de Fevereiro de 2021 at 18:37
        • Responder

        Isso acontece devido aos egos inchados dos profs e á sua ganância. Não percebem que o sistema é mal desenhado.
        Continuo a dizer as escolas SE QUISEREM com a ajuda de uma folha Excel conseguem contemplar todos os profs que estão para passar para o 5 e 7 escalões com MB ou EXc. Peçam é aulas assistidas.

        Ps- Ana a tua escola só tem gente de mweerda

          • José on 13 de Fevereiro de 2021 at 21:18

          A avaliação externa vale 70% de 60%. Na prática, vale 42% da avaliação final.

          • TIA on 14 de Fevereiro de 2021 at 19:44

          A tua escola só tem gente de m*, a começar pela direção e SADD🤮 estes é que fazem o que querem para os amigos! E não são só os egos… são as bonificações de 6 meses e 1 ano🥺🤔

    • Filipe on 13 de Fevereiro de 2021 at 13:31
    • Responder

    E , quando existem pagamentos e ofertas em género por baixo da mesa para se atropelarem uns aos outros , será s só a ” a gorda fura filas ” a corrupta em Portugal ?

      • Fernando, el peligroso de kas verdades. on 13 de Fevereiro de 2021 at 20:26
      • Responder

      Ofertas em género? Sardos, bucetas?

        • Manuela on 14 de Fevereiro de 2021 at 10:27
        • Responder

        Não necessariamente. Pode ser em género de favorzinhos, em género de pura bajulação…gosma – diria o RAP – há Diretores que encaram a escola como sua coutada…também ficam no posto décadas!!! Há muita, muita desonestidade, hipocrisia, as pessoas vendem-se por tão pouco!

        • Joana Silva on 14 de Fevereiro de 2021 at 16:01
        • Responder

        Eu para obter um excelente já fiz das tripas coração.

        Temos que fazer de tudo para que seja feita justiça……oferecer a buceta ou seja lá o que for ao Diretor não me tirou nada e fiquei com classificação para aceder ao 5º Escalão.

        Toda a minha avaliação foi resolvida no gabinete da direção …… mais concretamente no chão que está coberto de tapetes de arraiolos.

        Não fui a unica a ter que resolver a avaliação desta forma.

        Agora tenho o diretor na mão. Basta chamá-lo e ele começa logo a dar ao rabinho.

    • António Pereira de Vasconcelos on 13 de Fevereiro de 2021 at 14:54
    • Responder

    Ninguém conseguirá realmente um 10. Um super excelente não é quando queremos, mas acontece, ás vezes por obra do acaso, e raramente depende inteiramente de nós, mesmo quando não há estas interferências organizacionais/ políticas.

    • CID on 13 de Fevereiro de 2021 at 14:59
    • Responder

    O problema , não é diretamente relacionado com as observações de aulas, mas pela aplicação do despacho. Eu tive 8,999… e fui corrida a Bom. Os avaliadores externos é que não sabem o que andam a fazer e não percebem nada do sistema. Ou melhor, estão a borrifarem-se para o sistema. Se o sistema de avaliação não é justo, é necessário contornar o mesmo. Sabendo que a avaliação externa vale 70%, porque dão Excelente de 10, como fizeram no meu agrupamento? Eu não digo que o@s colegas não o merecem, mas quando somos avaliados por pessoas que não sabem o que andam a fazer???…. Bem o que é certo, é que as cotas são para todos os docentes do agrupamento, e por vezes os excelentes vão todos para um departamento só, por causa das avaliações externas.
    Atenção que eu sou avaliadora externa, e sei que há bons profissionais na área, mas, também há aqueles que não querem saber, afinal até é um transtorno e não se ganha mais por isso….

      • Tio on 13 de Fevereiro de 2021 at 18:44
      • Responder

      Se és avaliadora externa tens de ler melhor os documentos.
      A avaliação externa no AMBITO GERAL , no final, conta só 40 e tal porcento.
      Lê melhor….
      Esses 70% porcento que falas não é da escala final , é uma subescala, depois é diluído na avaliação interna TOTAL.

      Quanto aos avaliadores externos , ninguém pediu nem teve uma escolha para o ser. Só perde dinheiro e tempo.
      Ao seres obrigado a ser avaliador acho muito bem que dês classificaçoes de protesto… Dás 10. Todos o deviam fazer.

      • Li Castro on 23 de Fevereiro de 2021 at 18:22
      • Responder

      O que entende a colega como bons profissionais na área?

      Ser avaliador externo não significa que tenha mais competências científicas e pedagógicas que o professor avaliado.
      Docentes com Mestrados e Doutoramentos a serem avaliados por colegas licenciados que como foram orientadores de estágio e estão num escalão superior vão emitir um parecer avaliativo, um deles científicos dos colegas. Será coerente?
      Este ano assisti a um colega que esteve sempre durante a sua carreira, numa escola de 3º ciclo e foi avaliar um colega do secundário. Só porque estão num escalão superior, dá-lhes logo a competência científica e pedagógica para qualquer ciclo? Não me parece.

      O problema da classe docente é “Cada um olha para o seu umbigo”.
      O voto de protesto seria darem 10 a todos os avaliados. Não é dizer que estão contra esta avaliação, e depois entram no esquema.

    • Manuela Araújo on 13 de Fevereiro de 2021 at 15:22
    • Responder

    E quando, além de ser avaliado, por um colega de outro grupo, se é avaliado pela mesquinhez … de um Diretor da escola que, mesmo pertencendo à SADD, fez questão de ser o árbitro nomeado pela mesma, na apreciação de um Recurso Hierárquico interposto pelo avaliado, desrespeitando a lei, o CPA? E, quando, feita a denúncia pelo Recorrente – identificado e utilizando o mail institucional- , à Inspeção, e sendo a mesma encaminhada pela Inspeção para a Dgeste – procedimento de que foi notificado , por mail, o Recorrente, NADA foi feito pela mesma para repor a legalidade …

    Enfim …

    • Susana Carneiro on 13 de Fevereiro de 2021 at 15:44
    • Responder

    E quando um 9.252 vale bom????

    • João Almeida Pinto on 13 de Fevereiro de 2021 at 16:35
    • Responder

    Mas é possível sem aulas observadas obter uma avaliação de Excelente?

      • Ana on 13 de Fevereiro de 2021 at 17:10
      • Responder

      Não!

      • Rui Manuel Fernandes Ferreira on 13 de Fevereiro de 2021 at 19:56
      • Responder

      Não (alínea c), n.º 1, artigo 18.º do DR 26/2012). Mas pode ter sido avaliado pelo avaliador interno com 10 pontos, excelente, que, na atribuição das menções vem para Muito Bom.

    • Cândida Gonçalves on 13 de Fevereiro de 2021 at 17:39
    • Responder

    Eu tive aulas observadas, os avaliadores externo e interno avaliaram-me com 9,69 e tive BOM.
    Reclamei. Já imagino que o passo seguinte será o recurso.
    Sabem onde poderei encontrar uma minuta/modelo para recurso? As que encontrei, dos sindicatos, não ajudam.
    Obrigada.

    • Professor de letras on 13 de Fevereiro de 2021 at 18:31
    • Responder

    Caros colegas,

    Estes testemunhos são uma prova de que cada um olha para o seu umbigo….
    A meu ver, ninguém deveria merecer a obtenção de um 10 isto porque as pessoas de excelência, na profissão docente, são caros raros. Banalizam-me as classificações e a curto prazo, teremos uma sociedade analfabeticamente funcional.
    Faltam estudos que possam comprovar se os professores excelentes formam alunos igualmente excelentes…..
    Depois temos de tudo: bajulações, “lambe botas”, “amigos do corte e cose” e uma cambada de ignorantes cujo objetivo é atropelar quem realmente se entrega à profissão, fazendo o melhor que pode….
    Se todos os professores a quem foi atribuído a classificação de Excelente fossem assim tão bons, teríamos um nível de literacia global bem melhor.

    A única coisa certa: ACABAR COM ESTE PROCESSO DE AVALIAÇÃO DOCENTE “INJURIOSO”!

    • Atento on 13 de Fevereiro de 2021 at 18:36
    • Responder

    ————-
    ——————————-

    O Sistema está INQUINADO.

    Este Sistema de Avaliação é uma FRAUDE.

    Não entendo como a generalidade do professorado da dita Escola Pública ainda continua a acreditar no Pai Natal!!!!!!!……

    Qualquer sistema que funcione por quotas não possui credibilidade. Acresce que quem avalia não é o “cliente”, mas sim um “competidor” direto ou indireto.

    Tenham JUIZO!………..

    Em 6 ANOS de (des)Governo pseudo-xuxalista Nada Mudou no Sistema Público de Educação. O desinvestimento é GRITANTE…..escolas a cairem de podres ……escolas sem equipamentos informáticos…….escolas sem funcionários……………….professores contratados por meia duzia de euros e a ganharem menos que Assistentes Operacionais………….escolas com carencia de funcionários………..

    6 ANOS de CATIVAÇÕES (sabem o que isto significa??????) de Mário Centeno e, agora, de João Leão.

    6 ANOS de poder pseudo-socialista com o apoio do PCP e do BE

    6 ANOS de desinvestimento nos Serviços Publicos.

    VERGONHA!…………………..NOJO!……………

    ————
    ——————————————

      • Fernando, el peligroso de kas verdades. on 13 de Fevereiro de 2021 at 20:17
      • Responder

      Olá Atento! Então lê, investigação feita para ti.
      O Atento é um chamado de Fernando Santos. No facebbok, o artista diz que trabalhou no ministério da educaçao e que vive no Porto. No facebook está de camisola verde. É meio russo de cabelo e deve rondar os 58 e tal embora pareça ser mais velho. Deve ser da velhacaria que tem no corpo.
      O homem tem focinho de acordo com as bacoradas que aqui escreve. Aliás, escreve sempre da mesma maneira. Por isso, foi fácil apanhar esta rês manhosa.

    • Avaliações on 13 de Fevereiro de 2021 at 19:26
    • Responder

    Revela que desconhece a legislação. Algo que este post mostrou ser comum a muitos professores.
    Uma coisa é a classificação quantitativa, outra é a classificação qualitativa.

    DR 26/2012
    Artigo 20.º
    Resultado da avaliação
    1 — O resultado final da avaliação a atribuir em cada
    ciclo de avaliação é expresso numa escala graduada de
    1 a 10 valores.
    2 — As classificações são ordenadas de forma crescente
    por universo de docentes de modo a proceder à sua conversão nos termos do número seguinte.
    3 — As classificações quantitativas são convertidas em
    menções qualitativas nos seguintes termos:
    a) Excelente se, cumulativamente, a classificação for
    igual ou superior ao percentil 95, não for inferior a 9 e o
    docente tiver tido aulas observadas;
    b) Muito Bom se, cumulativamente, a classificação for
    igual ou superior ao percentil 75, não for inferior a 8 e não
    tenha sido atribuída ao docente a menção Excelente;
    c) Bom se, cumulativamente, a classificação for igual
    ou superior a 6,5 e não tiver sido atribuída a menção de
    Muito Bom ou Excelente;
    d) Regular se a classificação for igual ou superior a 5
    e inferior a 6,5;
    e) Insuficiente se a classificação for inferior a 5.

    • Rui Manuel Fernandes Ferreira on 13 de Fevereiro de 2021 at 19:31
    • Responder

    Cá pela terra, primeiro era assim, mas agora tudo é diferente, ou seja, é assim, na mesma.
    Até 2008 o modelo de avaliação não existia, valia a graduação;
    Agora, com este fabuloso modelo, no percentil mais crítico (menções de mérito), todos tiramos 10 na avaliação externa e na interna, 10 no final, tendo sido atribuído o excelente (entre 8) ao mais graduado.
    Aulas assistidas sempre. Reclamação e recurso sempre.
    Uma chamada de atenção para quem venha a precisar, em caso de empate, o Decreto Regulamentar n.º 26/2012, de 21 de fevereiro, remete a partir do seu artigo 22.º, no caso de igualdade na dimensão científica e pedagógica, na dimensão participação na escola e relação com a comunidade e , ainda, na dimensão formação contínua, para o preconizado na sua alínea d), a graduação profissional à base do Decreto-Lei n.º 51/2009, de 27 de fevereiro, sendo que este encontra-se revogado pelo Decreto-Lei n.º 28/2017, de 15 de março. Cada cavadela uma minhoca, um Decreto Regulamentar vigente a endereçar para uma legislação revogada.

    • ticanatoca on 13 de Fevereiro de 2021 at 22:39
    • Responder

    Nos artigos em que se fala de outros direitos, nem vê-los; quando se fala de Xalentes, são aos magotes. Querem ser todos Xalentes, nem que para isso tenham de criar sucesso artificial e excelência ignorante.

      • Rui Manuel Fernandes Ferreira on 14 de Fevereiro de 2021 at 15:13
      • Responder

      Ora essa tica, deixe lá a toca, assine o seu nome completo para que possa usufruir de uma conversa civilizada sobre os “excelentes” e não sobre os “xalentes”, que por si só o uso de tal calão evidencia uma mediocridade tamanha.

        • ticanatoca on 14 de Fevereiro de 2021 at 22:34
        • Responder

        De facto já reparei que nos comentários das notícias sobre escalões aparecem muitos senhores professores “XALENTES” identificados pelo nome completo. Deve ser por serem tão civilizados que só cá aparecem quando se fala sobre escalões, progressões, reformas, etc. O resto não lhes interessa para nada, é demasiado medíocre, os “XALENTES” estão noutra galáxia: a galáxia da “excelência”, da “meritocracia” e do “sucesso”. Quase que escrevia isto sem me rir às gargalhadas.

          • Rui Manuel Fernandes Ferreira on 15 de Fevereiro de 2021 at 20:13

          Poderia ter aproveitado para dizer algo civilizado, mas não, repetiu a mediocridade. Felicidades!

    • Machado on 14 de Fevereiro de 2021 at 17:11
    • Responder

    Admirados com esta notícia?
    Eu tive 10 (leia-se”DEZ”) mas só obtive avaliação final de BOM, devido às cotas.
    “Ah, sou dos que não precisavam….pois é para o 4.º escalão!!!”
    Acho que só não precisam os que estão no 10.º escalão…ou estarei errado??
    🙂
    Dar a quem merece ou a quem precisa???? Avaliar ou seriar?
    Hmmmmmmmm…

    • Maria on 14 de Fevereiro de 2021 at 19:33
    • Responder

    Porque não publicam as classificações dos docentes? Será por causa de da proteção de dados?!🙃

    • Maria Clara de Matos Guerreiro on 15 de Fevereiro de 2021 at 0:03
    • Responder

    Estou na mesma situação!
    Avaliado pelos avaliadores externo e interno com avaliação superior a 9,5, pediram-me para assinar a avaliação em que constava “Bom”! Recusei! Vou reclamar, já tenho o rascunho preparado (aliás, avisei a Direção e a Secretaria que não assinava, porque ia reclamar!!!).
    Tendo sido sempre avaliado com menção de Excelente e Muito Bom, é no ano que necessito dessa avaliação para progredir para o escalão seguinte (5º ou 7º) que me remetem para o Bom?
    Não se entende!!!
    P.S. – Já assinei a petição, claro!!

    • mamsm on 15 de Fevereiro de 2021 at 14:07
    • Responder

    Pela leitura destes comentários é percetível a razão pela qual o processo de avaliação de desempenho dos docentes é tão controverso. Como é possível uma classe não conhecer as regras básicas da avaliação do seu desempenho???? Discordar da mesma, com conhecimento de causa, parece-me normal e o caminho para a melhorar; discordar evocando argumentos que não são credíveis contribui para a forma como muitos olham para os professores considerando que são todos como estes: incompetentes.
    Discordem mas informem-se!!!!

    • mamsm on 15 de Fevereiro de 2021 at 14:09
    • Responder

    E quem publicou também devia saber que o exemplo é perfeitamente legal. Basta que o docente a quem foi proposto o dez quantitativo não tenha tido observação de aulas!!!!!!

    • orlando Brito on 15 de Fevereiro de 2021 at 18:58
    • Responder

    Colegas , não confundam as coisas , uma coisa é a avaliação (nota) que se obtem na avaliação e dada pelos avaliadores interno e externo se for o caso e essa avaliação por lei só pode ser alterada se houver provimento na reclamação á SAAD e não pode ser inferior á já existente !!! Outra coisa é a MENÇÃO uma pessoa pode ter ter uma avaliação de 10 mas se não pediu aulas assistidas . mantém o 10 mas passa a ter menção de muito bom porque não pode ter menção de excelente por não ter cumprido com a obrigatoriedade de ter aulas assistidas para ter essa menção. A SAAD não pode alterar notas o que pode fazer é atribuir menções diferentes das notas por falta de cota, e muitas vezes para conseguir que colegas que precisam de avaliação para passarem para escalões 5º e 7º onde existe cota para passar. Já agora sabem que só 30% dos avaliados em cada escola e época de avaliação é que pode passar para os escalões com cota, sem terem de ficar à espera de vaga ??? Isto quer dizer que se alguém tiver 8.9 mas se nos 30 % a avaliação mais baixa for de 8.91 que teve 8.9 fica à espera de vaga e pode demorar 2 anos .

    • Clem on 10 de Abril de 2021 at 23:30
    • Responder

    Boa noite
    Algum colega sabe informar, depois do recurso hierárquico, para onde se pode recorrer?
    Só tribunal Administrativo?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores: