Se isto não significa que faltarão professores, não sei o que significará…

 

Até 2030 mais de metade dos professores do quadro (57,8%) poderá aposentar-se. Dos 89 925 docentes dos QA/QE e QZP, que em 1 de setembro de 2019 terão 45 anos e mais de idade, 51 983 (57,8%) poderão aposentar‑se num prazo de 11 anos: 17 830, nos primeiros cinco anos, 24 343 nos cinco anos seguintes e 9810 entre 2029 e 2030. Entre os grupos de recrutamento mais afetados por esta saída por aposentação destacam-se a Educação Pré-Escolar (73%); no 2º CEB – Português e Estudos Sociais/História (80%), Português e Francês (67%) e Matemática e Ciências Naturais (62%); no 3º CEB e ensino secundário – Educação Tecnológica (96%), Economia e Contabilidade (86%), Filosofia (71%), História (68%) e Geografia (66%) (Rodrigues et al, 2019). 

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2020/12/se-isto-nao-significa-que-faltarao-professores-nao-sei-o-que-significara/

1 comentário

    • Atento on 23 de Dezembro de 2020 at 18:40
    • Responder

    ———-
    ——————-

    Poupem-me a disparates desta ordem!…

    É obvio que não vão faltar Professores no Ensino Privado de qualidade (Escolas de Bandeira e Colegios) e, também, não vão faltar ENTERTAINERS na dita “Escola Pública” a qual está transformada num Enorme ARMAZEM e/ou CANTINA SOCIAL e/ou LOCAL DE ENTRETENIMENTO.

    Caros amigos!…esta noticia saiu no dias 21 de Dezembro de 2020 e o titulo é o seguinte:

    Portugueses têm de trabalhar até aos 72 anos para população produtiva ficar equilibrada

    Portugal perdeu 134 mil ativos em menos de uma década, as perspetivas de crescimento económico são fraquíssimas. Em 2050, os portugueses deviam estar a trabalhar mais 8 anos além dos 64 anos para o sistema funcionar.

    Ver aqui:
    https://www.dinheirovivo.pt/economia/portugueses-tem-de-trabalhar-ate-aos-72-anos-para-populacao-produtiva-ficar-equilibrada-13159200.html

    Não sei se sabem o que isto significa?…..

    Eu explico: – significa que a Idade de Reforma/Aposentação vai subir progressivamente Todos os Anos, ou seja, cada vez as pessoas vão-se Reformar/Aposentar mais tarde. Disto, que não restem dúvidas a ninguem. Só os INCAUTOS podem ignorar esta realidade.

    Cada vez será mais elevada a Idade de Reforma….Cada vez serão maiores as Penalizações (Fator de Sustentabilidade e Antecipação de Idade)…….

    Portugal está FALIDO….possui uma das Maiores Dividas Publicas do Mundo…..possui um elevadissimo DEFICIT anual que se transforma em DIVIDA ACUMULADA……….

    É neste Triste País que Vivemos……um dos países mais pobres da Europa Ocidental…….

    As pré-reformas na Região Autonoma dos Açores estão implementadas e a funcionar.

    As pré-reformas na Região Autonoma da Madeira estão implementadas e a funcionar.

    Pergunta-se: – … e em Portugal Continental???????????…….NADA!…….ZERO!…….

    Pergunta-se: – … porque será que em Portugal Continental ainda não está implementado o Regime de Pré-reformas??????…..

    A verdade é que aquilo que se designa por pré-reforma leva a algum tipo de corte no Vencimento, mas é bom que se diga que a pessoa vai para casa e deixa de trabalhar. Ora isto, vale Milhões porque contribui para a pessoa Gozar a Vida, a qual não se resume apenas a mais uns euros ao fim de cada mês.

    Dito isto, dado em Portugal Continental as pré-reformas ainda não estarem em vigor, os Funcionários Publicos podem, a partir dos 55 Anos de Idade, colocar o papelito para a “APOSENTAÇÃO”.

    Para utilizarem o mecanismo da “APOSENTAÇÃO” é importante consultar o documento construido pelo Economista Eugenio Rosa:

    https://www.eugeniorosa.com/shared/docs/2020/08/36-2020-Os-diferentes-regimes-reforma-aposentacao.pdf?ts=1600022924

    Leiam com atenção e fiquem com ele.

    Por outro lado, relativamente ás questões das pré-reformas, importa referir que nos Açores já está em vigor, existindo um simulador que permite observar qual o valor; ver aqui:

    https://vpgr.azores.gov.pt/Sites/SimulaPreReforma/

    Meus amigos agora vamos ao que importa!…..E o que importa é desmascarar este (des)Governo pseudo-xuxalista….

    O Orçamento de Estado para 2021 prevê uma diminuição das despesas com pessoal no Ensino Básico, Secundário e Administração Escolar de -0,1% pois passarão, entre 2020 e 2021, de 5.141 milhões para 5.137,7 milhões € (Quadro 4.10 , pág. 88 do Relatório do Orçamento do Estado para 2021), quando é tão necessário investir na educação.

    António Bosta e toda a esquerdalha MENTEM quando dizem que não existe AUSTERIDADE.

    Os Serviços Públicos vão continuar a degradar-se fruto de um xuxalismo venezuelano balofo e bafiento.

    CHEGA!…..CHEGA!……CHEGA!……CHEGA!…..CHEGA!……CHEGA!……CHEGA!…..CHEGA!……CHEGA!……CHEGA!…..CHEGA!……CHEGA!……CHEGA!…..CHEGA!……CHEGA!……CHEGA!…..CHEGA!……CHEGA!……CHEGA!…..CHEGA!……CHEGA!……CHEGA!…..CHEGA!……CHEGA!……CHEGA!…..CHEGA!……CHEGA!……

    ———————
    ———————————————————

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores: