adplus-dvertising

Assinalo com Agrado Uma Convergência

… de números.
 
 

Organizações sindicais avançam proposta para acelerar colocação de professores nas escolas

 
 

Os erros nas colocações de professores persistem não tendo, até agora, sido divulgada, pelo MEC, qualquer iniciativa no sentido da sua correção. Faltam professores nas escolas (há entre 4 000 a 4 500 lugares por preencher). Quase duas semanas após o início oficial do ano letivo, um terço dos alunos do básico e secundário continua a não ter professor ou a não ter professores de algumas disciplinas. Porque “é urgente ultrapassar este impasse” – são já palavras de Mário Nogueira na conferência de imprensa realizada esta tarde, em Lisboa – a Plataforma Sindical avançou uma proposta, a enviar aos grupos parlamentares, que poderá, no espaço de uma semana, resolver os problemas mais urgentes no âmbito das colocações: “abrir uma candidatura às escolas TEIP e às que têm regime de contrato de autonomia, com um prazo de dois dias”.

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2014/09/assinalo-com-agrado-uma-convergencia/

19 comentários

Passar directamente para o formulário dos comentários,

    • Impaciente on 25 de Setembro de 2014 at 18:36
    • Responder

    Olha, as escolas TAPE. Devem ter vindo substituir as TEIP. Enfim, o repórter nota-se que domina bem o assunto da educação…

      • Nuno Miranda on 27 de Setembro de 2014 at 12:29
      • Responder

      Escolas TAPE são aquelas que se podem gravar, desgravar e voltar a gravar por cima… até a fita se enrolar toda na cabeça de leitura e irem definitivamente para o lixo!

    • Alexandra Cacilhas on 25 de Setembro de 2014 at 18:46
    • Responder

    Escolas TAPE claro…aparecem e desaparecem…voam 🙂

    • mpl on 25 de Setembro de 2014 at 18:53
    • Responder

    Concordo , mas quem foi colocado a 12 de setembro tem de voltar a concorrer e os horários que ocuparam indevidamente têm de ir a concurso. Anulação das listas publicadas e das colocações indevidadente realizadas.

    • Sérgio Lagoa on 25 de Setembro de 2014 at 18:53
    • Responder

    Escolas TAPE?
    Ok. Presume-se então que alguém DESCONHECE as escolas TEIP. É lamentável que um erro tão imbecil como este possa ser cometido por alguém de dentro de um sindicato. Não é para isto que os nossos impostos servem. Se alguém demonstra um tão profundo desconhecimento da realidade, só tem de cumprir o mesmo destino que está reservado à atual equipa MEC. Lamenta-se, e exige-se mais que um pedido de desculpas.

    • Sérgio Lagoa on 25 de Setembro de 2014 at 18:57
    • Responder

    Arlindo, deixe-me colocar aqui uma pergunta.

    Convergência? Mas nesta altura do campeonato andamos a discutir a convergência das plataformas sindicais? Mas que PALHAÇADA vem a ser esta? Os concursos estão com UM MÊS de atraso e neste momento deveriam estar a ser exercidas ações de protesto, convocação de greves, entendimentos com as associações de pais e encarregados de educação. Mas não. A única pergunta possível é esta: estes sindicatozinhos de meia tigela só servem para encher o garrafão e descer a avenida a berrar inanidades como “piu piu piu a ministra já caiu”? Bolas, isto é demais!

      • MTF on 25 de Setembro de 2014 at 20:55
      • Responder

      Os sindicatos neste momento estão aniquilados e sem qualquer poder reivindicativo, este governo além de incompetente é autoritário e não quer reconhecer os seus próprios erros, é o quero posso e mando.

    • Valter Miguel on 25 de Setembro de 2014 at 19:07
    • Responder

    Escolas TAPE? Essas escolas já pagaram as taxas sobre a lei da cópia privada?

    • Guest on 25 de Setembro de 2014 at 19:21
    • Responder

    O Arlindo corrigiu, mas eu gostava mais da versão anglófona:

    • Frelip on 25 de Setembro de 2014 at 19:27
    • Responder

    Anda td a dar as últimas…como é possível tanto erro em tão pouco tempo?
    Serão os Deuses que andam a ficar loucos?

    • Frelip on 25 de Setembro de 2014 at 19:33
    • Responder

    Ou a urgência em rematar o trabalho para poder desfrutar de uma noitada televisiva, vendo programas que apenas alimentam a imbecilidade e atrofiam a massa encefálica…embora alguns nem a tenham desenvolvido apropriadamente…enfim…

    • m.elis on 25 de Setembro de 2014 at 20:20
    • Responder

    Até é surpreendente ter um ponto de convergência (de números) com a Fenprof 😉

    • José on 25 de Setembro de 2014 at 21:34
    • Responder

    Uma colega em conversa disse-me pensar que as colocações estão atrasadas pois estão a aguardar o fim do período experimental dos já colocados. Será verdade?

    1. Engraçado, estava a fazer post novo sobre isso.

      • Marta Guerra on 25 de Setembro de 2014 at 21:45
      • Responder

      todos os contratos têm período experimental, independentemente do dia em que têm início, como tal não fará grande sentido essa afirmação.. Seja como for.. nunca se sabe

    • maria on 25 de Setembro de 2014 at 21:40
    • Responder

    safaram -se muito bem com as recondunçoes porque agradou a muita gente….desagradados ficaram todos aqueles que por motivos diversos não puderam e viram -se ultrapassados em tempo,valorização e dinheiro.resumindo,grande justiça.
    e, como a justiça de muitos é o seu umbigo….continuaram a fazer fatos á medida do modelo…
    que se lixem os outros….é este o País actual.Infelizmente é o meu.

    • Sofia on 25 de Setembro de 2014 at 22:18
    • Responder

    Sempre fui contra as reconduções!!! Este ano letivo já não tem solução, espero que para o próximo os sindicatos levem este assunto bem a sério. Todas a gente fala de injustiças, mas destas poucos falam!!

    • Nuno Meia-Onça on 25 de Setembro de 2014 at 23:09
    • Responder

    E os sindicatos não terão, por ventura, uma medida legal ao seu alcance – o pedido de impugnação dos concursos – conforme prometeu Mário Nogueira, no mesmíssimo dia em que Nuno Crato prometeu resolver o problema?

    1. Os sindicatos só dizem balelas, o Nogueira promete e promete o Dias da Silva quando foi para anunciar a rapidez da plataforma andava de televisão em televisão, agora desapareceu. Grandes idiotas, descindicalizem-se pá, os otários são os que pagam os almoços a estagente em vez de meter o Crato em tribunal como estão a fazer os do quadro por causa do externo-extraordinário ilegal e a associação de profs contratados por causa dos 3 anos sem vincullação à vista. O nosso problema é que achamos que a FENPROF vai sempre resolver-nos os problemas e ficamos de braços cruzados (porque da FNE não esperamos nada), arregacem as mangas e atirem-se de cabeça pá.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores: