adplus-dvertising

Adoro Estes Jogos de Números

Porque no fim sei quem vai acertar.

E parti em desvantagem por ter lançado os números primeiro. 😉

CM 4 mil CM 4000

Quase meio milhão de alunos ainda sem professor

 

Muitos milhares de alunos continuam, um pouco por todo o país, sem aulas ou, no mínimo, sem professores que assegurem a lecionação de todas as disciplinas. É uma das consequências mais graves do atraso no lançamento dos concursos e da forma incompetente como o MEC os realizou.

A FENPROF recorda que, ao contrário do que tem sido afirmado pelos governantes, os professores ainda a colocar não são tão poucos como pretendem fazer crer, abrangendo docentes contratados e dos quadros. A FENPROF estima que, no total, estarão ainda por colocar cerca de 5.000 docentes (contratados, por BCE ou reserva de recrutamento; docentes com horário-zero; docentes a destacar por condições específicas, designadamente doença). Se, em média, cada docente tiver 100 alunos, calculando-se esse valor tendo em conta as situações de monodocência e pluridocência, cerca de meio milhão ainda não terá todos os seus professores.

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2014/09/adoro-estes-jogos-de-numeros/

5 comentários

2 pings

Passar directamente para o formulário dos comentários,

    • Fati on 22 de Setembro de 2014 at 20:57
    • Responder

    Em vez de se preocuparem em organizar os concursos atempadamente para que os resultados saíssem logo em inícios de Agosto (ideal), dar tempo assim aos docentes de se organizarem pois muitos têm de procurar alojamento e organizarem-se para o início do novo ano letivo com reuniões etc…, a preocupação maior deles incidiu na PACC para eliminar uns quantos, e aqui temos o resultado desastroso.

    • Asilva on 22 de Setembro de 2014 at 21:03
    • Responder

    Continuo a não perceber porque não saem as colocações dos professores do quadro sem componente letiva? Não estão pendentes de nenhuma alteração de formulas… e têm sempre prioridade sobre as colocações dos professores contratados.

      • ana on 22 de Setembro de 2014 at 21:37
      • Responder

      Colega, estou na mesma situaçao e tambem nao entendo a demora. Eu ja fui ultrapassada por dois colegas contratados em escolas da minha preferencia e continuo com horario zero. Nao entendo esta trapalhada.

    • Fati on 22 de Setembro de 2014 at 23:20
    • Responder

    Talvez tudo isto seja propositado, colocações em atraso faz com que o governo poupe ainda uns milhares em ..remunerações.

    • António Mestre on 23 de Setembro de 2014 at 1:16
    • Responder

    Estratégia: Atrasamos isto com um qualquer erro idiota, despedimos um director qualquer da DGAE em género de bode expiatório e…: Poupamos um mês e tal de ordenados; Colocamos uns boys onde queremos sem os de lá tirar alegando que “nenhum professor já colocado será prejudicado”; Perpetuamos nas listas de graduação a aldrabice/cunha de termos lá metido os boys que ficarão SEMPRE com tempo de serviço extra, ilícito, sobre os restantes e, como tal, sempre em vantagem desonesta nas listas; Evitamos a vinculação semi-automática de muitos professores (que na verdade já há mais de uma década deviam estar nos quadro), pois assim não cumprem os critérios, ilegais, que nós criámos, para tal acontecer;….
    Resultado: A custo dum qualquer bode expiatório que em breve será colocado num tacho ainda mais bem remunerado que este, poupamos um ministro, e ficamos bem na opinião pública pois, através da usual manipulação dos media, os malandros malvados vão ser na mesma os do costume – os PROFESSORES!!!!

    E os burros são eles????

  1. […] … de números. […]

  2. […] Só para que conste. […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores: