Uma Assistente Social para cada 12 mil alunos

Pandemia de Covid-19 veio destacar a importância dos assistentes sociais nas escolas, com as visitas domiciliárias a servirem para perceber o que se passava c famílias. Setor está descontente.

Assistentes sociais combatem insucesso mas só há um para cada 12 mil alunos

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2021/07/uma-assistente-social-para-cada-12-mil-alunos/

4 comentários

Passar directamente para o formulário dos comentários,

    • Alecrom on 25 de Julho de 2021 at 19:26
    • Responder

    Nunca vi um relatório ou uma avaliação a dizer que correu mal porque as (ou os) assistentes sociais eram poucas/os. Aliás, registam sempre sucesso incrível e com excecional colaboração das assistentes sociais e de todos os envolvidos.

    Não serão assistentes sociais a mais?

    • professor karamba on 25 de Julho de 2021 at 19:39
    • Responder

    ———–
    —————————

    Ilustres colegas!…

    Tenham dó e não publiquem este LIXO…..

    Uma ESCOLA é uma escola em que deviam existir apenas “Alunos”, “Professores” e “Continuos”….Isto SIM!….é uma escola….

    O que se passa atualmente é que o pseudo-xxuxalismo vigente fez das ditas “Escolas Públicas” uma Latrina a céu aberto…..

    São Terapeutas (disto e daquilo)….São psicólogos (profissionais da saliva)….São os ditos sitôres do 910 das educações especialissimas com uns cursecos de meses tirados em tascas da pior espécie que ficam espeXializados em tudo e mais alguma coisa de preferencia para fazerem cera…..

    É isto a dita escola publica atual….

    Hoje aquilo a que chamam “ESCOLA” não passa de um enorme “ARMAZEM” onde os progenitores colocam os seus rebentos para poderem desenvolver as suas atividades ludicas, profissionais ou outras…….

    Hoje aquilo a que chamam “ESCOLA” não passa de uma enorme “CANTINA SOCIAL” onde se dá de comer aos FAMINTOS desta vida (Filhos de Desempregados; Filhos daqueles que vivem do Rendimento Social de Insersão (RSI); Filhos de Prostitutas; Filhos de Delinquentes; Filhos de Presidiários; Filhos daqueles que auferem o Salario Minimo Nacional no valor de 635 Euros e que levam para casa á volta de 500 euros…….

    Hoje aquilo a que chamam “ESCOLA” não passa de uma enorme INTRETEM onde os designados professores dão umas TRETAS de que são exemplo as “cidadanias”, “educação ambiental”, “educação sexual”, “desporto escolar/toma lá uma bola para dares uns chutos”………..

    Hoje aquilo a que chamam “ESCOLA PUBLICA” não passa de uma enorme FRAUDE onde os pobres são acolhidos…..Sim!….porque os filhos da classe média e alta são colocados em Escolas de Bandeira e em Colegios Privados onde possuem uma boa preparação para a Vida Futura.

    Ao que a ESCOLA PUBLICA chegou!…….Não!….isto não merece ser chamado de “ESCOLA”…………A ESCOLA é um local de ENSINO-APRENDIZAGEM e não um HOSPICIO para os Desgraçados da Vida.

    VERGONHA!……..NOJO!……………….

    ——————–
    ——————————————–

    • antonio on 26 de Julho de 2021 at 0:57
    • Responder

    Como pode a escola ir bem. Este ano devido ao covid havia turmas com 3 professores porque 2 meterem baixa. Logo 3 ordenados para 1 lugar. Como pode o dinheiro chegar para outras coisas prioritárias. Até me admiro ainda haver dinheiro. ze toi

    • Professor Objeto on 26 de Julho de 2021 at 1:37
    • Responder

    Lo hay para Ricardos, Pintos de Sousa, bancos, futebol…Quem paga? Os profs, esses bombos de bater, responsáveis por tantos traumatizados. Agora completamente sugados por 910, nutricionistas, terapeutas, psicólogos, assistentes sociais. Tudo na pendura e a impedir que os profs trabalhem mesmo. Isto sem programas, nos mínimos, no folclore flexível pseudo-inclusivo…
    Portanto ser prof é ser pagante, não poder pensar, nem poder ensinar e ao mesmo tempo ser invejado e obstaculizado por todos, além de ser o objeto de encobrimento que os diretores usam para tapar as incompetências da tutela porque no fim o professor tem que fazer mil relatorios, abanar a cabeça como o burro do presépio e dizer ” tudo correu bem” num amplo sorriso rasgado de amarelo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores: