De Onde Saíram os Docentes do Concurso Interno

Dos 12.458 colocados no concurso interno também se pode saber de onde sairam estes docentes.

Do QZP 7 saíram 2.136 docentes, que podem ser vagas que não recuperaram no concurso interno. Aliás, é nos 10 QZP que se verificam as maiores saídas, sendo que da Região Autónoma dos Açores (RAA) saíram 96 docentes e da Região Autónoma da Madeira (RAM) 85 docentes.

Logo de seguida aparece o Agrupamento com o código 151555 que teve 51 saídas de docentes do quadro.

A listagem total dos docentes que saíram encontra-se sobre a imagem num documento em pdf.

 

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2021/07/de-onde-sairam-os-docentes-do-concurso-interno/

8 comentários

Passar directamente para o formulário dos comentários,

    • Trocatintas on 9 de Julho de 2021 at 12:13
    • Responder

    Boa tabela! Revela o ambiente que se vive por cá, quanto ao “Clima de Escola”.

    • trocatintas on 9 de Julho de 2021 at 12:22
    • Responder

    Esta tabela também é um bom indicador do “Clima de Escola” que há por cá…

    • Nuno Manuel da Costa Soares Varajão Barbosa on 9 de Julho de 2021 at 12:51
    • Responder

    Boa tarde
    Concorri apenas a escolas que a portaria 52-B/2021 apresentou como tendo vagas.
    Na portaria 52-B/2021 a Escola Secundária de Barcelinhos tem vaga 0.
    Na Lista definitiva de colocação – Concurso Interno – Grupo 430 – Ano Escolar de 2021/2022, há um número de de ordem que foi colocado na 01 430 403787 – Escola Secundária de Barcelinhos, Barcelos
    Como é possível ficar colocada numa Escola que na portaria 52-b/2021 não foi apresentada vaga?
    Gostaria de ser esclarecido. pois não concorri a essa escola porque na portaria 52-B/2021 a Escola Secundária de Barcelinhos tinha/tem vaga 0.
    A vaga apareceu depois de termos concorrido?

    • dimad on 9 de Julho de 2021 at 14:05
    • Responder

    Colega, abre sempre vaga quando alguém desse escola concorre para outra.
    Imagine que o colega QA de Barcelinhos concorreu para ficar em QA em Braga e conseguiu colocação, quando ele sai, a vaga dele fica automaticamente aberta… Por isso se deve sempre concorrer a todas as escolas que pretendemos, mesmo que na portaria não apresentem vaga!

    • Intoxicado on 9 de Julho de 2021 at 14:17
    • Responder

    Arlindo,
    com tantas estatísticas de que dispõe, era bom conhecermos o top 10 ou 20 dos estabelecimentos de que saíram mais professores. Ajudava a perceber o grau de toxicidade (sem aspas) dessas escolas.
    Nota: tóxicas são todas, o antrax são os comissários políticos.
    Obrigado.

    1. No documento tem os dados todos. Só tens de associar o código da escola ao nome da escola.

        • trocatintas on 10 de Julho de 2021 at 1:40
        • Responder

        Serão também estes os executores do regime com Excelente?

    • Valia a pena pensar nisto… on 9 de Julho de 2021 at 23:46
    • Responder

    A enorme mobilidade indicia a podridão e o cheiro a bafio salazarento que infeta as escolas.
    Todos procuram uma escola “mais respirável “.
    Tanta mobilidade significa que, se todos procuram o mesmo, o “cheiro” é o mesmo em todas as escolas…
    O governo e o ME transformaram as escolas em locais pouco recomendáveis. Ah! Agora a proposta do ME é formação em felicidade!!!!
    Deve ter sido ideia importada da Coreia do Norte, o regime de gestão das nossas escolas também é idêntico ao regime político deles. Também lá (Coreia do Norte) nasceu a ideia de obrigar o povo a chorar, também deve ter nascido a ideia de obrigá-lo a rir.
    Nota: a dimensão da mobilidade tem ainda mais significado se atendermos que a média de idade dos docentes ronda os 55 anos, o que significa que na sua esmagadora maioria a distância ao local de trabalho não é motivação primeira…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores: