Como calcular os percentis para MB e EXC. na ADD

 

Uma das questões que surge neste momento é, se os docentes vão ou não conseguir obter vaga para acederem a uma menção de Muito Bom ou Excelente. Para que não haja dúvidas ficam aqui as fórmulas, para os diferentes universos de docentes, a aplicar.

(Arredondar por excesso)

Universo – Docentes contratados
n.º de docentes avaliados X 0,25 = Muito bom

Universo – Docentes de carreira
n.º de docentes avaliados x 0,05 = Excelente
n.º de docentes avaliados x 0,20 = Muito bom

Universo – Coordenadores
n.º de docentes avaliados x 0,05 = Muito bom ou excelente

Universo – Avaliadores internos
n.º de docentes avaliados x 0,05 = Muito bom ou excelente

 

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2021/07/como-calcular-os-percentis-para-mb-e-exc-na-add/

9 comentários

Passar directamente para o formulário dos comentários,

    • JOÃO on 12 de Julho de 2021 at 21:13
    • Responder

    Despacho n.º 12566/2012 artigo 2º
    A aplicação dos percentis para a atribuição das menções qualitativas de Excelente e de Muito Bom em cada agrupamento de escolas ou escola não agrupada tem por referência a totalidade dos docentes avaliados em cada ano escolar e é calculada no momento do procedimento de harmonização das propostas dos avaliadores pela secção de avaliação do desempenho docente do conselho pedagógico.
    Em meu entendimento, o número de professores contratados também conta para a menção de Excelente na totalidade dos avaliados.

    • João on 12 de Julho de 2021 at 22:42
    • Responder

    O arredondamento do número de professores que em cada universos pode ter uma menção de mérito não é feito por excesso como referido. O arredondamento é feito à unidade (ponto 3 do art.º 3.º do despacho 12566/2012).
    O número total de menções (ponto 6) é que se arredonda por excesso.
    Outra imprecisão é que todas as escolas têm o mesmo percentil o que não é correto. Os percentis são referidos no despacho citado.

      • Ana Duarte on 13 de Julho de 2021 at 11:00
      • Responder

      Há realmente alguns dúvidas, mas como os contratados não podem ter aulas assistidas, logo não podem ter excelente… Deve ser por isso que não os incluem nessa fórmula…
      Outra realidade que se verifica em muitas escolas, relativamente aos contratados, é que uma vez que estes não podem ter a menção de excelente, os avaliadores e as sadd, só avaliam cada dimensão até 8,9…Na minha opinião isto não tem suporte legal e ria injustiças. A avaliação quantitativa nada tem a ver com a menção qualitativa. Há escolas em que tenho 9,2 e Bom, porque não havia quotas para todos e outras em que tenho Muito Bom com 8, 6 (podia ser efetivamente de 8,6, mas foi transmitido que tinha a ver com o que referi acima…). Ora, em que é que ficamos… Eu não tenho dúvidas, que a cotação é até 10 e depois a menção pode ser de Bom ou Muito Bom.
      Arlindo, qual é a sua opinião sobre estes procedimentos?
      Obrigada

        • Ana Duarte on 13 de Julho de 2021 at 11:01
        • Responder

        algumas

    • Ausenda Rodrigues on 12 de Julho de 2021 at 23:35
    • Responder

    E por que razão para o universo dos coordenadores só existe um percentil (95)?

      • Luluzinha! on 13 de Julho de 2021 at 8:58
      • Responder

      Sim, porquê? Pergunto eu.

      • Conceição on 24 de Agosto de 2021 at 0:17
      • Responder

      Colega explique, por favor o que quer dizer com percentil 95. Eu estou no grupo de coordenadores, dizem-me que foram 3 avaliados. todos com aulas assistidas, todos tiveram excelente e só um ficou com Muito Bom. Dificil perceber. Obrigada.

    • Professor Karamba on 13 de Julho de 2021 at 13:39
    • Responder

    Pode o /a Ausenda Rodrigues explicar para os sitores e sitoras o que é o percentil 95?

    • Maria Manuela Mendes Gameiro Santos on 19 de Julho de 2021 at 17:15
    • Responder

    sim

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores: