Orientações para quem vai ser vacinado

 

AstraZeneca – Esta é uma vacina que utiliza um vírus geneticamente modificado (vetor viral) que contem DNA para a proteína S (“spike”) do vírus SARS-CoV-2.

Serão administradas 2 doses com intervalo de 12 semanas, no músculo do braço.

Deve informar um profissional de saúde se tem imunodeficiência ou realiza terapêutica imunossupressora (incluindo quimioterapia) ou tem doenças da coagulação, alteração das plaquetas ou faz terapêutica com anticoagulantes.

Depois de ser vacinado deve ter alguma precaução?

Deve manter-se junto do local onde foi vacinado durante pelo menos 30 minutos. A DGS lembra que as reações alérgicas graves são muito raras, surgindo, geralmente pouco tempo após a administração. Se sentir um mal-estar persistente (dores de cabeça frequentes, dores no corpo fortes) durante mais de 3 dias, pontos vermelhos ou manchas na pele fora do local de injeção, deve consultar e de imediato o seu médico ou ligar para o SNS24 (808 24 24 24).

Que reações adversas podem surgir?

Sensibilidade, dor, calor ou comichão ou hematoma no local de injeção, fadiga, mal-estar, dores musculares, dor nas articulações, febre, arrepios, dor de cabeça ou náuseas.

O que fazer se surgirem reações adversas?

De acordo com o manual da DGS:

    Se tiver febre, pode recorrer à toma de paracetamol. Se apresentar dor, calor ou hematoma no local de injeção, pode aplicar gelo várias vezes ao dia, por curtos períodos, evitando o contacto direto com a pele.

    Em caso de persistência dos sintomas ou se surgir outra reação que o preocupe, deve contactar e o seu médico assistente ou o SNS24 (808 24 24 24).

    O manual sobre a Literacia em Saúde e Comunicação pode ser consultado aqui.

     

    Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2021/03/orientacoes-para-quem-vai-ser-vacinado/

    10 comentários

    Passar directamente para o formulário dos comentários,

      • Filipe on 27 de Março de 2021 at 2:01
      • Responder

      Então , vamos lá pensar no óbvio . Existem uma quantidade de doenças virais no Mundo da qual laboratórios mais consagrados nunca conseguiram descobrir uma vacina para vírus estáveis como o do HIV … etc. No entanto , apareceram agora laboratórios que nunca tinham produzido sequer uma vacina para um qualquer vírus mesmo dos mais antigos e nem se dedicavam a isso e logo apareceram com vacinas para o vírus da Covid-19 em 6 meses … de repente após estudos e efeitos secundários , lá se percebeu que este vírus é mais complicado do que se pensava devido a variantes novas e apenas deixaram de a produzir , daí a alegada falta de vacinas . É que já se percebeu a vigarice destas vacinas para este vírus e certamente que os laboratórios não querem estar a injetar um placebo ou água da torneira nos braços dos humanos . Devido à paragem voltam-se agora para a produção de um anti viral que possa “matar” o vírus . As vacinas ? … esperem sentados . Até os Russos só vacinaram 1% da sua população até perceberem que seria melhor oferecer as outros países do que continuar a enganar o povo Russo , e esta hein ?

        • Miguel on 27 de Março de 2021 at 9:56
        • Responder

        O efeito Dunning-Kruger é um fenômeno que leva indivíduos que possuem pouco conhecimento sobre um assunto a acreditarem saber mais que outros mais bem preparados, fazendo com que tomem decisões erradas e cheguem a resultados indevidos; é a sua incompetência que restringe sua capacidade de reconhecer os próprios erros. Estas pessoas sofrem de superioridade ilusória.

          • João on 27 de Março de 2021 at 11:48
          • Responder

          “Fenômeno”? Estamos no Brasil?

            • Ana Pereira on 29 de Março de 2021 at 4:03

            O “fenômeno Miguel” como ignorante encartado faz copy/paste na wiki, para se mostrar muito sapiente e esquece o acento brasileiro. Contra-argumentos que acompanhem o seu “bombástico” comentário, zero, claro. Caso para dizer que foi bem apanhado na sua infinita superioridade ilusória. O Einstein é que tinha razão!

      • António Alves on 27 de Março de 2021 at 7:16
      • Responder

      Comparar um vírus que é similar, aos que nos causa as vulgares gripes, com outro , completamente diferente, que faz colapsar o sistema imunitário é desconhecimento… Como saberá vírus desta natureza não são estáveis… A Humanidade já enfrentou ao longo dos tempos, desde o mais primordiais, epidemias idênticas… A Ciência não é uma caixa fechada, no entanto, existe algum consenso científico sobre uma série de questões em relação a este vírus dos maiores especialistas do mundo , também russos… estão todos a contribuir para um embuste e o Filipe, mais uns quantos visionários é que estão certos…

        • Ana Pereira on 29 de Março de 2021 at 5:17
        • Responder

        Obviamente que o “visionário” António Alves é que é um profundo conhecedor do que se passa globalmente, desconhecendo, descartando o mais basilar da humanidade, sobretudo daqueles que se acham Deuses na Terra e donos de egos de tal forma inchados que nem conseguem ver nada mais do que a própria vaidade, ou vontade. A isto chama-se GANÂNCIA e ânsia, ou desejo incontrolável pelo PODER. Ambos interligados e comuns a todos os psicopatas, ou sociopatas, deste mundo, cuja empatia por outros é nula. Claro, que a humanidade já enfrentou outros desafios desta natureza, ou até piores mas, convenhamos que não existiam os meios tecnológicos e/ou o chamado conhecimento científico dos nossos dias. Teriam outros meios, a sabedoria acerca do poder curativo das plantas e que a indústria farmacêutica a pouco e pouco, sobretudo a partir de 1908, vai retirando à humanidade o respectivo uso. Na VERDADEIRA Ciência há sempre opiniões, ou experiências divergentes. O diálogo e a troca de ideias é essencial para que se atinjam determinados objectivos. Logo, lá porque há “especialistas” que advoguem determinadas conclusões, não quer isso dizer que não existam outras. Em Ciência nada é absoluto. Muito menos no que respeita a virus. Para sua informação existem 19 tipos de vírus: Adenovírus, Bocavírus, Coronavírus, Enterovírus, Influenza A (H3N2 e H1N1/2009), Influenza B, Influenza C, Metapneumovírus A e B, Parainfluenza 1, 2, 3, 4a, e 4b, Rinovírus, VSR A e B., bla… bla… bla… Nenhum deles foi alguma vez isolado, pelo que os testes através de PCR, ou vacinas, são na realidade um verdadeiro embuste que apenas serve para alimentar estatísticas de forma a que a narrativa não seja derrubada como um baralho de cartas e a indústria embolse biliões, senão mesmo triliões. Nenhum destes vírus causa a morte por si só. Eles são (uns mais que outros) uma porta aberta para a invasão bacteriana que no campo respiratório, aflige os mais fragilizados, provocando graves sequelas nos pulmões. Contudo, estamos a falar de pessoas cujo sistema imunitário está enfraquecido por outras doenças crónicas: cancro, diabetes, coronários, tuberculosos, etc… etc… ou eventualmente por deficiência de vitamina D e zinco. Existem efectivamente medicamentos que resultam no combate a graves crises provocadas pelos coronavirus mas, que não convêm à indústria farmacêutica porque não lhes renderia os biliões ou triliões e por um lado e por outro, não possibilitariam a experimentação de outras drogas que fomentem, como é o caso das actuais “vacinas” EXPERIMENTAIS, alteração do DNA. Para quê? Basta ler o que Klaus Shawb afirma acerca do “Great Reset” e verá como a psicopatia é deveras perigosa. Daí ao transumanismo (pesquise também) é um passo na constante perseguição do Santo Graal, a vida eterna, a transcendência, deles, claro, enquanto seres “escolhidos”. Leia e verifique por si, como o gado que somos todos nós está a ser manipulado e enviado para o “matadouro” para que uns quantos arrogantes achem por bem praticar a eugenia, repetindo o holocausto de Hitler, não de judeus somente mas, de 7 biliões de humanos. Leia, pesquise, eduque-se (Bill Gates e as fundações/Indústrias que financia, que acções detém, onde) e verá onde chega o narcisismo de cerca de 30 famílias poderosas. Verá também quem financia a Organização Mundial de Saúde e até como a geoengenharia climática e ambiental está também associada. A agricultura, as patentes de sementes e animais e o total monopólio. Enfim, as pistas estão todas aqui e não são teorias de conspiração são factos. Deixo um FACTO (há muitos mais) que é deveras inacreditável, com patente registada pela MICROSOFT:
        https://patents.google.com/patent/WO2020060606A1/en
        https://patentimages.storage.googleapis.com/58/f5/bf/bf453d0035610f/WO2020060606A1.pdf

      • Miguel on 27 de Março de 2021 at 9:53
      • Responder

      O efeito Dunning-Kruger é um fenômeno que leva indivíduos que possuem pouco conhecimento sobre um assunto a acreditarem saber mais que outros mais bem preparados, fazendo com que tomem decisões erradas e cheguem a resultados indevidos; é a sua incompetência que restringe sua capacidade de reconhecer os próprios erros. Estas pessoas sofrem de superioridade ilusória.

      • Ana on 27 de Março de 2021 at 14:09
      • Responder

      O problema da vacina AstraZeneca não são os 3 dias seguintes.
      O problema são os 15 dias seguintes.
      Nesses 15 dias é que apareceram as tromboses.

      • Ana Pereira on 29 de Março de 2021 at 5:18
      • Responder

      Obviamente que o “visionário” António Alves é que é um profundo conhecedor do que se passa globalmente, desconhecendo, descartando o mais basilar da humanidade, sobretudo daqueles que se acham Deuses na Terra e donos de egos de tal forma inchados que nem conseguem ver nada mais do que a própria vaidade, ou vontade. A isto chama-se GANÂNCIA e ânsia, ou desejo incontrolável pelo PODER. Ambos interligados e comuns a todos os psicopatas, ou sociopatas, deste mundo, cuja empatia por outros é nula. Claro, que a humanidade já enfrentou outros desafios desta natureza, ou até piores mas, convenhamos que não existiam os meios tecnológicos e/ou o chamado conhecimento científico dos nossos dias. Teriam outros meios, a sabedoria acerca do poder curativo das plantas e que a indústria farmacêutica a pouco e pouco, sobretudo a partir de 1908, vai retirando à humanidade o respectivo uso. Na VERDADEIRA Ciência há sempre opiniões, ou experiências divergentes. O diálogo e a troca de ideias é essencial para que se atinjam determinados objectivos. Logo, lá porque há “especialistas” que advoguem determinadas conclusões, não quer isso dizer que não existam outras. Em Ciência nada é absoluto. Muito menos no que respeita a virus. Para sua informação existem 19 tipos de vírus: Adenovírus, Bocavírus, Coronavírus, Enterovírus, Influenza A (H3N2 e H1N1/2009), Influenza B, Influenza C, Metapneumovírus A e B, Parainfluenza 1, 2, 3, 4a, e 4b, Rinovírus, VSR A e B., bla… bla… bla… Nenhum deles foi alguma vez isolado, pelo que os testes através de PCR, ou vacinas, são na realidade um verdadeiro embuste que apenas serve para alimentar estatísticas de forma a que a narrativa não seja derrubada como um baralho de cartas e a indústria embolse biliões, senão mesmo triliões. Nenhum destes vírus causa a morte por si só. Eles são (uns mais que outros) uma porta aberta para a invasão bacteriana que no campo respiratório, aflige os mais fragilizados, provocando graves sequelas nos pulmões. Contudo, estamos a falar de pessoas cujo sistema imunitário está enfraquecido por outras doenças crónicas: cancro, diabetes, coronários, tuberculosos, etc… etc… ou eventualmente por deficiência de vitamina D e zinco. Existem efectivamente medicamentos que resultam no combate a graves crises provocadas pelos coronavirus mas, que não convêm à indústria farmacêutica porque não lhes renderia os biliões ou triliões e por um lado e por outro, não possibilitariam a experimentação de outras drogas que fomentem, como é o caso das actuais “vacinas” EXPERIMENTAIS, alteração do DNA. Para quê? Basta ler o que Klaus Shawb afirma acerca do “Great Reset” e verá como a psicopatia é deveras perigosa. Daí ao transumanismo (pesquise também) é um passo na constante perseguição do Santo Graal, a vida eterna, a transcendência, deles, claro, enquanto seres “escolhidos”. Leia e verifique por si, como o gado que somos todos nós está a ser manipulado e enviado para o “matadouro” para que uns quantos arrogantes achem por bem praticar a eugenia, repetindo o holocausto de Hitler, não de judeus somente mas, de 7 biliões de humanos. Leia, pesquise, eduque-se (Bill Gates e as fundações/Indústrias que financia, que acções detém, onde) e verá onde chega o narcisismo de cerca de 30 famílias poderosas. Verá também quem financia a Organização Mundial de Saúde e até como a geoengenharia climática e ambiental está também associada. A agricultura, as patentes de sementes e animais e o total monopólio. Enfim, as pistas estão todas aqui e não são teorias de conspiração são factos. Deixo um FACTO (há muitos mais) que é deveras inacreditável, com patente registada pela MICROSOFT: (link noutro comentário)

      • Anocas on 29 de Março de 2021 at 5:26
      • Responder

      Obviamente que o “visionário” António Alves é que é um profundo conhecedor do que se passa globalmente, desconhecendo, descartando o mais basilar da humanidade, sobretudo daqueles que se acham Deuses na Terra e donos de egos de tal forma inchados que nem conseguem ver nada mais do que a própria vaidade, ou vontade. A isto chama-se GANÂNCIA e ânsia, ou desejo incontrolável pelo PODER. Ambos interligados e comuns a todos os psicopatas, ou sociopatas, deste mundo, cuja empatia por outros é nula. Claro, que a humanidade já enfrentou outros desafios desta natureza, ou até piores mas, convenhamos que não existiam os meios tecnológicos e/ou o chamado conhecimento científico dos nossos dias. Teriam outros meios, a sabedoria acerca do poder curativo das plantas e que a indústria farmacêutica a pouco e pouco, sobretudo a partir de 1908, vai retirando à humanidade o respectivo uso. Na VERDADEIRA Ciência há sempre opiniões, ou experiências divergentes. O diálogo e a troca de ideias é essencial para que se atinjam determinados objectivos. Logo, lá porque há “especialistas” que advoguem determinadas conclusões, não quer isso dizer que não existam outras. Em Ciência nada é absoluto. Muito menos no que respeita a virus. Para sua informação existem 19 tipos de vírus: Adenovírus, Bocavírus, Coronavírus, Enterovírus, Influenza A (H3N2 e H1N1/2009), Influenza B, Influenza C, Metapneumovírus A e B, Parainfluenza 1, 2, 3, 4a, e 4b, Rinovírus, VSR A e B., bla… bla… bla… Nenhum deles foi alguma vez isolado, pelo que os testes através de PCR, ou vacinas, são na realidade um verdadeiro embuste que apenas serve para alimentar estatísticas de forma a que a narrativa não seja derrubada como um baralho de cartas e a indústria embolse biliões, senão mesmo triliões. Nenhum destes vírus causa a morte por si só. Eles são (uns mais que outros) uma porta aberta para a invasão bacteriana que no campo respiratório, aflige os mais fragilizados, provocando graves sequelas nos pulmões. Contudo, estamos a falar de pessoas cujo sistema imunitário está enfraquecido por outras doenças crónicas: cancro, diabetes, coronários, tuberculosos, etc… etc… ou eventualmente por deficiência de vitamina D e zinco. Existem efectivamente medicamentos que resultam no combate a graves crises provocadas pelos coronavirus mas, que não convêm à indústria farmacêutica porque não lhes renderia os biliões ou triliões e por um lado e por outro, não possibilitariam a experimentação de outras drogas que fomentem, como é o caso das actuais “vacinas” EXPERIMENTAIS, alteração do DNA. Para quê? Basta ler o que Klaus Shawb afirma acerca do “Great Reset” e verá como a psicopatia é deveras perigosa. Daí ao transumanismo (pesquise também) é um passo na constante perseguição do Santo Graal, a vida eterna, a transcendência, deles, claro, enquanto seres “escolhidos”. Leia e verifique por si, como o gado que somos todos nós está a ser manipulado e enviado para o “matadouro” para que uns quantos arrogantes achem por bem praticar a eugenia, repetindo o holocausto de Hitler, não de judeus somente mas, de 7 biliões de humanos. Leia, pesquise, eduque-se (Bill Gates e as fundações/Indústrias que financia, que acções detém, onde) e verá onde chega o narcisismo de cerca de 30 famílias poderosas. Verá também quem financia a Organização Mundial de Saúde e até como a geoengenharia climática e ambiental está também associada. A agricultura, as patentes de sementes e animais e o total monopólio. Enfim, as pistas estão todas aqui e não são teorias de conspiração são factos. Deixo um FACTO (há muitos mais) que é deveras inacreditável, com patente registada pela MICROSOFT, cujas vacinas e respectivos “sistemas operavtivos” serão imprescindíveis:
      https://patents.google.com/patent/WO2020060606A1/en
      https://patentimages.storage.googleapis.com/58/f5/bf/bf453d0035610f/WO2020060606A1.pdf

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de email não será publicado.

    Seguir

    Recebe os novos artigos no teu email

    Junta-te a outros seguidores: