29 de Maio de 2013 archive

Os Serviços Mínimos na RTP1

Que foi recusada pelos sindicatos e será agora decidia por um colégio arbitral até dia 12 de Junho.

 

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=yziwVmnhDKc]

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2013/05/os-servicos-minimos-na-rtp1/

Agora Percebi Aquilo Do PIB

… que o António Mexia se referia.

Talvez  o estado de euforia tivesse efeitos positivos no estado de alma deste senhor e desta forma os cortes fossem menores.

 Vítor Gaspar pede “simpatia pelas difíceis semanas” que tem vivido “como adepto do Benfica”

 

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=7qWem8uD3WE]

 

Aqui fica a minha solidariedade simpática com o senhor ministro.

 
[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=G0G0DqFmjoY]

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2013/05/agora-percebi-aquilo-do-pib/

Era de Prever

Ministério da Educação e sindicatos sem acordo

 

O Ministério da Educação e os sindicatos de professores não se entenderam sobre o agendamento de serviços mínimos para a greve geral convocada para 17 de Junho, dia em que começam os exames nacionais do Ensino Secundário.

 

O insucesso nas negociações foi confirmado esta tarde pelo líder da Federação Nacional de Educação, João Dias da Silva, à saída da reunião promovida pela Direção Geral da Administração e Emprego Público.

A decisão será agora tomada por um colégio arbitral, composto por três elementos: um magistrado, que presidirá, um representante do Ministério e um dos sindicatos. O colégio tem até 12 de junho, cinco dias antes das provas, para decidir se há lugar a serviços mínimos e os termos em que estes terão de ser assegurados.

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2013/05/era-de-prever/

Espero Que Não Passe de Boato

E que coisas deste género não ocorram em nenhuma escola, mas se conhecerem situações idênticas podem-nas descrever na caixa de comentários.

 

 

Bom dia,
Aqui na Escola corre o boato que mesmo em greve o Diretor poderá convocar os docentes grevistas para cumprirem a greve presencialmente na Escola. Se não o fizerem terão falta injustificada.
Fiquei escandalizada com a possibilidade do boato passar a ser real. Isso é possível?
Na minha perspetiva não o será.
Questiono se os diretores de tudo farão para agradar o ministério e atropelarão a lei e ameaçarão os colegas.
Sei de escolas que em anos anteriores passaram uma folha para questionar quem seriam os docentes a fazerem greve e obrigaram os docentes a assiná-la. Posteriormente a lista foi divulgada, o que são ilegalidades.
Por isso, quem nos protege?
Obrigada.

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2013/05/espero-que-nao-passe-d-boato/

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores:

x
Gosta do Blog