Abril 2013 archive

A Música do Blog

Porque hoje é dia 30 e faltam apenas 30 dias para o concerto no Porto.

 

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=xCxHvNl9MmQ]

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2013/04/a-musica-do-blog-16/

Documento de Estratégia Orçamental 2013-2017

clicar na imagem para aceder ao documento em pdf.

 

Deo20132017

Como amanhã devo passar mais de 8 horas num autocarro vou ter tempo para o decorar.

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2013/04/documento-de-estrategia-orcamental-2013-2017/

Corte de 4700 Mil Milhões Entre 2014 e 2016

… é o que está a passar em rodapé na SICN.

Já percebemos que o governo faz cortes para além da Troika, agora ficamos a saber que também faz cortes para além do limite da sua governação que termina em 2015.

E andamos nisto.

 

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2013/04/corte-de-4700-mil-milhoes-entre-2014-e-2016/

Mais Uma “Agregação”

Tutela do IEFP será partilhada com Ministério da Educação

 

 

A tutela do Instituto do Emprego e Formação Profissional deverá ser partilhada entre os ministérios da Economia e da Educação, afirmou hoje Álvaro Santos Pereira.

Esta partilha de responsabilidades deverá ocorrer apenas na área de formação profissional para jovens.

Falando na comissão parlamentar do Trabalho, Santos Pereira sublinhou a importância do ensino dual e referiu várias medidas contidas na nova estratégia para o Crescimento, apresentada recentemente. Entre as medidas, consta o cheque-formação que, de acordo com o acordo tripartido assinado em Janeiro de 2012, já devia ter chegado ao terreno.

Memorando para o crescimento é sinal para o Mundo Santos Pereira afirmou que este “memorando” para o crescimento é o primeiro a nível europeu, acrescentando que é um “sinal” que Portugal está a dar ao mundo.

O ministro reforçou que as empresas portuguesas são as mais endividadas da Europa e que é preciso actuar a esse nível. O documento será discutido com os partidos políticos e com os parceiros sociais.

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2013/04/mais-uma-agregacao/

Sobre a 1ª Prioridade no Concurso Interno

Não vejo em parte alguma do manual de validação qualquer referência a esse campo, o que não deixa de ser estranho.

Acho que ainda devem andar à procura de uma resposta legal que justifique não atribuir essa prioridade aos docentes das escolas agregadas que se encontram no limite das vagas negativas da portaria.

Se calhar até vou concorrer só por isso. 😀

 

 

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2013/04/sobre-a-1a-prioridade-no-concurso-interno-2/

Durou Pouco

… a oferta de Peniche.

Só não percebo como estas coisas passam pela “validação”, ou melhor, percebo, ninguém lê os critérios.

 

Data: Tue, 30 Apr 2013 15:23:33 +0100

De: “Maria João Nunes (DGEstE-DSRLVT)” <xxxxxxxx@dgeste.mec.pt>

Assunto: RE: Contratação de escola (adenda)    Para: xxxxxx@portugalmail.pt

 

Exmo. Sr.

 

Contactada a Direção do Agrupamento de Escolas de Peniche, informa-se que o concurso em apreço foi anulado, tendo já sido validado um novo pedido.

 

 

Com os melhores cumprimentos,

 

Maria João Nunes

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2013/04/durou-pouco/

Alguém me Explique

Como é possível a aplicação de validação de candidaturas perguntar se há lugar à recuperação automática de vaga caso o docente QA/QE seja colocado noutro quadro ou transferido de grupo de recrutamento?

Porque podem concorrer numa escola 20 professores e as vagas negativas serem uma ou duas. E nesse caso a escola como vai adivinhar quem é o professor que pode sair para dizer que a vaga dele é recuperada?

Parece-me que a acrescer às vagas negativas o que se pretende é que também não exista recuperação de vagas.

 

 

recuperação

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2013/04/alguem-me-explique/

Validação da Candidatura Eletrónica

Entre o dia 29 de Abril e o dia 9 de Maio encontra-se aberta para as entidades de validação a aplicação para a validação da candidatura eletrónica.

 

Manual de Instruções – Validação da Candidatura Eletrónica _ Concurso Nacional 2013

 

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2013/04/validacao-da-candidatura-eletronica/

Posição da APPELE sobre as Vagas de Espanhol

…bem como das habilitações para a docência que já foram também tratadas aqui no blog.

 

201304-001_Concursos 2013_Página_1 201304-001_Concursos 2013_Página_2

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2013/04/posicao-da-appele-sobre-as-vagas-de-espanhol/

Reserva de Recrutamento 31

Publicadas no dia de ontem.

Colocados

Não Colocados

Retirados

 

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2013/04/reserva-de-recrutamento-31/

Anular Total ou Parcialmente a Candidatura

Se até ao concurso do ano passado era possível anular algumas preferências manifestadas, desta vez a anulação parcial do concurso apenas permite a anulação de um grupo de recrutamento na sua totalidade e a anulação total da candidatura a anulação de todo o concurso.

Por isso, se pretendem vir a anular preferências numa fase posterior ficam a saber que não vão conseguir. Tendo em conta o que tenho dito sobre este concurso também isto não terá grande importância, mas ficam já avisados para o concurso da mobilidade interna e da manifestação de preferências para a contratação que deve ocorrer em Julho.

Já foi assim em Julho do ano passado, conforme se confirma neste, neste e neste post.

 

 

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2013/04/anular-total-ou-parcialmente-a-candidatura/

Com um Crato Manso

… até podiam cortar 100% na Educação que ele continuava com o discurso de fazer mais com menos.

 

 

Educação e Saúde são áreas na mira dos cortes do Governo

 

 

E como foi ontem anunciado que só serão conhecidas algumas das medidas do Documento de Estratégia Orçamental (DEO) na próxima sexta-feira isto fará com que os candidatos da 2ª slot possam concorrer em vantagem sobre os que terminam o prazo de candidatura na próxima sexta-feira.

Parece que não, mas este pormenor pode ter uma enorme vantagem.

 

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2013/04/com-um-crato-manso/

A Questão da ADD nos Docentes Contratados

Que sendo apenas um pormenor não deixa de fazer sentido a questão que o Luís coloca.

Mas como os efeitos da avaliação nos contratados só tem implicações a partir de duas menções consecutivas de insuficiente, acredito que quem faz este concurso pouco se importe com estes pequenos pormenores.

 

 

Depois de ter estado quase 1h à espera que me atendessem o tel. no CAT… e, ninguém soube “ajudar-me”/esclarecer-me, pedindo-me que recorresse ao” e-concurso” (que só depois de o utilizar percebi que só posso colocar uma questão por dia e estou limitado a 500 caracteres… absurdo!)

E a resposta que me deram foi: “Boa tarde. Se nunca foi avaliado no âmbito do Estatuto da Carreira Docente terá de selecionar Não.”
A minha questão é em relação ao quadro:

add

No meu caso, nunca fui avaliado… (sou licenciado desde de 2008 mas, só consegui dar algumas aulas nas AEC).

Uma vez que o que está em questão é se fui avaliado com uma nota igual ou superior a BOM?
Ao responder, não! Estou a assumir que fui avaliado com uma nota inferior a bom! (O que não faz sentido nenhum!)

É óbvio que quem elaborou a aplicação não pensou nestes casos… o que não deixa de ser lamentável… não sei o trabalho que dá… mas, o que deviam fazer… era alterar esse campo na aplicação… e não, estarem a dizer aos professores para fazerem escolhas que não são verdadeiras…

Parece que o objetivo desta questão é apenas a atribuição da bonificação de 1 ponto a quem responde, sim. Mas, na prática não é só isso que vai acontecer, uma vez que nas futuras listas, serão distinguidos os professores que responderam “SIM” dos que responderam “NÃO”, ou seja, quem foi avaliado com “regular” ou “insuficiente”… e quem não foi avaliado…… não terá distinção… peço desculpa mas, não consigo concordar com isso…   🙁

A minha dúvida é se no futuro… quando tentar concorrer a uma oferta de escola… se não poderei ser “prejudicado” ao responder, não?

Luis Miguel Guerreiro

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2013/04/a-questao-da-add-nos-docentes-contratados/

É impossível cortar mais na Educação sem ferir o sistema

Diz Roberto Carneiro, ao Jornal SOL.

É impossível cortar mais na Educação sem ferir o sistema

 

 

O ex-ministro da Educação Roberto Carneiro diz ser impossível fazer mais cortes na Educação sem provocar “feridas profundas” no sistema e considera que chamar as famílias a comparticipar directamente o ensino obrigatório abriria mais uma guerra constitucional.

“Dez por cento do orçamento do Ministério da Educação e Ciência (MEC) é para investimento e nisso não se pode tocar. O investimento é mínimo”, disse à agência Lusa, acrescentando que os restantes 90 por cento asseguram despesas com pessoal.

Para Roberto Carneiro, só seria possível cortar 500 a 600 milhões em pessoal ou salários.

Mas à questão se ainda há pessoal dispensável nas escolas, responde que não: “Já foi feita uma tal razia nos últimos anos!”.

Entre aposentações e contratados a prazo terão saído do sistema cerca de 30 mil professores, estima, recordando que as turmas já passaram para 29/30 alunos por professor.

“Pode haver uma gordurazita aqui ou acolá, mas é preciso cortar gordura, não se pode cortar músculo. A cortar músculo o sistema morre de incapacidade de se aguentar”, adverte.

O ex-governante independente de Cavaco Silva (1987-91) crê que, se o MEC tiver de cortar mais 500 a 600 milhões de euros, ficará “muito mal”.

“Não vejo que seja possível fazer o sistema funcionar bem dessa maneira”, sublinhou.

Roberto Carneiro defende que o país precisa de investir na Educação, até porque, apesar dos progressos alcançados nos últimos anos, continua a ter uma das mais baixas taxas de escolarização de toda a Europa.

“É preciso levar os miúdos até ao secundário e bem. Não vejo grandes possibilidades de cortar aí sem provocar profundas feridas e lesões no sistema”, declarou.

O especialista não vê margem para uma maior comparticipação das famílias no ensino obrigatório através da introdução de propinas ou qualquer outra taxa: “Acho que isso é inconstitucional. O básico e secundário é gratuito e universal para todos, como está na Constituição. Não vejo que seja possível fazer outra guerra constitucional. Se o Governo quiser fazer essa guerra, acho que a perde”.

Da mesma forma, acredita que nem os professores nem os pais aceitariam turmas maiores e mais horas de aulas para os docentes.

Sobre o ensino dual, frisou – à semelhança de outros especialistas – que Portugal não tem a cultura nem o tecido empresarial da Alemanha ou da Suíça, em que as empresas “participam fortemente” neste sistema de via profissional.

Em Portugal, referiu, “não é fácil por as empresas a participar, a pagar”.

“Normalmente querem receber dinheiro para receber alunos do ensino dual”, disse, sublinhando: “O nosso tecido empresarial é sobretudo de mini e microempresas. Estão com a corda na garganta”.

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2013/04/e-impossivel-cortar-mais-na-educacao-sem-ferir-o-sistema/

Load more

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores: