Violência escolar. Uma via é responsabilizar os pais

 

A “coisa” foi debatida há 12 anos….
Não deixei de ser um “esquerdalho”, como me chamam agora, mas sólido e assumido. Alguns que nem sabem o que são, por ter proposto isto, atiraram-me com suposta incoerência com os ideais de esquerda.
Da mesma forma, não me comovi por ser insultado de “Salazarista” ao propor.
Um ilustre oposicionista de antes de 74 ensinou-me que devo medir as injúrias pela fonte e que, em matérias de punição, não há sistema mais legitimado que uma democracia.

O que li, ontem, sobre uma escola de Ponte de Sôr e, hoje, sobre uma escola da Amadora (espero que, pelo menos, as unhas arrancadas fossem de gel….) fez-me pensar que temos de voltar a estes assuntos e lembrou-me como o debate politiqueiro no parlamento desvirtuou uma abordagem simples:

– se alunos menores fazem disparates nas escolas, não deve haver ação e pressão incisiva junto dos pais?

Para os que me quiserem colar à direita por dizer isto, só respondo: não há ideia mais de esquerda que defender uma escola pública em que todos aprendem em paz e sossego e que, por isso, supera o clima que as envolve em certas ruas ou famílias e eleva o espírito dos que só tenham paz nela.

Educação: Petição pela responsabilização dos pais

Luís S.. Braga

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2021/05/violencia-escolar-uma-via-e-responsabilizar-os-pais/

16 comentários

Passar directamente para o formulário dos comentários,

    • Falar verdade on 11 de Maio de 2021 at 14:14
    • Responder

    Os da Amadora não são propriamente menores e já respondem por crime!
    Mas os Pais/EE que entram na escola por tudo e por nada, neste caso deveriam de ser chamados à responsabilidade.

  1. Isso é que era. Responsabilizar os EE, cortar abonos e outros subsídios como consequência da falta de respeito dos alunos e EE/pais para com a Escola e todos aqueles que a frequentam (professores, alunos, auxiliares), material, mobiliário. Mas há debates sérios e medidas mais que necessárias que não são tomadas…

      • fernandasobralinho on 11 de Maio de 2021 at 19:25
      • Responder

      A questão não é essa. Basta ler o artigo 44.º, do Estatuto do Aluno, que estão lá previstas perdas de subsídios e aplicação de coimas…
      A questão é saber-se quantas escolas levam isso para a frente (independentemente se outras entidades dão sequência ou não ao processo)…

    • P.da Silva on 11 de Maio de 2021 at 16:32
    • Responder

    A impunidade , neste país, anda há solta em tenra idade. Quando chegam a adultos é o que se vê. Não há aprendizagem sem disciplina. Disciplina não é castigar, é saber – estar, saber – ser, sabe-respeitar o trabalho do professor e o querer aprender-saber dos outros colegas. O que temos é muita falta de educação, onde falta o essencial dos valores. Estamos, sim já estamos num país em que membros do governo dizem barbaridades, são mal educados e achamos tudo bem normal. Com exemplos destes, estamos à espera de quê?! Um país em morte lenta…
    Responsabilizar os pais é o mínimo. Responsabilizem o “dono” da escola, pois a segurança no trabalho, e na aprendizagem, digo eu, é um direito constitucional. Mas os tiranetes das lideranças estão condicionados à contagem aritmética do conselho geral.
    A escola pública não é da esquerda, por muito que a reclamem, é da Democracia. No entanto, têm sido governos, não da esquerda verdadeira e dos valores democráticos, mas de autentica “esquerdalhada que a têm destruído em lenta agonia. Os professores da escola pública sabem disso…
    Por isso, nada admira que Portugal seja um país a saque onde a impunidade é garantida …por Lei(s) e tribunais!

      • MagOO on 12 de Maio de 2021 at 16:05
      • Responder

      Impunidade à solta e vinda de cima: Socrates, Cabrita, Galamba…etc etc etc

  2. Estou totalmente de acordo! É preciso fazer-se (legislar) alguma coisa para se alterar esta bandalheira desregrada, em defesa da escola pública, que é de todos e não apenas dos sem regras e selvagens!

  3. para diretores e ME interessa é aplicar o decreto lei 54 e 55

    o resto sao penauts ….

    • Maria Clara Guerreiro de Matos on 11 de Maio de 2021 at 17:18
    • Responder

    Mas saiu uma lei que torna todos os menores, a partir dos 12 anos, imputáveis pelos crimes que cometem! E que defende a denúncia por parte de toda a comunidade escolar!

  4. Obrigar as crianças a estudar até aos 18 dá nisto. No Alentejo há muita pinha e azeitona para apanhar. … O Amorim também precisa de quem cuide da cortiça. E a Compal precisa de mao de obra para o tomate. Estão à espera do quê então? Cá se fazem cá se pagam. Antigamente não havia problemas destes e os jovens eram muito mais felizes a trabalhar nas obras e no campo. A culpa foi do Sócrates!

      • Manguito on 12 de Maio de 2021 at 16:12
      • Responder

      Escolaridade obrigatória até aos 18 nestes moldes? Sim, foi outro grande erro!

    • Sandra on 11 de Maio de 2021 at 18:45
    • Responder

    Assino por baixo!

  5. Urge legislar e aplicar medidas sancionarias aos pais. O que se passa dentro da escola é muito grave, Neste momento vivesse momentos muito duros de indisciplina dentro da escola. Por favor, não abandonem a escola pública. Tomem medidas concretas, agilizem os processos de indisciplina.

  6. Parabéns ao diretor da Escola Seomara da Costa Primo – 12 dias de suspensão. Agiu na hora. Precisamos de mais diretores como este que decidem na hora e não arrastam as situações.

  7. Desde que entraram os psicólogos nas tvs e nas escolas não se pode evoluir para nada! Tudo tem desculpa, mesmo o ato mais grotesco, só se tem direitos e nada de deveres!
    Ainda no ano passado tive um aluno que teve de mudar de escola porque batia em tudo desde miúdos do 5ºano até ao 12º. E nada…zero…batia na mãe, completamente doido e a toda hora coitadinho. Eu cheguei a dizer ao diretor se lá tivesse um filho a estudar não estava descansado…enfim! Foi preciso bater numa cigana para amansar e ser mudada para escola incógnita

      • MagOO on 12 de Maio de 2021 at 16:10
      • Responder

      Os psicólogos, esses especialistas em coitadinhismo destruidores da escola e da perseverança do trabalho.
      Psicologia/ Senso Comum! Ciência? Não.

    • MagOO on 12 de Maio de 2021 at 16:11
    • Responder

    Os psicólogos, esses especialistas em coitadinhismo destruidores da escola e da perseverança do trabalho.
    Psicologia/ Senso Comum! Ciência? Não.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores: