O Último da Lista do 110 Foi Hoje Colocado

Se dúvidas houvesse sobre a falta de professores nas listas de candidatos às necessidades transitórias elas ficaram hoje desfeitas porque pela primeira vez, desde que tenha conhecimento, o último candidato da enorme lista do grupo 110 – 1.º Ciclo foi hoje colocado em horário Completo e Temporário no Agrupamento de Escolas Braamcamp Freire (Concelho de Odivelas).

 

 

 

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2021/05/o-ultimo-da-lista-do-110-foi-hoje-colocado/

34 comentários

Passar directamente para o formulário dos comentários,

    • Pedro Silva on 7 de Maio de 2021 at 21:42
    • Responder

    Sem certeza, mas acho que o último da lista foi colocado na RR22 no GR 210….
    No entanto hoje sim, foi colocada a antepenúltima da lista no 110.
    Independentemente de tudo, é grave! Isto significa que há agrupamentos a pedir horários à extensa lista de 110 e não haver professores disponíveis para certos AE e certas zonas do país.
    Ao que isto chegou….. Ainda falta maior parte do mês de maio, o extenso junho e alguns dias de JULHO!
    Onde estão os “experts” da matéria que diziam que os professores ganhavam bem e tinham 3 meses de férias? Um emprego desses deve ter muitos candidatos no ensino superior (ou não!). Pois …os alunos são os que estão na primeira fila, diariamente, a ver quão bom é ser professor….e então seguem a profissão (ou não!).

    Segunda feira quanto alguns EE deixarem os seus educandos à porta de algumas EB1’s vão ouvir a AO dizer “ainda não há professor para o seu educando” “já não há ninguém disponível” ou “o AE já pediu ao ME, mas o ME não arranja ninguém”. Aí sim, alguns EE que não davam valor ao professor vão começar a meter a viola ao saco. Para outros é indiferente, despejam os filhos na escola e alguém há-de tomar conta. Tenho pena de muitos EE que sempre foram corretos com os professores….mas é vida…..iremos colher os frutos que sucessivos governos plantaram….

    Isto é apenas o começo….cada ano será pior …
    Nem quero imaginar se o ME toma uma medida drástica relacionado com a MI….

    1. Falta dizer que a aparente escassez se fica a dever ao número escandaloso de professores primários que metem atestado – médico.
      Consultem as RR semanais e darão conta desse escândalo. À custa dos contribuintes e com a complacência do governo .

        • Pedro Silva on 8 de Maio de 2021 at 7:36
        • Responder

        Se os “professores primários” metem atestado em grande número por algum motivo é. É necessário perceber este fenómeno! Temos de ir à raíz do problema…. certamente não combinaram todos meterem atestado.

        Quanto a ser um escândalo…permita-me discordar! Escândalo são as juntas médicas que mandam “professores primários” (como diz) trabalhar ao fim de 3 de semanas após uma operação à coluna ou que mandam professores com cancro trabalhar que mal caminham…. Falo por conhecimento de causa e não pelo que ouço aqui ou ali.

        Quando dá jeito, os médicos são uns porreiros e até passam umas declarações bem escritas para o o professor entrar em mobilidade da zona sul para norte. Quando passam atestados aos professores “primários” a colega acha que é um escândalo……….

        Sendo à custa dos contribuintes portugueses? Sim é verdade….todas as pessoas, sendo professores, trabalhadores das fábricas ou outra profissão qualquer quando estão de atestado é sempre à custa dos contribuintes e também do próprio contribuiente que, em alguns casos, descontou durante 20/30/40 anos algumas centenas de euros mensais.

        Em relação à complacência do governo…nota-se que fala sem conhecimento de causa. No QZP7 os professores estão a ser mandandos todos trabalhar quando são chamados a junta médica…

        Por favor, reze para nunca precisar de um atestado médico para não fazer parte desse “número escandaloso”. Obviamente ninguém quer que o governo tenha “complacência” consigo.

          • maria on 8 de Maio de 2021 at 7:56

          ” no qzp7 são mandados TODOS trabalhar quando se apresentam à junta médica”.

          Ora cá está ! Ora vê ? É porque eram atestados fraudulentos! Daí chamar escandaloso ao des-pro-por-ci-o-na-do número de atestados que todas as semanas figuram nas listas RR.
          Neste momento, no total, já foram largamente ultrapassados os dois milhares . Quanto custa isto ao Estado?
          Os professores primários são conhecidos por nunca estarem contentes com nada, pese terem um vencimento igual (ou superior) a um professor do liceu.

        • Pedro Silva on 8 de Maio de 2021 at 13:08
        • Responder

        Ahhhh eu vi logo! Isso é inveja dos professores do110….se calhar a colega quer trabalhar as mesmas horitas por semana que os colegas do 110…..🤣

      1. Professores Primários e Professores do Liceu? A senhora parou em 1973?

      • Maria Belo on 8 de Maio de 2021 at 10:57
      • Responder

      Não faltam professores na lista. Querem é todos uma escola ao lado de casa, quando toca a sair da terra, metem atestado. Quem não se lembra do escândalo dos atestados de Bragança?
      Nem todos estão para se sacrificarem a andar de mochila às costas (incluindo ilhas) para ter lugar. Depois os profissionais dos atestados ficam chocados por serem ultrapassados.
      Sejam profissionais!

        • Pedro Silva on 8 de Maio de 2021 at 18:37
        • Responder

        Sim…estou a pensar fazer um crédito…tipo para trabalhar em Lisboa.
        Recebo 1150€ a dar aulas em Lisboa.
        Continuo a pagar a minha casa no norte. Transporte…. alimentação…. luz, água…. gás….
        Ahhhh e habitação em Lisboa (mas é barato!!!!)….
        Estou mesmo a pensar em pagar para trabalhar!!!!

        O mais comum continua a ser professores a irem trabalhar para o mercado ao lado de casa…o ordenado mínimo caminha a passos largos para o salário base dos professores… portanto o que será melhor? Ver os filhos crescer e ganhar o ordenado mínimo ao lado casa, ou sonhar com uma carreira, pagar para trabalhar e pensar (sonhar) que um dia algum governo compense o esforço???

  1. Onde anda o Pardal?

    • Maria vieira on 8 de Maio de 2021 at 0:19
    • Responder

    Quem semeia ventos colhe tempestades. O balde bateu no fundo… NÃO HÁ PROFESSORES PARA AS SUBSTITUIÇÕES ah ah ah é beeeeemmmmmm feeeeiiitoooo para os desentendidos (alguns pais ( que deram ouvidos ao crato a maria lerda Rodrigues ao socratino e a este desgoverno ps

  2. Se não há professores a Doutora Maria de Lurdes que dê as aulas. Ou então vão buscar professores ao Brasil, pois creio que um secretário de estado de então falou sobre essa possibilidade. Mas esses senhores agora estão caladinhos.

    • professor karamba on 8 de Maio de 2021 at 11:38
    • Responder

    .
    Isto é um ESCANDALO que devia ser alvo de Investigação por parte da IGEC e das Juntas Médicas.

    Como diz e bem a “maria” os professoras primárias metem Baixa Médica aos milhares para laurear a pevide. Isto é uma VERGONHA e um Roubo aos CONTRIBUINTES.

    As Baixas Fraudulentas deviam dar direito a Procedimento Disciplinar e suspensão por um ano com corte total de Vencimento para acabar de vez com o Forrobodó das BAIXAS MÉDICAS.

    Não Há Falta de Professores….bem pelo contrário, há sim Excesso de Professores.

    É um ESCANDALO o que se passa no Sistema Publico de Ensino com as Baixas Fraudulentas.

    O que temos em Portugal é cerca de 30.000 professores contratados (diga-se DESEMPREGADOS) que andam a Tapar Buracos de BAIXAS MÉDICAS FRAUDULENTAS…..Façam as contas e vejam o Roubo aos Cofre Publicos (digo, CONTRIBUINTES). Escusam de vir para aqui lançar areia para os olhos do Povo, porque toda a gente sabe que não há falta nenhuma de gente para dar aulas (digo, professores).

    Tenham VERGONHA…..não atirem areia para os olhos de ninguêm e combatam a FRAUDE que se passa na dita Escola Pública.
    .

      • Pedro Silva on 8 de Maio de 2021 at 11:54
      • Responder

      Procedimento disciplinar a quem? Aos professores ou aos médicos? 🤣
      Já agora atacam as baixas fraudulentas….e a mobilidade fraudulenta? Ahhhh isso é um direito!!!!!!

      • Fernando, el peligroso de kas verdades. on 8 de Maio de 2021 at 14:41
      • Responder

      Olá Professor Karamba! Então agora disfarçado com Karamba?
      Por mais que mude de nome, você não escapa pois é o Atento Pintelko.
      Então, hoje já bem aviadinho logo pela manhã? A sardoada correu a preceito?

    1. Este Pardal consegue ser “professor Karamba”, Ana Quinas … Tenho pena que continue a destilar ódio contra os docentes e pense que estes não contribuem e muito com os seus impostos! Tenho pena que só saiba fazer “cópias ” dos seus comentários, parecendo um “disco riscado”. Tenho pena que não se lembre de quem o ensinou a ler, escrever…pensar. Tenho pena de quem foi seu professor e se tivesse sido meu aluno eu tinha vergonha!

    2. Se há falta de professores porque não abrem vagas do quadro de escola? Andam a guardar as vagas?

  3. Há que analisar seriamente a questão de falta de professores. Nem todos podem pagar uma renda em Lisboa, sobretudo se têm filhos e uma casa para pagar, e, portanto, não concorrem para zonas como Lisboa. O ME têm que ter em consideração que há vantagens, nas desvantagens , de ser contratado: os professores podem fazer escolhas e, essas escolhas estão à vista! Contudo, a par disto, há classes profissionais que têm subsídios para ir trabalhar para certas localidades! Porque será????

  4. Há que analisar seriamente a questão de falta de professores. Nem todos podem pagar uma renda em Lisboa, sobretudo se têm filhos e uma casa para pagar, e, portanto, não concorrem para zonas como Lisboa. O ME têm que ter em consideração que há vantagens, nas desvantagens , de ser contratado: os professores podem fazer escolhas e, essas escolhas estão à vista! Contudo, a par disto, há classes profissionais que têm subsídios para ir trabalhar para certas localidades! Porque será????

    • Mayor de Fezes de Arriba on 8 de Maio de 2021 at 13:50
    • Responder

    La revancha del Tango!
    Quiren ustedes que los mayores con sus pelos grisos y cabeza estropiada de ensignança à generations de boomers carguen com muchilas a sus espaldas lhenas de escoliosis?
    Vengam los brasileños con sus cursitos por correspondência muy pareciditos con los de las ESEs!
    Mas respecho por los mayores, siñores!

    1. Falem com a Doutora Maria de Lurdes Rodrigues e os pais que ela ganhou lá por 2009. Eles que tratem de dar as aulas. Nem sei como é que com tantas férias, um horário tão pequeno e os salários milionários, os jovens não ambicionam ser professores. Pode ser que os papás destes jovens desatentos, que não conseguem ver como ser prof. é tão bom, deixem os seus trabalhos de “merda” e venham ensinar as novas gerações. Ficam a ganhar bem, como muitas férias e ainda podem meter umas baixas fraudulentas. Ou continuarão a preferir os seus trabalhos de “merda” e a invejar o dos professores? As Marias e os Karambas estão à espera de quê? As escolas esperam por vós.

      1. À custa dos maus tratos de alunos, pais, diretores, políticos e pseudo empreendedores que fogem aos impostos e que acham que ensinar não contribui para o PIB!

    • Mariana on 8 de Maio de 2021 at 14:15
    • Responder

    Estou farta deste país e destes colegas fascistas. Vão para o diabo que os carregue! Já ninguém pode ter família, nem opções de vida. Escravizar a classe é a palavra de ordem. E a ordem vem de dentro. Estou incrédula! Triste nação que caminhas novamente para a perdição!

      • Ana Quinas on 8 de Maio de 2021 at 15:17
      • Responder

      Neste País não temos Fascismo, temos pseudo-xuxalismo podre com um cheiro nauseabundo.

      Minha cara os professores vivem do Orçamento de Estado que por sua vez se alimenta do dinheiro dos CONTRIBUINTES e dos IMPOSTOS cobrados a todo o setor privado.

      Não é correto andarem a CHULAR aqueles que geram riqueza no País e pagam IMPOSTOS para alimentar uma Função Publica onde abundam as BAIXAS FRAUDULENTAS. De todo este ESCANDALO os professores são um dos grupos onde a FRAUDE ABUNDA.

      Dizer que há falta de professores é atirar areia para os olhos dos que andam a dormir de pé.

      Toda agente sabe que Não Há Qualquer Falta de Professores….

      O que Há é uma Falta de Vergonha no focinho de Muitos Professores.

      Todos os Anos mais de 11.000 Baixas Médicas…

      Todos os Anos cerca de 30.000 professores que andam aos caidos…flutuam entre substituir uns meses os Sem Vergonha que metem Baixa e o Subsidio de Desemprego. Ou seja, os CONTRIBUINTES pagam este NOJO….

        • Maria Oliveira on 8 de Maio de 2021 at 17:20
        • Responder

        Se calhar seria melhor investir na sua formação, pela forma como escreve e o que diz ( sem sentido) são indicadores dessa urgência em estudar. E também pelo ódio e rancor com que se tenta expressar.
        Minha senhora ou senhor, não o vou aborrecer com grandes explicações, até porque acho que demoraria a entender; os professores, tal como todos os profissionais de outros setores do Estado, pagam impostos: diretos por via do rendimento e indiretos por via do consumo. Olhe, estude!

          • Ana Quinas on 8 de Maio de 2021 at 18:27

          carissima colega Maria das Oliveiras

          diz que eu devo estudar e tem toda a razão….talvez estudar o FENÓMENO das “Mais de 11.000 Baixas Médicas Anuais” dadas pelos professores da escola pública.

          Tem razão!…isto é um caso de estudo.

          Registe nos seus poucos neurónios que quem Produz Riqueza é o Setor Privado.
          No dia em que o Setor Privado parar não há Orçamento de Estado, isto é, dinheiro para a Saude Pública, Justiça, Segurança Interna, Educação Pública… Entendeu? ou deseja que lhe faça um desenho?

          Quem paga os Salários da Função Pública é o Orçamento de Estado através dos diferentes IMPOSTOS que cobra a quem gera Riqueza no País, quer através da produção de bens e serviços para o mercado interno, como para Exportação.

          Os cerca de 100.000 professores da Escola Pública e os 30.000 (professores desempregados/contratados/Tapa Buracos de Baixas Médicas Fraudulentas) são pagos com o dinheiro dos CONTRIBUINTES.

        • Maria Oliveira on 8 de Maio de 2021 at 22:39
        • Responder

        Não sou seguramente sua colega, caso contrário teria vergonha de tanta ignorância!
        Tenha calma, controle o colesterol e a ansiedade. Isso sim é importante. Respire fundo e olhe, estude!
        Nordhaus e Samuelson explicam-lhe melhor essa visão torta, imbecil e profundamente ignoraste que tem da economia. Como vê, o exame da 4a classe não chega!
        Vá, não a volto a incomodar. Não se enerve e aproveite melhor o seu tempo, por exemplo a ler!

          • Fernando, el peligroso de las verdades. on 9 de Maio de 2021 at 23:38

          Olha, vai tocar punheka ao padre!

      1. Claro o privado é que sustenta o país🤣🤣🤣🤣
        O bes, bpn, bpp e banif “sustentaram”, até agora(!!!!) o país com mais de 30 mil milhões de euros!!!!!!
        Dava para pagar aos professores (todos) mais de 30 anos!!!!
        Ah! Grandes contribuintes privados!
        Uns falsificam as contas para não pagarem impostos, outros roubam diretamente. A culpa é do professor que ganha o salário mínimo e ainda tem de pagar impostos para dar aos privados!!!!!

  5. Não está certo, protesto!
    Quem envelhece não devia envelhecer.
    Quem adoece não devia adoecer.
    Quem está em idade de procriar não devia ter rebentos.
    Quem gosta de mochila às costas não devia impedir ninguém de andar.
    Quem dirige há décadas devia ir para a sala de aula.
    Quem resmunga devia ter rolha na boca.
    Quem gosta de ensinar só devia gostar de fazer teatro.
    Quem gosta de criar só devia obedecer.
    Quem dá tareias a professores não devia parar.
    Quem legisla mal não devia parar de o fazer.
    Isto é uma missão, ser professor é um sacramento, ainda não perceberam?!

  6. Ana e se escrevesse menos por aqui e fosses trabalhar mais para seres melhor contribuinte? É essa a tua missão. Vai trabalhar e deixa-te de choramingar.

      • Mercadona on 9 de Maio de 2021 at 13:37
      • Responder

      Coitadita, nunca leu Keynes tão pouco!

  7. Ana Quinas e se deixasse de andar por aqui a escrever e fosse trabalhar. Trabalhe mais e acima de tudo melhor. Só assim poderá ser uma melhor contribuinte. Há pessoas que nasceram para isso, por isso trabalhe mais e escreva menos. Siga a sua missão…ser contribuinte. O país dos contribuintes agradece. Eu agradeço. Obrigado Ana. Se não fosse a senhora o que seria dos policias, militares, enfermeiros, médicos, juízes, procuradores, professores, auxiliares de educação e saúde, deputados, autarcas, ministros, funcionários das câmaras e do Estado, espiões, construtores de autoestradas e barragens, TAP, Novo Banco? Cumpra a sua missão. Trabalhe contribuinte.

    • Falcão on 9 de Maio de 2021 at 22:04
    • Responder

    Ana Quinas és uma rematada azémola! Então eu que sou professor e que em 33 anos de ensino só meti um atestado uma vez em toda a carreira e desconto todos os meses cerca de 1000 euros de impostos, tenho de ler as suas diarreias mentais??? Então eu que nunca fugi aos impostos, pois sou daqueles que mesmo que queira não pode fugir aos impostos, nem posso declarar que ganho 500 euros em lugar dos 5000 que ganho realmente, ou andar de Mercedes, Audi, Jaguar, Porsche, BMW e afins e depois ter os filhos com escalão da ASE, ou ter rendimentos (não declarados) e ir sacar mais algum ao RSI, eu que vejo tudo isto e pago 1000 euros de impostos todos os meses, tenho mesmo de ler as suas palavras fétidas e abjetas?
    Vá-se encher de moscas caralho!

    • Falcão on 9 de Maio de 2021 at 22:11
    • Responder

    Nunca pensei que escrever caralho por extenso, assim mesmo à bruta (foi a primeira vez na blogosfera) fosse tão libertador… soube mesmo bem o desabafo! Já posso ir agora mais descansado pensar onde vou passar os meus 3 meses de férias e rebentar com os larguíssimos milhares de euros que vou receber no mês de junho!
    Vai um copo à saúde das Ana Quinas deste lamaçal chamado Portugal (arre caralho que até já rimo e tudo), pois sou como pançudo que sou, tenho mais é de brindar à saúde dos que me pagam o salário, essa malta que cria toda a riqueza para eu andar a derreter por aí, sem produzir nada!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores: