PAN quer alunos do 12.º ano a fazer melhoria de nota em exames

As alterações excepcionais no regime de acesso ao ensino superior levam a que os alunos com o 12.º ano deixem de poder melhorar a nota interna nos exames e impõe que estas provas nacionais contem apenas para efeitos de ingresso na universidade, o que já motivou uma petição com mais de oito mil assinaturas. O PAN quer corrigir a “injustiça” e entregou um projecto de lei nesse sentido.

Download do documento (PDF, 120KB)

 

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2020/04/pan-quer-alunos-do-12-o-ano-a-fazer-melhoria-de-nota-em-exames/

5 comentários

Passar directamente para o formulário dos comentários,

    • Zaratrusta on 24 de Abril de 2020 at 20:36
    • Responder

    Aceitam-se palpites sobre quais serão os interessados em que o exame conte para melhoria de nota.
    Eis algumas opções:
    a) alunos de famílias carenciadas, sem acesso a internet e sem explicações
    b) alunos do ensino público sem explicações
    c) alunos do ensino público de famílias das classes média e média alta que ainda não deixaram de ter explicações
    d) alunos dos colégios privados

    Já agora: as universidades mandaram o governo dar uma curva, já não vai haver aulas presenciais e os exames do semestre irão ter várias hipóteses de realização. Haja tomates.

    • Costa on 24 de Abril de 2020 at 22:08
    • Responder

    Muitos colegas falam em adiar tudo para Setembro pensando que nessa altura será mais seguro, no entanto segundo muitos especialista será ainda mais perigoso a partir setembro/outubro com o aproximar do Inverno pode surgir uma segunda onda . Quanto menos infetados nesta primeira onda menor imunidade de grupo e maior probabilidade de sucesso de uma segunda onda no inverno. O importante em maio/junho /julho é cumprir as regras de segurança usar mascara , briseira , gel desinfetante, manter distãncia de 2 metros , diminuir turmas para metade e fazer poucas aulas no 11º e 12º apenas para tirar dúvidas e claro os exames (se necessário em ginásios ou espaços amplos )necessários para manter a justiça . A falta de exames seria o sonho so alunos dos colégios com notas infalcionadas passavam à frente dos alunos do público

      • Zaratrusta on 24 de Abril de 2020 at 23:01
      • Responder

      Estás mesmo a leste. “A falta de exames seria o sonho so alunos dos colégios com notas infalcionadas passavam à frente dos alunos do público”. E assim não passam? Quem são os alunos que frequentam esses colégios? Não serão os de famílias abastadas. Aqueles que mesmo neste período de confinamento nunca deixaram de ter aulas decentes. Aqueles com capacidade económica para ter bons explicadores.
      Daaaaa

    • Costa on 25 de Abril de 2020 at 0:42
    • Responder

    Posso concordar em parte, no entanto sem exames seria bem pior. Com os exames supostamente quem realmente sabe mais obtém melhor classificação. Mesmo sem aulas decentes os alunos do público interessados podem estudos autonomamente e obter boa nota no exame. Lembro-me quando fiz o 12º ano o meu prof de Matemática faltava imenso e os meus colegas diziam que não explicava bem , tive que me desenrascar sem explicações (não tinha dinheiro) estudei sozinho comprei livros preparação exame …e obtive a melhor nota da escola mais de 18,4 , e na nota interna só tive 16.

    • anaduarte on 26 de Abril de 2020 at 14:02
    • Responder

    Se a prioridade é a saúde, é lógico que terá de ser um número reduzido a fazer exame. Só mesmo quem precisa dele como prova de ingresso! Há injustiças? haverá certamente, mas a situação é extraoordinária! Não se vai conseguir agradar a gregos e a troianos… este ano, é mais importantes evitar contágios do que a a discussão de ser injusto ou não contar para a média interna, se colégios, ou escolas públicas inflacionam ou não….A situação é EXTRAOORDINáRIA! , a solução apresentada pelo governo parece ser a mais sensata… e é a primeira vez que os estou a elogiar!!! Nunca pensei! Sou professora , com duas filhas no secundário a fazer exames, uma gostaria de melhorar a nota interna a Físico-Química, mas paciência… em primeiro lugar a saúde! E nem sei se a deixarei ir fazer o exame para melhorar a nota de ingresso! Se não entrar este ano na faculdade, entra para o ano. O importante é que estejamos cá todos…Vida há só uma, anos letivos muitos…
    Se fosse eu ano normal, concordava a 100 por cento… até mais, sempre defendi exames a todas as disciplinas, até para evitar injustiças com notas internas inflacionadas (quer de públicas, quer privadas).

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores: