Ensino remoto “preferível” ao adiamento de calendário escolar

 

Formato presencial continua a ser preferível, mas se não for possível, o ensino remoto deve prevalecer ao adiamento do segundo período, pois iria alterar o calendário escolar, diz o presidente da ANDAEP.

Ensino remoto “preferível” ao adiamento de calendário escolar

Os alunos deverão regressar às aulas a 10 de janeiro, mas paira a incerteza sobre o que dirá o primeiro-ministro, António Costa a 5 de janeiro, quando fizer uma reavaliação das medidas de contenção. No entanto, para a Associação Nacional de Diretores de Agrupamentos de Escolas Públicas (ANDAEP) é preferível o ensino remoto ao adiamento do calendário escolar, mas com o ensino presencial a continuar a ser a primeira opção.

“Estamos na expectativa de perceber se vamos arrancar o segundo período presencialmente no dia 10 de janeiro ou se irá haver outra atitude tendo em conta o evoluir da situação pandémica”, disse Filinto Lima, o presidente da ANDAEP, ao Jornal Económico. Para a ANDAEP, “não faz sentido os alunos ficarem em casa mais uma semana ou mais 15 dias”.

Segundo Filinto Lima, “dar mais uma semana de pausa aos alunos serádesaconselhável”, sendo que tem “reflexos no calendário escolar, nomeadamente no terceiro período”. “Não é aconselhável que as aulas acabem, como aconteceu no ano passado, no verão”, diz. Na possibilidade do ensino remoto regressar no começo no segundo período, Filinto Lima garante que “existem condições” para o fazer, numa opção que considera “preferível”, sendo que nas últimas semanas o Ministério da Educação tem distribuído parte dos computadores prometidos.

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2022/01/ensino-remoto-preferivel-ao-adiamento-de-calendario-escolar/

18 comentários

Passar directamente para o formulário dos comentários,

    • Helena on 2 de Janeiro de 2022 at 13:20
    • Responder

    Mas será possível que as pessoas continuem a ver este vírus como viam em janeiro de 2021?
    É ignorância ou comodismo?

    Não percebo como uma classe profissional potencialmente instruída tenha este tipo de visão!!
    Não entendo…

    Com vacinas e uma variante que é uma constipação, já nem chega a uma gripe, continuam a atuar como se tivessem em Chernobyl?

      • Jotas on 2 de Janeiro de 2022 at 14:51
      • Responder

      Só uma questão: Ja foi infetada? Se foi, descreva a sua ótima experiência para ficarmos mais confiantes e descansados!

        • Jotas on 2 de Janeiro de 2022 at 14:58
        • Responder

        Não esqueçam que as escolas, em pleno funcionamento, movimentam 2,5 milhoes de portugueses (1/4 da população) direta e indiretamente. Se quiserem controlar a pandemia e evitar que a situação fique sem controlo, fêm que passar as escolas para ensino remoto ate ao finql de janeiro.

          • Cleps on 2 de Janeiro de 2022 at 15:43

          Porquê, então, somente até ao final de janeiro? Pela argumento que usa, deveríamos adotar ensino presencial para sempre! Que medo de existir!!!

    1. Em qualquer estabelecimento só é permitido o acesso de uma pessoa por cada 5m2 disponíveis. Nas escolas, salas de aula, estão 30 pessoas em 40 ou 50 m2. Deve achar que os professores estão para os diretores ou o governo, como os judeus estiveram para os nazis. Dispenso-me de adjectivar o seu comentário (e por arrasto o/autor(a)) por respeito ao autor do blog…

      • on 2 de Janeiro de 2022 at 19:06
      • Responder

      Isto é um comentário de diretor-kapo, que não entra numa sala de aula há 30 anos. Execráveis criaturas, Frankensteins, da famigerada lurdes rodrigues.

      • E só disparates. on 2 de Janeiro de 2022 at 21:14
      • Responder

      Parece que a Helena deve ser a favor da imunidade natural. Bora lá todos para a escola para que haja um contágio generalizado e todos os que sobreviverem ficam imunes. Fantástico! Ou será que já não sabe o que fazer aos seus filhos e o melhor é a escola/armazém abrir rapidamente???

      Já agora essa imunidade é para quantos meses? É que estas vacinas só duram 4/5 meses!!!!

      Os que estão hospitalizados e os que têm morrido não estão vacinados??????

      Francamente!!!!

      Espero que o governo tenha o discernimento em avançar para e@d.

    • Margarida on 2 de Janeiro de 2022 at 13:36
    • Responder

    Ok

    • Margarida on 2 de Janeiro de 2022 at 13:36
    • Responder

    Acordo

    • Margarida on 2 de Janeiro de 2022 at 13:37
    • Responder

    Blog Arlindo

    • Margarida on 2 de Janeiro de 2022 at 13:38
    • Responder

    Ler bloh

    • Sociologo on 2 de Janeiro de 2022 at 14:08
    • Responder

    D. Helena, os sintomas não são de todo os mesmos de uma gripe para todos! O ser humano não reage a um vírus de forma igual. As vacinas são sim uma mais valia, existem que tenha as vacinas completas e seja caso positivo com sintomas para além de uma constipação… Lamentar é haver docentes que tenham a opinião de começar as aulas, quando os valores diários aumentam cada vez mais! Com computadores, cabe aos docentes e restantes inovarem! Persevar vidas, entende? Que se adiada o recomeço das aulas presenciais, caso o aumento seja os valores atuais!! Diz que diz, talvez porque ainda não tenham casos na família, etc.
    Que falta de solidariedade!!
    Por Amor de Deus!

    • João on 2 de Janeiro de 2022 at 15:49
    • Responder

    D. Helena não pense só em si. Pense nos familiares mais velhos dos alunos e professores, nas pessoas de risco e nos profissionais de saúde.

    • rosinha on 2 de Janeiro de 2022 at 18:20
    • Responder

    D. Helena.
    a senhora parece bastante ignorante ao falar em constipação….a situação que estamos a viver é muito grave.
    Quando se ouvem os teóricos, a a comparar a situação atual com a de Janeiro de 2021 é de bradar aos céus!!!
    A situação atual é muito má!!!!Mais vale prevenir do que remediar!!!É a socialização das criancinhas que está em causa???por favor!!Eu também quero continuar a socializar com as pessoas amigas e poucos familiares idosos que me restam. Não os quero ver no hospital, nem quero que morram por causa de interesses políticos mesquinhos!!!!!
    O ensino à distância é uma boa alternativa. Já tosos conhecemos, …Já não se pode argumentar com falta de pcs fala-se em constipação. A D. Helena é mesmo imbecil e egoísta. Lembre-se: em Novembro do ano passado o discurso de fechar ou não fechar as escolas era muito semelhante ao atual e o resultado viu-se em Janeiro de 2021
    Os centros de saúde ,na sua maioria fecharam o SAP….não temos médicos isto é que é grave….
    VAMOS PARA O ENSINO À DISTÂNCIA PELA SAÚDE DE TODOS…….PARA PODERMOS ULTRAPASSAR ISTO COM MATURIDADE…..

    • rosinha on 2 de Janeiro de 2022 at 19:29
    • Responder

    Leiam os relatórios de situação Covid da DGS; Em 15 dias o número de casos ativos triplicou!!!

    Sejam conscientes!!!

    Vamos para o E@D.!!!!!!

  1. E qual é a experiência pedagógica do sr. Lima para dizer que dar mais uma semana de pausa aos alunos é desaconselhável? _ Nenhuma! De advogado looser passou logo para diretor eterno.

      • cunha on 3 de Janeiro de 2022 at 13:34
      • Responder

      E qual é a experiência cientifica do sr. AC para dizer que dar mais uma semana de pausa aos alunos é a resolução para esta ENDEMIA? Nenhuma!

    • Maria on 3 de Janeiro de 2022 at 17:59
    • Responder

    Cá está mais um papagaio a papaguear a palavra ENDEMIA!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores: