2.009 Docentes Colocados na Mobilidade Interna

Nas listas da Mobilidade Interna foram colocados 2.009 docentes de acordo com a distribuição por grupo de recrutamento e número de horas do quadro de baixo.

1.648 docentes dos quadro foram colocados em horário completo e 361 docentes colocados em horários incompletos. Para o próximo ano já foi anunciado que a entrega dos horários na Mobilidade Interna se fará apenas para horários completos.

Tal como já tinha dito em artigo anterior, o número de colocações na mobilidade interna em horários incompletos é quase residual e não sei até que ponto se pode justificar esta alteração. O número de colocados em horário incompleto é inferior a 18% e muitos destes docentes são colocados porque estão sem componente letiva na sua escola, pelo que uma mudança de um horário inferior a 8 horas para uma escola com horário superior a 8 horas se traduz num benefício para a gestão dos recursos humanos.

arlindovsky
Seguir:
Latest posts by arlindovsky (see all)

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2020/08/2-009-docentes-colocados-na-mobilidade-interna/

1 comentário

1 ping

    • SapinhoVerde on 15 de Agosto de 2020 at 9:45

    Nunca é demais agradecer ao Arlindo e sua Equipa, um trabalho que deveria ser o MEC a fazer.
    Depois… e como foi dito por um “determinado grupo de professores” (sabem de quem estou a falar), se este ano a vida está difícil para esses Colegas, irá (felizmente) ficar APENAS um “bocadinho de nada” mais dificultada para o ano, já que as colocações em horários INcompletos são, felizmente, residuais.
    Em relação à polémica da Nota Informativa do dia 11 e depois de dar uma vista de olhos, verifico que o “completo” para muitos colegas não serão as 22 horas, mas sim 20 e 18 na sua maioria, sendo que nalguns casos de 14 horas e já detectei vários …
    e passo a citar:

    Redução da componente lectiva
    1 – A componente lectiva do trabalho semanal a que estão obrigados os docentes dos 2.º e 3.º ciclos do ensino básico, do ensino secundário e da educação especial é reduzida, até ao limite de oito horas, nos termos seguintes:
    a) De duas horas logo que os docentes atinjam 50 anos de idade e 15 anos de serviço docente;
    b) De mais duas horas logo que os docentes atinjam 55 anos de idade e 20 anos de serviço docente;
    c) De mais quatro horas logo que os docentes atinjam 60 anos de idade e 25 anos de serviço docente.

    Também já detectei colegas com redução de horário 20 ou 18 e que foram colocados em 22 horas … (que chatice … em especial para um contratado que poderia apanhar esse horário)…
    Sem polémicas … temos que nos unir, já que os contratados serão o futuros Professores de uma classe que precisa de ter classe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores: