Pode-se desdobrar turmas? MAS…NÃO ESTÁ NAS ORIENTAÇÕES…

São orientações desorientadas que hoje nos orientam e amanhã nos desorientam. É tudo uma desorientação que pode levar ao caos a partir de setembro. Organizem-se e não nos desorganizem.

Escolas podem desdobrar turmas para prevenir infecção, afirma tutela

A possibilidade de desdobrar as turmas, dividindo-as por exemplo em dois grupos, não consta das orientações da tutela para o próximo ano lectivo no que respeita à prevenção de focos de infecção, mas o Ministério da Educação (ME) garante agora que as escolas também poderão recorrer a este meio. “O desdobramento de turmas é uma das estratégias já previstas na lei para a utilização do crédito horário”, indicou em respostas ao PÚBLICO.

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2020/07/pode-se-desdobrar-turmas-mas-nao-esta-nas-orientacoes/

18 comentários

Passar directamente para o formulário dos comentários,

  1. Desorientação?!?!
    Não vejo onde!
    Como é que se desdobram turmas com o atual crédito horário?
    Não desdobram, ponto!
    E os diretores calados que nem ratos, para agradar ao dono.

      • Alecrom on 30 de Julho de 2020 at 15:57
      • Responder

      Não, não estão calados.
      O Filinto desengasgou e já vomitou a surpreendente e beatopatriótica sentença:

      Os turnos são “um risco para contenção da covid-19”.

      Esta,
      nem eu esperava, lol.

      • Fernando, el peligroso de las verdades. A fugir daqui por conselho da Matilde on 30 de Julho de 2020 at 23:48
      • Responder

      E se os diretores não estiverem calados que nem uns ratos então o que faziam? Umas manifestaçoes? Greves de fome?
      Ora diga lá.

        • Matilde on 31 de Julho de 2020 at 9:15
        • Responder

        Olhe que umas “manifestações” de directores ou umas “greves de fome” talvez tivessem um certo impacto… Já imaginou a estupefacção geral que os mesmos causariam e as parangonas dos jornais, dando conta desses acontecimentos? 🙂

        Mas, isso, naturalmente, é tão ficção e tão inimaginável quanto acreditar que o Kim Jong Un é um profundo democrata… 🙂

          • Filipe on 31 de Julho de 2020 at 9:47

          Gostei da comparação…

    • Lelo on 30 de Julho de 2020 at 13:06
    • Responder

    Os Diretores são uma vergonha.
    Mas um dia quando forem responsabilizados com por exemplo pessoas imunodeprimidas (alunos e profs) começarem a morrer…quero ver.

    • Maria on 30 de Julho de 2020 at 13:58
    • Responder

    Todos se vão tentar livrar das responsabilidades. Vai passar a batata quente de mão em mão… desgracados vão ser os que morrerem e as suas famílias. Esses é que vão pagar bem caro sem qualquer culpa.

    • Alecrom on 30 de Julho de 2020 at 14:25
    • Responder

    Os colegas das direções vão trabalhar em espelho?

    Haverá restrições de distanciamento no acesso aos gabinetes das direções?

    Se um elemento da direção testar positivo, os restantes ficam de quarentena?

      • Francisco on 30 de Julho de 2020 at 15:20
      • Responder

      “Colegas das direções”,… só se forem teus…meus não.
      Sou professor.

    • Alecrom on 30 de Julho de 2020 at 14:37
    • Responder

    O testa de ferro Filinto já resolveu o assunto:
    “ O funcionamento das escolas em horários duplos, com aulas de manhã para umas turmas e de tarde para outras, pode “ser um risco para contenção da covid-19”, acredita o presidente da Associação Nacional de Directores de Agrupamentos e Escolas Públicas (ANDAEP), Filinto Lima”.

    https://www.publico.pt/2020/07/30/sociedade/noticia/horarios-duplos-escolas-podem-risco-avisam-directores-1926365

    • Alecrom on 30 de Julho de 2020 at 14:38
    • Responder

    Só mesmo uma situação muito, muito grave poderá desmontar o polvo que tomou Portugal.

    • Alexandra Almeida on 30 de Julho de 2020 at 16:01
    • Responder

    Se n~sao fossemos um povo que tudo aceita…

    • Alexandra Almeida on 30 de Julho de 2020 at 16:02
    • Responder

    Corrijo: Se não fossemos um povo que tudo aceita…

    • Matilde on 30 de Julho de 2020 at 19:33
    • Responder

    Truques, truques e mais truques… Artimanhas e estratégias ardilosas para enganar os mais incautos e menos informados…

    E o jogo do “faz de conta” continua, com conhecimento e conivência dos directores, remetidos ao silêncio quando deviam protestar… Afrontar ou desmentir a tutela é que não… A isso costuma chamar-se cobardia…

      • Alecrom on 30 de Julho de 2020 at 23:33
      • Responder

      Olá!
      “Directores”
      já cheira um pouco a arcaísmo😜.

        • Matilde on 31 de Julho de 2020 at 8:38
        • Responder

        Sempre que posso, e aqui, por enquanto, posso, recuso-me a respeitar o último Acordo Ortográfico, acho aquilo uma aberração… 🙂

        Era a isso que se referia ou eu não percebi nada do seu comentário? 🙂

    • Maria Indignada on 31 de Julho de 2020 at 12:30
    • Responder

    Eu admito que não sei quem é este colega Rui Cardoso, (peço desculpa antecipada) mas é uma lufada de ar fresco ao não deixar cair em esquecimento a anarquia com que o próximo ano letivo está a ser preparada, com o Ministério a esquivar-se o mais possível ao ônus de assegurar um ano letivo seguro.

    Estou como uma ansiedade tremenda ao constatar que os professores serão sujeitos desnecessariamente a um ambiente de grande risco .

    Será que não sabem que a classe docente portuguesa é muita envelhecida e estará em risco muito acrescido ao trabalhar com centenas de alunos por semana em ambiente fechado?

  2. Como professor, tive pena que a nossa classe não se tivesse juntado e contrariado este “Aborto” Ortográfico com uma manifestação séria. Mas infelizmente, como quase todas as situações neste país nestes últimos anos, as pessoas simplesmente não se unem. Dividir para reinar…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores: