Ministério da Educação dispensa a maioria dos alunos da renovação de matrícula

 

Apenas os alunos que transitaram, ao 5.º, 7.º e 10.º anos vão ter que fazer a matrícula através do Portal das Matrículas. O Governo tomou este decisão devido aos constrangimentos que o site tem tido nas últimas semanas devido ao elevado tráfego registado, alega também que o site foi alvo de ataque informático. Além dos alunos que iniciam um novo ciclo de ensino,  as transferências de escola também estão obrigados a efetuar todo o processo online.

As renovações de matrícula para os 2.º, 3.º, 4.º, 6.º, 8.º, 9.º, 11.º e 12.º anos passam a processar-se de forma automática, com exceção das transferências de estabelecimento de ensino.
Todos os anos de início de ciclo – 5.º, 7.º e 10.º anos –, bem como as transferências, continuarão a ser tramitadas no Portal das Matrículas.
Apesar de vários dias em que foram ultrapassadas as 100 mil matrículas diárias, e de já terem sido concluídas cerca de 70% do total, este procedimento vem aliviar o fluxo do Portal das Matrículas e, por conseguinte, poder melhorar a acessibilidade da página, para quem tenha de efetuar a matrícula por essa via.
Além do fluxo de acessos, associado a páginas conexas ao Portal das Matrículas que estiveram em baixo, registaram-se ataques informáticos de elevada complexidade, que estão a ser acompanhados pelo Centro Nacional de Cibersegurança, e que provocaram graves bloqueios no sistema.

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2020/07/ministerio-da-educacao-dispensa-a-maioria-dos-alunos-da-renovacao-de-matricula/

1 comentário

  1. No 12º há opções.
    Se é automático, como é que ois alunos escolhem a opção?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores: