Irregularidades e indícios de infrações penais na Associação João de Deus

Confirmadas irregularidades e indícios de infrações penais na Associação João de Deus

Perante as irregularidades e indícios de infrações penais nos colégios João de Deus, a Segurança Social propôs ao Ministério Público a destituição dos órgãos de gestão da associação. A situação tinha sido denunciada em março de 2019 pelo programa da RTP Sexta às 9.

O Instituto da Segurança Social propôs ao Ministério Público a destituição de Ponces de Carvalho e da equipa de gestão da Associação João de Deus, responsável por vários colégios que têm acordos com o Estado em todo o país.
As averiguações estiveram a cargo do Instituto da Segurança Social e da Inspeção Geral da Educação e Ciência, em que foram apuradas “irregularidades” no âmbito dos acordos de cooperação da associação de escolas com a segurança social, que levaram a processos de contraordenação.

Foram ainda encontrados indícios criminais, entretanto encaminhados para o Ministério Público, em concreto para o Departamento de Investigação e Ação Penal de Lisboa.
O Instituto da Segurança Social propôs ainda ao Ministério Público a “destituição dos órgãos de gestão da associação”.  
Em março de 2019, o programa Sexta às 9 tinha denunciado as irregularidades existentes na gestão da associação, que é uma das IPSS que mais dinheiro recebe do Estado.

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2020/07/irregularidades-e-indicios-de-infracoes-penais-na-associacao-joao-de-deus/

1 comentário

    • Matilde on 9 de Julho de 2020 at 22:20
    • Responder

    Abutres e parasitas do regime… Habituados a roubar tudo o que podem, pois, por certo, confiam que nunca serão verdadeiramente penalizados nem obrigados a ressarcir, até ao último cêntimo, aquilo que subtraíram…

    Penalizados serão todos aqueles que, estupidamente, pagam impostos, não desviam dinheiro do erário público para consumos pessoais nem para ostentações da mais variada ordem…

    Miserável país este que permite a determinadas personagens (decadentes e patéticas, mas perversas) as maiores fraudes e negociatas à custa de quem cumpre os seus deveres fiscais e contributivos…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores: