Como conseguir distanciar os alunos 1 metro uns dos outros (Exemplos)

Às salas de aula não são grandes e os alunos por turma são muitos. As dificuldades para conseguir distanciar os alunos em 1 metro são muitas e por muitas razões.

Fica um exemplo que posto em prática já demonstrou eficácia na maioria das escolas onde foi tentado.

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2020/07/como-conseguir-distanciar-os-alunos-1-metro-uns-dos-outros-exemplo/

21 comentários

Passar directamente para o formulário dos comentários,

    • Fernando, el peligroso de las verdades. on 31 de Julho de 2020 at 17:20
    • Responder

    Mas onde há escolas com mesas individuais?

      • aass on 1 de Agosto de 2020 at 13:55
      • Responder

      Há escolas com mesas individuais também. Já trabalhei em várias.


  1. Mas isto é a sério? Numa plataforma de professores, supostamente especialistas numa determinada área científica a que agregam competências pedagógicas?
    O mesmo desenho é válido para 30 cm como para 30 metros. E que tal uma escala? Ah … está bem, a porta tem 65 cm e as janelas 2 m cada uma. Assim imagina-se uma escala na figura. Sorte a nossa todas as secretárias, cadeiras, portas, salas, escolas e humanos deste país serem exactamente iguais.


    1. Se eu consegui sentar 24 alunos, em mesas duplas, numa sala de uma escola do Plano Centenário, a mais de 1 metro uns dos outros, você não consegue? Tente antes de criticar quem o tenta ajudar. Ou estará à espera que o ministro lhe venha organizar a sala?


      1. Consegue, claro que consegue. Por ser óbvio é que a ideia, perdoe-me, não se apresenta muito especial. Embora, uma escala para se perceber o tamanho real das salas em que idealizou as figuras seria melhor para o problema se tornar mais desafiante para outro tipos de espaços – mais pequenos (sem trazer à colação o tamanho dos diferentes humanos que frequentam os espaços).

        • Pedro on 31 de Julho de 2020 at 18:58
        • Responder

        E uma sala de informática de 30 metros quadrados; e com 28 computadores (um por aluno), diga-me como organizá-la.

        • Pedro on 31 de Julho de 2020 at 19:02
        • Responder

        Sabe responder-me, porque razão é que numa sala de aula a distância permitida é de 1 metro, e noutros locais é de 1,5 ou 2 metros? mas afinal onde ficamos? qual o distanciamento correto?

        • Pedro on 1 de Agosto de 2020 at 15:12
        • Responder

        E acrescento ainda, 1 metro sempre que possível.
        Isto parece uma grande anedota…

    • PROFET on 31 de Julho de 2020 at 18:41
    • Responder

    1º Desenho… Onde se situa esta escola com mesas individuais? Já passei por mais de 30 escolas e nunca encontrei tal coisa;
    2º Desenho… Faltam lá as cadeiras. É para turmas com 16 alunos?
    3º Desenho… É para turmas com 40 alunos? Nunca vi tal coisa. Ou é para turmas com 20 alunos, um por mesa?

    Obs: Numa mesa dupla, ficam ao lado um do outro? Ou ficam nas partes laterais, virados um para o outro, com as costas alinhadas às dos colegas das outras mesas? Não vale a pena estarem a inventar aquilo que não é possível inventar e que só será possível com o desdobramento das turmas.

    Nada bate certo, nem nas orientações do governo, nem nas distribuições aqui demonstradas. Todos sabemos que 1 metro não é suficiente e, nestes exemplos, fica demonstrado que nem com 1 metro de distância será possível distribuir turmas com 28/30 alunos, na melhor das hipóteses seria possível distribuir 20.

    • Matilde on 31 de Julho de 2020 at 18:49
    • Responder

    Desde logo, aviso que Geometria, escalas e coisas afins são “cenas que não me assistem”… 🙂

    Mas, ainda, assim, sinto-me encanitada com algumas dúvidas e questões:

    Quantos metros quadrados tem que ter uma sala de aula para, nas condições indicadas, conseguir albergar cerca de 30 alunos (que será o número médio de alunos por turma, pelo menos nas principais áreas urbanas)?

    Como pergunta o Fernando, el peligroso de las verdades ( e muito bem!), quantas escolas existem com mesas individuais? É que se tiverem quase todas mesas para dois alunos e sabendo que em cada uma só deve ficar um aluno, “perde-se” espaço útil, ou não será assim?

    “Se eu consegui sentar 24 alunos, em mesas duplas, numa sala de uma escola do Plano Centenário, a mais de 1 metro uns dos outros, você não consegue?”

    Pois, mas a maioria das turmas talvez tenha mais do que 24 alunos, não? Onde caberão os outros, que tanto podem ser 6 como 8, consoante a turma tenha 30 ou 32 alunos?

    Não creio que o problema seja assim tão fácil de resolver, tendo em consideração o tamanho da maioria das salas de aula e o número de alunos por turma… Mas isto sou eu, que não percebo grande coisa de Geometria, nem de escalas, nem de afins… 🙂

    • Vou já adotar isto! É que é já! on 31 de Julho de 2020 at 19:46
    • Responder

    Metes-te em cada uma! Agora esta meia-dúzia de gatafunhos resolveriam o quê?
    Sempre a tentar impressionar o Tiago!

    • N.Ribeiro on 31 de Julho de 2020 at 19:46
    • Responder

    “stooraa não consigo ver pó quadro..”

    • Mabilda on 31 de Julho de 2020 at 20:49
    • Responder

    Tudo preocupado como sentar os meninos dentro da sala de aula! Só servem para criticar! Pois deviam preocupar se mais quando toca para o intervalos e vão andar todos juntos.

    • António Alves on 31 de Julho de 2020 at 22:36
    • Responder

    Há um pormenorzito é que deviam ser 2m… Ah, mas não dá! Vão dizer isso nos tribunais quando alguns senhores encarregados de educação (já ouvi duas vezes a ameaça se acontecesse algo de menos agradável… ) encetarem por essa forma de diálogo…

    • Alexandra Almeida on 31 de Julho de 2020 at 22:39
    • Responder

    Seria bom que as mesas individuais substituíssem em definitivo as mesas duplas.
    Eu posso falar porque sei:
    Trabalhei 25 anos num colégio com mesas individuais. Era só vantagens, sobretudo no comportamento porque não dava para os alunos falarem à sucapa. Era bom também para os testes… Nunca vi inconvenientes.
    Fui para o ensino público. e deparei-me com as mesas duplas. São péssimas! Para o comportamento, pois permitem “conversas à sucapa” e distrações e dá uma trabalheira nos dias de testes ter de colocar os alunos nos topos das mesas e uma mochila ao meio.
    Contudo, não acredito que a substituição das mesas duplas por individuais viesse resolver o problema do distanciamento em todas as escolas. Na minha escola, para o tamanho das salas e o distanciamento que se impõe só cabem 15 alunos… Porém, como PS, PSD e CDS “chumbaram” o desdobramento das turmas no Parlamento, esqueçam! Só espero que nas próximas eleições NENHUM PROFESSOR vote nestes partidos.

    • Filipe Franco on 31 de Julho de 2020 at 23:55
    • Responder

    Aí estão os comissários políticos a justificar o aumento de 100% que tiveram. Disponíveis para fazer jogo sujo e assim agradar ao dono e manter o tacho.
    Uma sala de aula sem cadeiras e sem as dimensões. A tentar fazer crer que é possível meter o Rossio na Betesga.
    Tenha vergonha.

    • Fernando, el peligroso de las verdades. on 1 de Agosto de 2020 at 1:15
    • Responder

    Que é queee éeeeee issssso? 100% de aumento? Onde?

      • Pois é.... on 1 de Agosto de 2020 at 8:31
      • Responder

      … pois já ninguém se lembra, feito à socapa no tempo da mlr ( mudança de PCE para diretor)
      100% de aumento, quando todos tivemos cortes brutais e tacho vitalício (sem eleições)!!!!!
      Mas mãos se esqueçam, há mais, quanto faturam no fim do mês em ajudas de custo e deslocações, que eles próprios autorizam?
      Agora parece que vão pagar-lhes as férias que dizem(!!!!!) não ter gozado!!
      Percebem agora o apego à nobre tarefa de dirigir uma escola?

        • Fernando, el peligroso de las verdades. A pôr em ordem um medricas. on 1 de Agosto de 2020 at 23:36
        • Responder

        Semhor Pois é:
        Concretize meu filho, concretize!
        Não seja medricas, não seja merdoso!
        Vá lá, concretize! Aponte o dedo!

          • !!! on 2 de Agosto de 2020 at 12:51

          A ignorância é atrevidota!
          Consulta as tabelas de suplementos remuneratórios….
          Faz qualquer coisa, pois não estás habituado por seres muito provavelmente diretor.
          Ou então publica o teu recibo de vencimento… ou tens vergonha de dizer o que recebes?

    • Maria Cunha on 3 de Agosto de 2020 at 15:07
    • Responder

    A minha escola emanou várias diretrizes para a segurança aquando os exames nacionais, à semelhança do que outras escolas fizeram, uma de muitas era que no fim do tempo permitido os professores não deixassem os alunos saírem todos juntos. Até aqui o que foi pedido não é nada que nós professores vigilantes não o pudéssemos fazer.
    Num dos exames que fiz vigilâncias, eu e a colega tivemos esse cuidado, depois de alguns segundos/ minutos de terem começado a sair começamos a ouvir muito barulho no corredor, fomos as duas ver o que se passava…
    inacreditável as alminhas saíram separadas mas estavam já todos juntos ao lado uns dos outros a conversar sobre o exame…
    O meu testemunho serve para chamar a atenção dos professores/pais a distância dentro das salas de aula é importantíssima e deve/deveria ser feita, o que penso que muitas escolas não o vão fazer por muitas razões, mas os alunos não vão fazer esse distanciamento, por desconhecimento, incúria e sobretudo porque ao princípio da pandemia “venderam” a ideia de que eles são invencíveis contra o covid-19…esqueceram-se de lhes dizer que eles até podem ser invencíveis, mas as pessoas mais velhas ou com comorbilidades associadas, que eles conhecem não o são…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores:

x
Gosta do Blog