Em Serviços Mínimos

…aqui pelo blog nos próximos dias.

2013-05-30 2

[youtube=https://www.youtube.com/watch?v=fxvkI9MTQw4&feature=player_embedded]

[youtube=https://www.youtube.com/watch?v=zyBRgcA-24A]

E com muita pena de ao mesmo tempo também tocar isto tudo em Lisboa:

[youtube=https://www.youtube.com/watch?v=6n0Fq0jsh08]

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2013/05/em-servicos-minimos/

4 comentários

Passar directamente para o formulário dos comentários,

    • João on 30 de Maio de 2013 at 20:42
    • Responder

    Queixam-se da crise, mas para gastarem rios de dinheiro em festivais e concertos já não há crise. É assim.

    • Miguel Castro on 30 de Maio de 2013 at 22:47
    • Responder

    Para todos os profs bananas que não fazem greve “para não prejudicar os alunos”.
    *****************************

    Carta aberta de um estudante liceal grego
    >
    > Aos meus professores… e aos outros:
    >
    > O meu nome é K. M., sou aluno do último ano num liceu em Drapetsona, Pireu.
    >
    > Decidi escrever este texto porque quero exprimir a minha fúria, a minha revolta pelo atrevimento e pela hipocrisia daqueles que nos governam e daqueles jornalistas e media mainstream que os ajudam a pôr em prática os seus planos ilegais e imorais em detrimento dos alunos, dos estudantes e de todos jovens.
    >
    > A minha razão para escrever é a intenção dos meus professores de fazer greve durante o período dos exames de admissão à Universidade e os políticos e jornalistas que choram lágrimas de crocodilo sobre o meu futuro, o qual “estaria em causa” devido à greve.*
    >
    > De que falam vocês? Que espécie de futuro tenho eu devido a vocês? E quem é que verdadeiramente pôs em causa o meu futuro?
    >
    > Deitemos uma vista de olhos sobre quem, já há muito tempo, constrói o futuro e toda a nossa vida:
    >
    > – Quem construiu o futuro do meu avô? Quem vestiu o seu futuro com as roupas velhas da administração das Nações Unidas para a ajuda de emergência e reconstrução e o obrigou a emigrar para a Alemanha?
    >
    > – Quem governou mal e estripou este país?
    >
    > – Quem obrigou a minha mãe a trabalhar do nascer ao pôr-de-sol por 530 euros por mês? Dinheiro que, uma vez paga a comida e as contas, nem chega para um par de sapatos, para já não falar num livro usado que eu queria comprar numa feira de rua.
    >
    > – Quem reduziu a metade o ordenado do meu pai?
    >
    > – Quem o caluniou, quem o ameaçou, quem o obrigou a regressar ao trabalho sob a ameaça da requisição civil, quem o ameaçou de despedimento, juntamente com todos os seus colegas dos serviços de transportes públicos quando eles, que apenas queriam viver com dignidade, entraram em greve?
    >
    > – Quem procurou encerrar a universidade que o meu irmão frequenta para atingir alguns dos seus sonhos?
    >
    > – Quem me deu fotocópias em vez de manuais escolares?
    >
    > – Quem me deixa enregelar na minha sala de aula sem aquecimento?
    >
    > – Quem carrega com a culpa de os alunos das escolas desmaiarem de fome?
    >
    > – Quem lançou tanta gente no desemprego?
    >
    > – Quem conduziu 4.000 pessoas ao suicídio?
    >
    > – Quem manda de volta para casa os nossos avós sem cuidados médicos e sem medicamentos?
    >
    > Foram os meus professores que fizeram tudo isto? Ou foram VOCÊS que fizeram tudo isto?
    >
    > Vocês dizem que os meus professores vão destruir os meus sonhos fazendo greve.
    >
    > Quem vos disse alguma vez que o meu sonho é ser mais um desempregado entre os 67% de jovens que estão no desemprego?
    >
    > Quem vos disse que o meu sonho é trabalhar sem segurança social e sem horários regulares por 350 euros por mês, como determinam as vossas mais recentes alterações às leis laborais?
    >
    > Quem vos disse que o meu sonho é emigrar por razões económicas?
    >
    > Quem vos disse que o meu sonho é ser moço de recados?
    >
    > Gostaria de dirigir algumas palavras aos meus professores e aos professores em toda a Grécia:
    >
    > Professores, vocês NÃO devem recuar um único passo no vosso compromisso para connosco. Se recuarem agora na vossa luta, então sim, estarão verdadeiramente a pôr em causa o meu futuro. Estarão a hipotecá-lo.
    >
    > Qualquer recuo vosso, qualquer vitória que o governo obtenha, roubará o meu sorriso, os meus sonhos, a minha esperança numa vida melhor e em combater por uma sociedade mais humana.
    >
    > Aos meus pais, aos meus colegas e à sociedade em geral tenho a dizer o seguinte:
    >
    > Quereis verdadeiramente que aqueles que nos ensinam vivam na miséria?
    >
    > Quereis que sejamos moldados nas salas de aulas como mercadorias de produção maciça?
    >
    > Quereis que eles fechem cada vez mais escolas e construam cada vez mais prisões?
    >
    > Ides deixar os nossos professores sozinhos nesta luta? É para isso que nos educais, para que recusemos a nossa solidariedade?
    >
    > Quereis que os nossos professores sejam para nós um exemplo de respeito por nós próprios, de dignidade e de militância cívica? Ou preferis que nos dêem um exemplo de escravidão consentida?
    >
    > Finalmente, quereis que vivamos como escravos?
    >
    > De amanhã em diante, todos os alunos e pais deviam ocupar-se de apoiar os professores com uma palavra de ordem: “Avançar e derrotar a tirania fascista!”
    >
    > Lutemos juntos por uma educação de qualidade, pública e livre. Lutemos juntos para derrubar aqueles que roubam o nosso riso e o riso dos vossos filhos.
    >
    > PS: Menciono as minhas notas do ano lectivo 2011/12, não por vaidade mas para cortar a palavra àqueles que avançarem com o argumento ridículo de que “só quero escapar às aulas”: Comportamento do aluno: “Muito Bom”. Classificação média: 20 (“Excelente”) [a nota mais alta nos liceus gregos].
    >
    > Tradução de José Luiz Ferreira (de Echte Democratie Jetzt)

    Read more: http://www.arlindovsky.net/2013/05/agora-percebi-aquilo-do-pib/#ixzz2Uoak4PEJ


  1. “Queixam-se da crise, mas para gastarem rios de dinheiro em festivais e concertos já não há crise. É assim.”
    São dinheiros públicos por acaso? Há que filtrar o que se critica pessoal!!!!

    • nela1 on 30 de Maio de 2013 at 23:39
    • Responder

    Também gostava de ir… bom fim de semana

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores:

x
Gosta do Blog