E Isto Incentiva Alguém?

É que a expectativa do vencimento até à idade da reforma é muitas vezes superior ao valor da rescisão amigável.

A não ser que o aumento do horário de trabalho se torne insuportável de forma a correr com os mais velhos. Mas pode haver sempre um ou outro a quem lhe saiu o euromilhões que possa ter esta oportunidade de mandar o estado à fava e ainda receber uns trocos.

Governo propõe 1,5 salários a funcionários públicos até 50 anos

 

 

De acordo com as informações recolhidas pelo Económico junto de várias fontes do Governo, que pediram o anonimato, existirão três escalões de negociação no processo de rescisões amigáveis: o primeiro, para os funcionários públicos até 50 anos, o segundo para trabalhadores entre os 50 e os 54 anos, aos quais serão oferecidos 1,25 meses de remuneração base e suplementos permanentes por cada ano de serviço e, finalmente, para os funcionários do Estado com idade compreendida entre os 55 e os 59 anos, que receberão uma proposta de um mês de remuneração base e suplementos salariais, também por cada ano de trabalho.

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2013/05/e-isto-incentiva-alguem/

4 comentários

Passar directamente para o formulário dos comentários,

  1. Uma pergunta muito ingénua: Como pagam?
    Fiz as contas e tinham que me pagar 80 000 euros. Mas não estou interessada.

  2. “Não haverá recuo. Não voltaremos atrás, porque não podemos prescindir de nada quanto à valorização da escola e dos professores, porque é aqui que estão as condições para um Portugal futuro que não seja apenas a repetição do Portugal passado”.

    http://www.publico.pt/sociedade/noticia/antonio-novoa-exorta-professores-a-dizer-nao-1593260

  3. “Nogueira declarou que novos cortes são inaceitáveis.”
    .
    MAS NÃO SERÁ SEGURAMENTE DEIXANDO NAS MÃOS DO CAVACO A DECISÃO DE “PARAR” O GOVERNO. O NOGUEIRA ANDA MEIO SURREAL: SE O CAVACO APOIA O GOVERNO, E APOIA, NÃO O VAI “PARAR”!

    • António on 3 de Maio de 2013 at 19:21
    • Responder

    Não podemos deixar que o governo brinque com a educação. Os professores têm de estar mais unidos que nunca e não podem aceitar despedimentos nem mobilidades especiais… Na minha opinião deveriam fazer greve aos EXAMES do 4º ano no dia 10 (pois no dia 7 já é tarde), e e deveriam fazer greve aos exames do 12º ano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores: