Audiçao do Ministro da Educação no Parlamento (08-07-2014)

Audição Parlamentar Nº 185-CECC-XII

Assunto: Audição do Ministro da Educação e Ciência, por requerimento potestativo do Grupo Parlamentar do PCP, sobre Educação Especial; rede escolar e oferta formativa para o próximo ano letivo 2014/2015.

Data da Audição: 2014-07-08

 

 

[youtube=https://www.youtube.com/watch?v=YWD8ahVILvs]

Algures nas 2 horas, 23 minutos e 18 segundos de duração da gravação Ao minuto 31:45 foi referido o seguinte:

crato - prova

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2014/07/audicao-do-ministro-da-educacao-no-parlamento-08-07-2014/

6 comentários

Passar directamente para o formulário dos comentários,

  1. Num grande painel publicitário, à entrada do Fundão, faz-se propaganda ao colégio de Alpedrinha. Diz o respectivo cartaz que o ensino é gratuito até ao 12º ano. Como é possível ser gratuito numa instituição privada o ensino? Não obtêm lucro? Recebem do estado? Mas a 10Km têm 2 escolas. Como é possível serem subsidiados se há 2 escolas públicas? Isto não serão as tais gorduras do estado? Eles recebem
    (sim têm de receber, doutra forma não conseguiam sobreviver) e as 2 escolas públicas …….. orçamentos cortados, contam os cêntimos que podem gastar….. Não, isto não é decente.

    • THIS MORTAL COIL on 10 de Julho de 2014 at 17:45
    • Responder

    Nuno Crato vai-te embora já enjoas .

    • N@to on 10 de Julho de 2014 at 18:19
    • Responder

    ui… garante a realização da prova? eu já a fiz… não repito!

    • Pensador on 10 de Julho de 2014 at 20:38
    • Responder

    Mas por que razão é só para aqueles com menos de 5 anos? Que sentido faz isto? Que diferença há em ter menos de uns dias para os 5 anos? Será que faltando 1 dia para os 5 anos já se desconfia da competência? Ou talvez comece por estes contratados e gradualmente acaba por ser todos?…Num país justo e com um ministro com alguma “coerência mental”, ou duas uma, esta prova deveria ser para todos com respectivas consequências, até mesmo para quem já está no quadro porque não deveria haver distinção entre professores…, não há profs de 1ª e 2ª categoria…, ou então e como todos sabemos que esta prova nada prova e que não passa de uma falácia pois estão a por em causa anos a fio de estudo em instituições de ensino superior credíveis com os seus cursos direccionados para a preparação de futuros professores como licenciaturas e os mestrados em ensino de…e no caso não ficarem aprovados nesta prova de uma hora…e por alguma desventura não acertarem na escolha múltipla, são descartados para praticar o que gostam e sabem em prol de uma visão economicista. Estamos a travessar uma crise de valores e é preciso sim, focarmos em assuntos relevantes que aportam mais qualidade de vida aos portugueses e não insistir nestas futilidades que só cria instabilidade na classe docente. É preciso sim acabar de uma vez por todas com esta prova e dedicarem-se a problemas de fundo da Educação: Insucesso, Indisciplina, Bullying, Dignificação da profissão, etc…http://expresso.sapo.pt/o-problema-de-fundo=s25671

      • Pensador on 10 de Julho de 2014 at 20:52
      • Responder

      Finlândia!! e não o exemplo do Japão.

        • sandra on 10 de Julho de 2014 at 23:07
        • Responder

        A parte da finlândia concordo…mas Japão não…lá funciona o nº elevado de alunos porque são um povo muito civilizado. Aqui, os “indios” que temos na escola não permitem que se lhes ensine nada…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores: