14 de Março de 2012 archive

Acho que a OCDE Não Conhece Bem a Nossa Realidade

OCDE recomenda autonomia para directores e líderes escolares

 

Os diretores de escolas precisam de autonomia para adaptar os programas às necessidades locais e ter uma palavra a dizer no recrutamento de professores, recomenda a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento (OCDE), num documento hoje divulgado.

Destinado a acompanhar o início da Cimeira Internacional sobre a Profissão de Professor, que decorre hoje e quinta-feira em Nova Iorque, o documento da OCDE analisa dados de vários países que levam a organização a concluir que, para conseguirem ter impacto nas escolas e no desempenho dos alunos, os líderes escolares precisam de “autonomia para tomar decisões importantes”.

Precisam de ser capazes de influenciar o recrutamento de professores para adequar melhor os candidatos às necessidades da sua escola“, refere a OCDE, que defende também que os diretores possam ter capacidade de decisão na definição de estratégias e objetivos das escolas.

Preparing Teachers and Developing School Leaders for the 21st Century

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2012/03/acho-que-a-ocde-nao-conhece-bem-a-nossa-realidade/

Feelings – Revisão Curricular

Sinto que estará para muito em breve a apresentação por parte do MEC do documento final sobre a revisão da estrutura curricular.

Aposto numa data, 22 de Março de 2012.

Aceitam-se outras apostas.

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2012/03/feelings-revisao-curricular/

Os DCE no Diploma de Concursos

Os Destacamentos por Condições Específicas (DCE) ao longo dos últimos anos têm tido um tratamento especial nos vários diplomas de concursos, nas duas propostas do novo diploma de concursos continuavam com esse tratamento e em todas as situações dependia o destacamento de existência de vaga. Em todas as situações o concurso de DCE dependia da apresentação de uma candidatura num determinado momento do ano letivo e as situações de doença que decorressem após essa data ficavam sem legislação de suporte e apenas a boa disposição de uma DRE ou DGRHE autorizaria esse destacamento (e em muitos casos nunca terá sido qualquer resposta).

A FNE antes de conhecer a proposta do MEC já dizia que os concursos de DCE deviam ser abolidos do diploma e indicava a seguinte solução:

Se a solução final do diploma próprio que o MEC garantiu para resolver a situação dos DCE for esta é possível afirmar que as situações de doença ficaram resolvidas de forma perfeita por várias razões:

  • Fica garantida a verificação das situações que efetivamente necessitem de um destacamento;
  • Permite que em qualquer altura se garanta esse destacamento;
  • Não ficará na dependência de existência de vaga esse destacamento.

Quem por aqui passou durante o mês de Setembro e Outubro com a pressão feita para que os destacamentos fossem feitos a pedido do docente, que tiveram início neste post com o resutado que terminou neste post, percebe bem o alcance da necessidade deste tratamento especial, e ninguém está livre de um dia precisar de usar esta forma especial de destacamento.

 

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2012/03/os-dce-no-diploma-de-concursos/

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores: