Portugal é o país onde mais diminuiu a importância da licenciatura no salário

Portugal é o país onde mais diminuiu a importância da licenciatura no salário – Correio da Manhã

Trabalhador licenciado tem um salário semelhante ao trabalhador que tem apenas o 12º ano de escolaridade, revela a OCDE.

Entre 2006 e 2016, o impacto no salário de ter uma licenciatura sofreu uma queda abrupta, de acordo com a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE). Portugal foi o país em que a importância de um grau académico no salário mais diminuiu, na União Europeia.

De acordo com o relatório da OCDE divulgado esta sexta-feira, o prémio salarial de quem concluiu uma licenciatura face a um jovem com o ensino secundário caiu 22,8 pontos percentuais, a maior entre os 32 países que constituem a OCDE, de acordo com o relatório Outlook Employment 2019.

No entanto, esta queda não acontece só em Portugal. O prémio salarial resultante de ter ou não um curso superior diminuiu em 21 dos países da OCDE. No entanto, em apenas 12 deles a queda da importância salarial foi superior a cinco pontos percentuais.

A OCDE avança uma possível explicação para esta redução de importância do grau académico da licenciatura no que toca ao salário: é que há “um número crescente de trabalhadores com educação superior” que neste momento se encontram “em profissões que não pagam salários elevados”.

Entre 2006 e 2016, a probabilidade de os recém-licenciados portugueses encontrarem um trabalho bem remunerado no país encolheu 25 pontos percentuais. A média dos países da OCDE fixou-se nos 6,4.

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2019/04/portugal-e-o-pais-onde-mais-diminuiu-a-importancia-da-licenciatura-no-salario/

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores:

x
Gosta do Blog