SOS Docentes em Timor-Leste

Reencaminhado para mim, bem como para toda a comunicação social, organizações sindicais e grupos parlamentares.

Pelos vistos apenas eu e o Ramos Horta temos ligado alguma coisa a isto, porque o que se vai passando em Timor com o PCAFE está a passar bastante ao lado dos problemas que são as condições de trabalho dos docentes portugueses nesse País.

 

NINGUÉM DETÉM ESTA VERGONHA?

 

Muito se tem falado sobre a situação dos docentes destacados em Timor-Leste (http://www.arlindovsky.net/?s=timor), no agora denominado de Projeto Centros de Aprendizagem e Formação Escolar (PCAFE), anterior Projeto Escolas de Referência de Timor-Leste (PERTL).

A mais recente manifestação pública de repúdio ao que no referido projeto se passa (uma parte muito pequena é tornada pública, relativamente ao muito que havia para dizer…), feita pelo Dr. José Ramos Horta, no dia 23 do passado mês, na sua página de facebook (https://www.facebook.com/officialramoshorta?fref=ts), agitou um pouco a situação, especialmente porque em tudo ia ao encontro do que a Lusa tinha noticiado dias antes, ao ponto de, poucos dias passados, se ter noticiado que o Ministro da Educação de Timor-Leste, “desconhecedor” da situação constrangedora, iria rapidamente tomar as medidas necessárias para a rápida resolução desta questão.

A verdade é que nada foi feito, a não ser uma movimentação muito grande para se saber quem tinham sido os docentes responsáveis pelas notícias!

A verdade é que os docentes deste projeto não recebem, desde janeiro, o complemento a que têm direito, encontrando-se, por isso, alguns em situações muito complicadas de vida, em situações limite. E não fosse a ajuda de colegas que os vão socorrendo estariam mesmo a passar fome!

Se esta situação fosse nova aceitar-se-iam as pretensas justificações feitas, contudo, a realidade revela algo bem diferente: desde o início do funcionamento deste projeto que os docentes vivem esta e outras situações vergonhosas (por exemplo, seguros que não existem ou se existem nada “seguram” e substituições que demoram anos a fazer-se)! Independentemente da altura do ano, da aprovação do orçamento, da mudança governamental, a situação tem sido sempre vergonhosa! Haja vergonha! Haja quem se importe!

A embaixada de Portugal “olha para o lado e assobia”; a coordenadora portuguesa é da opinião que os docentes não têm que lamentar-se, pois até recebem vencimento em Portugal; a coordenadora timorense apenas quer o seu lugar salvaguardado, nem que para isso tenha que mudar de opinião a toda a hora; o ME de Timor-Leste “nada sabia”, mas “se soubesse” já tinha resolvido o assunto; O ME de Portugal ainda existe? A avaliar pelo silêncio conivente que sempre demonstrou, desconfia-se que realmente já implodiu!

Haja coragem para deter esta vergonha. A verdade é que este é um falso projeto que apenas serve os interesses privados de alguns.

O receio de represálias, com fundamentos provados (veja-se o caso dos juízes portugueses), faz com que por aqui nos fiquemos, apenas identificados, por agora, como: um grupo de docentes completamente abandonados à sua sorte e que deseja ver a sua situação resolvida. Investiguem. Há muito por onde o fazer.

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2015/04/sos-docentes-em-timor-leste/

9 comentários

Passar directamente para o formulário dos comentários,

    • Pois on 13 de Abril de 2015 at 22:18
    • Responder

    Humm… foram para lá receber complementos. Pensei que era, assim, uma coisa, humanitária…

      • Miguel Gaspar on 14 de Abril de 2015 at 20:45
      • Responder

      Há serviço de voluntariado, mas este não é o caso. Os professores assinaram contratos e em nenhum deles dizia ‘serviço de voluntariado’. Secalhar o senhor(a) ‘Pois’ é experiente em voluntariado e adora trabalhar de borla em nome de boas causas, o problema é que não foi isso que estes professores foram lá fazer, foram como profissionais, com contratos de trabalhos onde está lá todas as condições, incluindo os complementos, compesação mais que justa por estarem a trabalhar fora do seu país natal. Por isso o senhor(a) ou é ignorante ou faz parte da quadrilha. Pelo comentário que fez, desconfio que seja mais a primeira.

        • Catarina on 14 de Abril de 2015 at 20:49
        • Responder

        Ou talvez seja mais a segunda (faz parte da quadrilha)… Que vergonha de gente e de “projeto”!

    • m.nandagoncalves@hotmail.com on 14 de Abril de 2015 at 1:58
    • Responder

    («Pois»…O senhor(a) é muito parvo…)
    Arlindo,
    O Colega sabe muito bem que o que se passa com os Projetos(portugueses) de Educação em Timor-Leste,pelo menos,a partir de 2011,passa muitíssimo para lá,infelizmente,do não pagamento de suplementos/seguros de saúde…O que se passa em Timor-Leste,nesta área, é uma autêntica «palhaçada/rebaldaria»; vergonha das vergonhas…A começar pelo recrutamento de professores………………A acabar na incompetência, da maioria, dos Coordenadores(as)…Que ,para além de não perceberem nada «daquilo», estão-se,completamente, nas tintas,para o ensino da nossa tão querida Língua Portuguesa,bem como, para o desenvolvimento linguístico, do nosso tão querido povo timorense…Desde que alguns «lobistas mamões», desclassificados e mal-formados, descobriram que até poderiam sacar dinheiros, com «esses» projetos,começou a «festança»,o compadrio,o obscuro,o despotismo,a arrogância e,sobretudo, a falta de vergonha na cara a juntar à «muita lata»…Digo-lhe que tem de ser feito alguma coisa…Não acha,caro Arlindo?
    Agora a minha pergunta é: Será que os nossos governantes têm conhecimento desta «Chafurdice»???…Nem sei que dizer,porque eu,ainda,acredito no sistema…
    Eu conheço muita gente disposta a testemunhar e a delatar; professores ligados a todos os projetos…E quando digo todos,é TODOS,mesmo…O POLVO estendeu-se,até…À Escola Portuguesa de Dili,bem como…A alguns seguidores /cúmplices do Instituto Camões…
    A Comunicação Social tem de fazer alguma coisa…Só eles é que conseguem pôr a boca no trombone e mandar corruptos ladroes para a prisão…lol.

    • Inconformado on 14 de Abril de 2015 at 20:42
    • Responder

    m.nandagoncalves@hotmail.com – tem toda a razão. Também por lá passei, durante seis anos e a situação que ali se vive no setor da educação é, de facto, abjeta.

  1. Um destes dias torno público o totalmente obscuro processo de [de]selecção de docentes doutorados para a Universidade (?????) de Timor Lorosa’e, supostamente com o beneplácito da Fundação das Universidades Portuguesas…

      • Maria dos Anjos on 18 de Abril de 2015 at 1:24
      • Responder

      Então é assim,meus caros…Têm o meu e-mail(colocado como minha identificação). Comuniquem comigo,porque vamos mesmo encetar essa Luta.Basta!…Vamos,mesmo,«pôr a boca no trombone»!…Quem quiser fazer parte,colaborar,ajudar,como testemunha/testemunhos,contacte comigo,anónimo ou não…
      Situação «abjeta» é o que melhor define todos os «ditos projetos» que estão a cargo dessa seita de «doutorados» déspotas, arrogantes, gananciosos e, sobretudo,INCOMPETENTES!
      Em 2010 tentou-se desinfetar o MAL,que estava em germinação.Em 2011,enquanto se tentava fazer o melhor pela educação/ensino da Língua Portuguesa no nosso «doben» Timor Lorosae, reuniam-se as tropas do Eixo do Mal,para regressarem em força em 2012;estendendo os seus tentáculos para todos os projetos;contaminando todas as instâncias;angariando súbditos colaboradores sustentadores da Teia.
      Infelizmente,é tal e qual,por mais incredível que o pareça…Pior ainda:a «coisa»aparenta sintomas de crescimento.
      Os nossos governantes se não sabem,vão ficar a sabê-lo,bem como o povo…Os Portugueses precisam de tomar conhecimento da existência de, mais um, buraco sem fundo,depositário de «dinheiros públicos».Tem de sair tudo, tudinho cá para fora,Meninos(as)…Depois de começar,vai ser uma autêntica avalanche e vão rolar muitas cabecitas,ai vão,vão…Maromak.
      Já sabem o que têm a fazer. Inconformado, RGL juntem-se a nós e arranjem mais soldados,porque essa «moinice»tem os dias contados.

        • Maria dos Anjos on 18 de Abril de 2015 at 1:29
        • Responder

        Meu e-mail(Maria dos Anjos):m.nandagoncalves@hotmail.com

        • Maria dos Anjos on 18 de Abril de 2015 at 1:32
        • Responder

        …Miguel Gaspar,Catarina podem também juntar-se também,claro…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores: