23 de Abril de 2015 archive

A Música do Blog (Para Acalmar um Pouco)

Em estreia absoluta, de uns amigos de Brigthon.

 

Hollowmoon – While They Were Sleeping/Covered In Dust

 

 

Facebook dos Hollowmoon

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2015/04/a-musica-do-blog-para-acalmar-um-pouco/

Carta Totalmente Aberta

aos augustos deputados daquilo do BES: o google, e não só, tem um aborrecimento chamado cache. É só para saberem, só ensino uma vez.

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2015/04/carta-totalmente-aberta/

Considero

que, desde que os jornalistas consigam reduzir os “então”, não vejo motivos para pagarem multas, sabe-se lá a quem…

 

Publique-se!

 

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2015/04/considero/

E vem mais uma…

images[8]Já se fala, hoje, que o Mandarim pode vir a ser uma disciplina de opção…. isto vais ser só chinesices… se o Limpópo sabe…

 

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2015/04/e-vem-mais-uma/

600…

imagesAGRB7EZJ

O Projeto de Iniciação à Programação no 1º ciclo do ensino básico teve uma adesão fenomenal…

600 Escolas aderiram ao projeto, um sucesso…

Não vamos ensinar as crianças a utilizar um processador de texto ou uma folha de cálculo, isso é irrelevante. Vamos ensiná-los a programar… qual escola lá do norte da Europa!!!

Em junho começa a formação express de 1800 professores… em apenas um mês vamos formar este pseudogrupo de docência…

Isto é uma Escola de Excelência… rigor…

Sempre quero ver onde as escolas vão arranjar os computadores necessários, vai ser um computador para cada 3 alunos… com alguns Pentium 386 e 486 à mistura e quem sabe, um ou outro Spectrum…

Quem estiver interessado em completar horário, tem agora uma boa oportunidade…

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2015/04/600/

Só Podes Reclamar

contra ti.

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2015/04/so-podes-reclamar/

Post Para as Reclamações do Artigo 103

Abro este artigo a pedido de vários colegas por causa do tempo de serviço ao abrigo do artigo 103º

Deixo este mail que me chegou para lançar este debate e peço a quem tenha mais informações para as deixar na caixa de comentários.

 

Peço desculpa por incomodar e insistir neste assunto, mas será possível abrir um tópico para trocar impressões sobre as reclamações por causa do tempo de serviço descontado por doença (e a malfadada saga de circulares e informações discrepantes)?

Deixo o meu testemunho e as minhas dúvidas. Gostaria de saber como estão a agir outros colegas em situação semelhante. Estou confusa e, sinceramente, já não sei se estou a ver bem as coisas…

A propósito do tempo de serviço de faltas por doença, que não vi contado na candidatura e que tive de “aperfeiçoar” (verbo ridículo e totalmente paradoxal, no contexto) de acordo com as indicações da escola (daquelas mais papistas que o Papa na interpretação do artigo 103…), decidi, seguindo as instruções do sindicato, fazer uma reclamação.
Avanço no formulário e percebo que apenas posso alterar campos, sem explicar o que quer que seja. Como fazer isso implica que a escola valide novamente os dados (incluindo os que anteriormente invalidou e que fizeram com que tivesse de alterar o tempo, para permanecer no concurso) fico na dúvida. Se tiver campos inválidos na reclamação, esta será indeferida (sendo eu notificada), mas esse indeferimento terá consequências? Ou seja, poderei ser excluída do concurso ainda nesta fase ou simplesmente, como seria lógico, não me é dada razão mas permaneço nas listas, com o tempo de serviço que foi validado na fase de candidatura?

Não encontrando respostas claras nos documentos oficiais, o que já é habitual nas questões mais complexas, liguei para o CAT. Após (apenas) vinte e muitos minutos de espera, fui atendida por alguém que se disse minha “colega” e que, de imediato, assumiu que tinha dúvidas quanto à questão… Deixou-me à espera e fez a sua pesquisa, para me informar de que seria excluída caso a reclamação fosse indeferida. Ou seja, para poder concorrer, tive de introduzir o tempo que a escola entendeu ser o correto e agora não posso reclamar, porque isso seria entendido como um novo concurso? Então qual é a utilidade da reclamação? A lógica seria, a ver indeferida a reclamação, continuar a concurso com os dados que foram validados anteriormente e não sofrer qualquer penalização por isso. Ou a intenção será dissuadir-nos de reclamar, pois não o fazendo, como afirma a DGAE, isso significa que concordamos com todos os dados e essa posição vincula-nos ao tempo de serviço que nos dizem que temos (e que não é o real, de acordo com o artigo 103 do ECD) e prejudica-nos em futuras ações de protesto? Parece que nos tentam vencer não pelo cansaço mas pela incoerência… Ficamos sem saber bem o que fazer, pois qualquer das opções nos prejudica…

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2015/04/post-para-as-reclamacoes-do-artigo-103/

Um Autêntico Big Brother

Onde quem acaba por ser exposto a tudo isto e possivelmente sofrer mais, é um menor de 14 anos.
 

Professora Liliana Costa dá a cara na CMTV

 

liliana

 

Veja a entrevista exclusiva da docente acusada de ter tido relações com um aluno menor.

 

O futuro da professora Liliana Costa – que foi suspensa por 90 dias devido a suspeitas de envolvimento físico com um menor – está nas mãos do aluno, de 14 anos. As declarações que o rapaz irá fazer, no âmbito do processo disciplinar que foi instaurado na EB 2,3 Professor Gonçalo Sampaio, na Póvoa de Lanhoso, serão fundamentais para determinar se a docente de 34 anos – que ontem revelou a identidade em exclusivo no programa ‘Manhã CM’, na CMTV – é ou não culpada.

Se o rapaz continuar a negar a relação, o mais certo é que o inquérito disciplinar seja arquivado. Isto porque será difícil fazer outro tipo de prova.

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2015/04/um-autentico-big-brother/

Notícias Soltas

Recolha do Livresco.

 

Ensino superior em risco de perder 4.000 docentes

 

Vila de Rei aprova delegação de competências na Educação Medida tem a oposição dos professores do concelho.

BE quer novo concurso de vinculação de professores

 

Fim da profissionalização em exercício de docentes é asneira, diz David Justino

 

Portugal 2020: apoio à formação arranca em junho

Professores do ensino artístico com ordenados em atraso voltam à rua

 

PS quer recuperar Programa Novas Oportunidades e lançar “contrato de reemprego”

 

David Justino afirma que reduzir abandono escolar para 10% até 2020 é uma meta difícil de alcançar

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2015/04/noticias-soltas/

Não é a Escola Que Faz Esta Recusa

… mas sim a autarquia. Isto porque o título da notícia poderia dar a entender que a escola tem poder de decisão sobre isso, mas não tem.

Poderia passar ao lado desta notícia, mas como se passa no meu concelho e na minha freguesia não a poderia deixar passar ao lado.

 

Como professor numa escola deste concelho e actualmente numa escola do primeiro ciclo sei que estas regras absurdas se estão a aplicar. Se na “minha escola” acontecesse isto com meu conhecimento, e já disse que soubesse de tal coisa não deixaria de intervir, garanto que não mandava o aluno para casa sem refeição completa, mesmo que sejam essas as orientações da câmara municipal.

A prática que existe é que o Encarregado de Educação que não tira a senha é contactado da parte da manhã para entrar em contacto com a autarquia e quando não há solução para o encarregado de educação vir buscar o aluno para almoçar a casa ele apenas come a sopa, o pão e a fruta.

Se existem abusos de pais que se esquecem continuadamente de tirar a senha da refeição também não é de estranhar quer isso aconteça, pois a única forma possível de o fazer é através de uma aplicação electrónica no site da autarquia. E como sabemos, não é de acesso fácil à maioria dos pais a interacção com os meios electrónicos. Eu para não me chatear com estas coisas e porque tenho possibilidade disso tiro as senhas para todo o período lectivo, mas sei que nem todos o podem fazer.

As escolas, no meu ponto de vista erradamente, deixaram de ter qualquer poder de decisão sobre estas questões, por medo ou por comodismo.

E este é um dos problemas que poderá agravar-se com a futura municipalização visto que cada vez menos as escolas serão capazes de confrontar as autarquias em decisões desta natureza.
E para completar a informação, no caso o aluno não poder comparecer na escola por motivo de doença (e já aconteceu isso com o meu filho) não é devolvido o valor da refeição que já foi pago, a não ser que até às 8 horas da manhã se faça essa anulação da refeição no dito portal electrónico.  Mas como ele acorda apenas a essa hora não é a anulação da refeição que me preocupará em primeiro lugar, certamente.

 

 

refeicao

 

 

“O que fizeram ao meu filho é desumano! Não darem de comer a uma criança de sete anos porque os pais esqueceram-se de tirar a senha?” Vilma Ribeiro ainda não acredita. O caso da EB1 de Parada, em Guilhabreu, é apenas um entre muitos. O “rigor” do sistema de marcação obrigatória pela Internet deixa indignados os pais. A Câmara diz que era “incomportável” ter, todos os dias, “centenas” de crianças sem marcação para almoçar. Agora, aos “esquecidos”, só assegura sopa, pão e fruta e passaram de centenas para “dois ou três”

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2015/04/nao-e-a-escola-que-faz-esta-recusa/

Concurso Abre Guerra Entre Professores

O que disse é o que realmente se está a passar com o concurso externo, os docentes da 1ª prioridade estão a ser escrutinados um a um pelos docentes mais graduados que sentem injustiça na vinculação de docentes com muito menos graduação, mas que tiveram a possibilidade de ter 5 contratos anuais, completos e consecutivos. E como parte dessas colocações foram feitas em escolas TEIP (onde não existem dados públicos) aumenta esse escrutínio por parte de quem se sente injustiçado.

 

 

cmCorreio da Manhã (23-04-2015)

 

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2015/04/concurso-abre-guerra-entre-professores/

Ainda Sobre a Questão 12

Fica aqui e-mail que me chegou.

Bom dia,

Ao ser alertada para a situação da questão 12 e uma vez que sou professora de QZP desde 2004, resolvi ligar para o CAT

Informaram-me que neste momento não tenho possibilidade de reclamar, pois este é um campo inalterável mas que poderei tentar sensibilizar o Diretor da minha escola para esta situação.

A escola na terceira validação poderá ainda alterar este campo.

Também me informaram que caso ficasse mais tranquila poderia expor esta situação para

dsci@dgae.mec.pt

Agradeço toda a sua ajuda e toda a sua profunda dedicação a este espaço tão bem conseguido

Cumprimentos

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2015/04/ainda-sobre-a-questao-12/

Se Pagarem Bem

Eu e o Davide Martins tratamos disso em duas penadas. 🙂

dgae concursos
Público (23-04-2015)

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2015/04/se-pagarem-bem/

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores: