Anular Preferências Manifestadas

É como os anos bissextos.

 

Uns anos dá outros não.

 

Este ano é o tal bissexto em que não dá para anular preferências manifestadas.
 
Do Decreto-Lei 83-A/2014, de 23 de Maio

 

Artigo 14.º

Listas provisórias

7 — São admitidas desistências totais e parciais do concurso, em formulário eletrónico, a disponibilizar pela Direção-Geral da Administração Escolar na respetiva página da Internet até ao termo do prazo para as reclamações, não sendo, porém, admitidas quaisquer alterações às preferências inicialmente manifestadas.

 
Este número não sofreu qualquer alteração em relação ao DL 132/2012, de 27 de Junho, pelo que, entendo que a anulação de preferências manifestadas fica ao critério de cada Diretor-Geral

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2015/04/anular-preferencias-manifestadas/

7 comentários

Passar directamente para o formulário dos comentários,

    • Rui Pinto on 25 de Abril de 2015 at 20:31
    • Responder

    Gostaria de desistir parcialmente do concurso (de algumas escolas) e não vejo como é que a aplicação informática o permite ,alguém sabe? Obrigado

      • rrrr on 25 de Abril de 2015 at 20:55
      • Responder

      A aplicação não o permite. Só permite deixar como está; desistir na totalidade do concurso, ou no caso de concorrer a mais do que um grupo desistir de todas as preferências de um ou mais grupos.

        • Rui Pinto on 25 de Abril de 2015 at 21:02
        • Responder

        Obrigado Julguei que como vinha “São admitidas desistências … parciais do concurso, em formulário eletrónico” fosse possível

        • Rui Pinto on 25 de Abril de 2015 at 21:03
        • Responder

        MAs o Arlindo diz que “entendo que a anulação de preferências manifestadas fica ao critério de cada Diretor-Geral” Como é então ? Ab

          • Nanda on 26 de Abril de 2015 at 18:01

          Rui Pinto, eu acho que pode fazer o que pretende. Consulte o manual de instruções da reclamação eletrónica.

          • rrrr on 26 de Abril de 2015 at 18:34

          Fica ao critério de cada Diretor-Geral, porque a lei está escrita de forma dúbia e, em cada ano, a aplicação é diferente: há anos em que a aplicação permite desistir de apenas p.ex. uma escola (porque o Diretor-Geral assim entende a lei) e há anos (como este ano) em que não o permite.

        • paulo lage on 26 de Abril de 2015 at 23:15
        • Responder

        Como faço então para desistir de todas as preferências de um dos grupos?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores: