adplus-dvertising

Tesourinho contratual

… e cálculo da fórmula em CE com o erro de Nuno Crato mesmo depois de tanta notícia sobre o assunto.

 

Na plataforma da DGAE encontra-se em concurso, um horário de 5 horas anual do grupo 500 no Agrupamento de escolas Professor Lindley Cintra – Lumiar, Lisboa. Os critérios julgo serem um tesourinho contratual. Eu, com quase dez anos de tempo de serviço, não consigo entender como provo num currículo de 5 páginas se planifiquei e apliquei os critérios de avaliação nas escolas/turmas por onde passei. Será que alguém consegue e me pode dar uma ajudinha?

Em anexo enviou o print-screen da oferta.

Como diz lá que anexam o horário para verificarmos incompatibilidades de horário e este não se encontra lá, fui à página da escola procurar qualquer coisa relacionado com o assunto. Nada de aviso de abertura do concurso do horário, nada de horário, nada de nada… Mas como estavam lá resultados de horários de outros grupos, abri e espantei-me com as graduações calculadas, de certo, à maneira de Nuno Crato. Anexo também a lista de um horário do grupo 510. Será que os elementos da direção da escola não viram notícias estes meses ou não receberam a nota informativa com a explicação do cálculo da fórmula? Estou incrédula.

Se quiser partilhar no seu blog, esteja à vontade.

 

oferta
No meu ponto de vista a aplicação de concursos devia ter sempre o horário da oferta publicado. Possivelmente a escola pensou que o horário seria anexado na aplicação, mas tal não acontece.

Sobre o calculo da forma dispenso comentários, porque está mais que visto que cada escola procede como bem entender. A impunidade chegou para ficar e pelos vistos basta um pedido de desculpas para tudo continuar igual.

Facebook Comments

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2014/10/tesourinho-contratual-26/

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores: