Comparação das CE Entre 2011 e 2014 por Horas

Fica agora um quadro semelhante ao do post anterior mas com o número de horas totais que estiveram em concurso nas contratações de escola, por grupo de recrutamento e ano letivo.

Em 2013/2014 existiram 6 grupos de recrutamento que superaram a média de horas dos últimos 3 anos letivos nas contratações de escola, a saber:

  • 260 – Educação Física
  • 320 – Francês
  • 340 – Alemão (igualou a média)
  • 420 – Geografia
  • 620 – Educação Física
  • 910 – Educação Especial 1

Este último grupo de recrutamento (910 – Educação Especial 1) tem tido ao longo dos últimos 3 anos um acréscimo do número de contratações e horas em concurso, sendo mesmo o único grupo de recrutamento que em que tal acontece. Por isso, muito me admira que se diga que tem havido desinvestimento na Educação Especial.

 

 

2011 a 2014 balanço por horas

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2014/06/comparacao-das-ce-entre-2011-e-2014-por-horas/

5 comentários

Passar directamente para o formulário dos comentários,


  1. Caro Arlindo! Fala que há mais investimento na Educação Especial…Só pode dizer isso quem não conhece a realidade! Sim, há mais professores…mas a verdade é que o número de alunos aumentou e andamos a brincar à Educação Especial! Mas passo a explicar…A Educação Especial não deveria ser para “dar explicações” aos alunos…devia ser uma intervenção especializada…logo ter um professor a apoiar (será que é apoiar?!?) 25 alunos é uma brincadeira de muito mau gosto!

      • Leoniamendes on 10 de Junho de 2014 at 19:40
      • Responder

      A que chama dar explicações aos alunos? Já viu algum professor de Educação Especial a fazer isso? Que tipo de explicações? Ensina o aluno a ter método de estudo, ensina o aluno a concluir um trabalho de uma área curricular?Faz isto com que tipo de alunos: com os que tem dificuldades específicas de aprendizagem ou com os alunos das unidades específicas?
      Se está a ensinar as rotinas de um currículo funcional tem de explicar as tarefas passo a passo.isto é dar explicações?Quando ensina braille também está a ser explicador?Se for um apoio em sala de
      aula no 1º ciclo,então é um explicador em sala de aula?

    • a proxima on 10 de Junho de 2014 at 14:35
    • Responder

    Olá. Eu concordo. Tenho mais de 30 alunos e apenas 16 horas letivas! Quase só preencho papéis,

      • maisumentremuitos on 10 de Junho de 2014 at 19:52
      • Responder

      Apenas uma questão/sugestão… são todos alunos para apoio direto? Ou poderiam beneficiar de apoio indireto?

    • Dora Sá on 10 de Junho de 2014 at 19:57
    • Responder

    Concordo com o Arlindo, tem havido um crescente investimento na Educação Especial! Pode ainda não chegar para as necessidades de algumas escolas, mas isso não significa desinvestimento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores:

x
Gosta do Blog