adplus-dvertising

Professores Preparam Revolução Tecnológica

Notícia de capa do Primeiro de Janeiro

 

Professores preparam revolução tecnológica

 

O desaparecimento da Educação Tecnológica como disciplina obrigatória no 3º ciclo deverá atirar mais professores para o desemprego.

Os professores de Educação Tecnológica (ET) estão revoltados com a nova gestão curricular, em que a disciplina é penalizada e cujos docentes do grupo 530, em especial, sentem-se prejudicados pelo Ministério da Educação, mas também pelos sindicatos que aparentemente não deram a devida atenção à questão, num dia em que o ministro Nuno Crato afirmou que serão obrigatórias, a partir de 2013/14, as metas curriculares que lançou para discussão pública. Numa era em que a tecnologia tomou conta do mundo global – já não passamos sem internet, sem redes sociais, etc… –, os educadores têm dificuldade em entender como se quer alcançar um ensino mais inovador e virado para as novas tecnologias, em que as disciplinas são mais práticas e abrangentes, e se pretende, com a nova gestão curricular, prejudicar a Educação Tecnológica do 3º ciclo, onde as vagas serão escassas e não vão chegar para os professores do quadro quanto mais para os contratados, entre os quais com mais de 20 anos de serviço. Conclui-se, por isso, que estejam para aumentar o número de professores no desemprego. No passado dia 7 de junho, a Associação Nacional dos Professores de Educação Técnica e Tecnológica (ANAPET) criticou o desaparecimento da ET como disciplina obrigatória no 3º ciclo da nova estrutura curricular dos ensinos básico e secundário, aprovada pelo Ministério da Educação. ‘Cumpre-nos continuar a manter fidelidade ao princípio fundamental de que esta disciplina deve regressar, quanto antes, ao currículo, com os fundamentos que são conhecidos e que têm obtido eco na sociedade civil. Temos consciência dos múltiplos problemas que esta circunstância acarreta e vai colocar aos alunos, aos pais, aos professores e às escolas. Por isso, manteremos uma postura pró-activa na busca das melhores soluções’, lê-se no comunicado da associação de professores. ‘Colegas, estamos, coletivamente, convocados – professores dos quadros e contratados – para lutar pelo regresso da Educação Tecnológica ao currículo. Todavia, cada um por si, na respetiva escola, tem um importante papel a desempenhar. Não se dispensem de cumprir esse dever e exigir esse direito!’, apelou a Direcção da ANAPET. O ministro da Educação e Ciência afirmou, ontem, que serão obrigatórias, a partir de 2013/14, as metas curriculares que lançou para discussão pública e que visam um ensino ‘bem estruturado’, baseado num modelo anglo-saxónico. Em conferência de imprensa na Secretaria Geral do Ministério da Educação, Nuno Crato indicou que, para o próximo ano letivo, as metas para as disciplinas de Matemática, Português, Educação Visual, Educação Tecnológica e Tecnologias de Informação e Comunicação do ensino básico serão ‘fortemente recomendadas’,
Elaboradas ano a ano, as metas, que estarão em discussão pública até 23 de julho, destinam-se a ‘definir com clareza o que se quer que cada aluno aprenda’, São ‘objetivos cognitivos muito claros’, para professores e alunos, indicou, rejeitando que se ponha em causa a ‘liberdade de método’, dos docentes para ensinarem as matérias. Nuno Crato afirmou que as metas vão ‘clarificar aquilo que, nos programas, deve ser prioritário, os conhecimentos fundamentais a adquirir e as capacidades a desenvolver pelos alunos ao longo dos diversos anos de escolaridade’, ‘Não pretendemos atuar de uma forma dirigista em relação à pedagogia’, garantiu Nuno Crato, que defendeu a necessidade de um ‘ensino bem estruturado’,
‘Julgamos que este processo corresponde a uma ambição de muitos professores’, apontou o ministro.
Educação. Nuno Crato afirmou que serão obrigatórias, a partir de 2013/14, as metas curriculares que lançou para discussão
DR

Facebook Comments

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2012/06/professores-preparam-revolucao-tecnologica/

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores: