Escolas Que Devem Abrir Novamente a BCE

Como já se sabe, nos próximos dias 15, 16 e 17 haverá nova candidatura à Bolsa de Contratação de Escola para as escolas que não abriram concurso para alguns grupos de recrutamento. Presumo que as escolas que não chegaram a abrir nenhuma candidatura também se encontrem nesta nova fase de candidatura.

Já no dia 2 de Setembro tinha alertado para mais esta trapalhada que se resolve passados 40 dias.

 

Os 16 agrupamentos que não chegaram a abrir concurso da BCE são os seguintes:

170148 – Agrupamento de Escolas do Barreiro
170367 – Agrupamento de Escolas de Coruche
145567 – Agrupamento de Escolas Pinheiro e Rosa
151038 – Agrupamento de Escolas D. Afonso Henriques, Guimarães (escola que não tem autonomia, apesar dessa informação ter constado na lista de vagas na manifestação de preferências à contratação)
160805 – Agrupamento de Escolas José Silvestre Ribeiro, Idanha-a-Nova
171773 – Agrupamento de Escolas de Benfica, Lisboa
145142 – Agrupamento de Escolas de Almancil, Loulé
171116 – Agrupamento de Escolas de Camarate – D. Nuno Álvares Pereira, Loures
160209 – Agrupamento de Escolas de Mira
403234 – Escola Secundária da Baixa da Banheira, Vale da Amoreira, Moita
160568 – Agrupamento de Escolas de Oliveira do Bairro
135653 – Agrupamento de Escolas n.º 1 de Ponte de Sôr
152213 – Agrupamento de Escolas Leonardo Coimbra-Filho, Porto
172388 – Agrupamento de Escolas Boa Água, Sesimbra
170800 – Agrupamento de Escolas de Vialonga, Vila Franca de Xira
150885 – Agrupamento de Escolas de Moure e Ribeira de Neiva, Vila Verde

Alguns agrupamentos não abriram concurso para alguns grupos de recrutamento e basta verificar este documento de dia 2 de Setembro para se perceber quais foram.

Lista dos agrupamentos que não abriram ofertas para todos os grupos. Nesta lista estão indicados os grupos onde foram abertas as ofertas. Ou seja, as escolas terão de abrir novamente ofertas para os restantes grupos. Tendo em conta que alguns horários possam ter sido pedidos até ao dia 15 de Setembro ainda poderemos ter colocações em Outubro de 2014 com efeitos ao dia 1 de Setembro de 2014.

Nestas sucessivas trapalhadas da DGAE quem tem sido mais prejudicado são os docentes colocados na Contratação Inicial que nunca tiveram possibilidade de optar por uma escola TEIP ou com Autonomia quando poderiam ter ficado colocados numa dessas escolas em horários completos tendo ficado em horários incompletos.

151725 – Agrupamento de Escolas de Real, Braga – 290, 350
152018 – Agrupamento de Escolas de São Pedro da Cova, Gondomar – 100, 220, 230, 300, 500
402011 – Escola Secundária João Gonçalves Zarco, Matosinhos – 300, 350, 400, 430, 500, 510, 520, 540, 550
151208 – Agrupamento de Escolas de Freixo de Espada à Cinta – 220, 230, 240, 250, 290, 320, 350, 400, 420, 500, 510, 520, 550, 600, 910
404299 – Escola Profissional de Agricultura e Desenvolvimento Rural de Vagos – 300, 330, 560
170227 – Agrupamento de Escolas do Monte da Caparica, Almada – 100, 110, 210, 220, 230, 320, 400, 500, 510, 620, 910
172327 – Agrupamento de Escolas Carlos Gargaté, Charneca da Caparica, Almada – 110, 200, 220, 230, 290, 320, 510, 520, 550, 910
171402 – Agrupamento de Escolas do Bairro Padre Cruz, Lisboa – 100, 110, 230, 260, 290, 330, 400, 420, 500, 520, 550, 620
171360 – Agrupamento de Escolas Marquesa de Alorna, Lisboa – 220, 230, 250, 260, 300, 320, 400, 420, 500, 510, 520
171736 – Agrupamento de Escolas do Alto do Lumiar, Lisboa – 100, 110, 220, 230, 260, 400, 500, 510, 520, 550, 620
172315 – Agrupamento de Escolas D. Filipa de Lencastre, Lisboa – 110, 250, 300, 330, 400, 420, 500, 510, 520, 620, 910
172108 – Agrupamento de Escolas da Apelação, Loures – 100, 110, 200, 210, 220, 230, 260, 290, 500, 520, 620, 910
404019 – Escola Profissional Agrícola D. Dinis – Paiã, Odivelas – 510
171888 – Agrupamento de Escolas Professor Agostinho da Silva, Sintra – 100, 200, 220, 240, 250, 290, 320, 330, 350, 400, 520, 550, 910
400221 – Escola Secundária Gago Coutinho, Alverca do Ribatejo, Vila Franca de Xira – 300, 400, 410, 430, 620, 910
135185 – Agrupamento de Escolas de Alter do Chão – 300, 500
135495 – Agrupamento de Escolas de Gavião – 230, 290, 300, 320, 330, 400, 420, 500, 510, 520, 550
135290 – Agrupamento de Escolas de Monforte – 100, 110, 620, 910
135021 – Agrupamento de Escolas n.º 1 de Beja – 250, 350, 550
145130 – Agrupamento de Escolas Rio Arade, Lagoa – 100, 330, 350, 400, 420, 500, 510, 520, 550, 600, 620, 910
145440 – Agrupamento de Escolas Padre João Coelho Cabanita, Loulé – 200, 210, 220, 230, 240, 250, 260, 300, 320, 330, 350, 400, 420, 500, 510, 520, 530, 550, 600, 620, 910, 920, 930 (Esta escola apesar de não ter ofertas abertas para os grupos 100 e 110 teve uma lista ordenada para estes dois grupos de recrutamento o que é no mínimo estranho)
145221 – Agrupamento de Escolas João da Rosa, Olhão – 110

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2014/10/escolas-que-devem-abrir-novamente-a-bce/

19 comentários

Passar directamente para o formulário dos comentários,

    • isabel on 12 de Outubro de 2014 at 11:48
    • Responder

    Então a D. Afonso Henriques não era a tal que afinal não tinha autonomia?

    • Maria on 12 de Outubro de 2014 at 11:49
    • Responder

    Obrigada mais uma vez Arlindo, pelo trabalho que desenvolve em prol de todos os professores.

    Agradeço também a chamada de atenção que faz, para com os lesados nesta “balbúrdia obscura” de BCE, “Nestas sucessivas trapalhadas da DGAE quem tem sido mais prejudicado são os docentes colocados na Contratação Inicial que nunca tiveram possibilidade de optar por uma escola TEIP ou com Autonomia quando poderiam ter ficado colocados numa dessas escolas em horários completos tendo ficado em horários incompletos.”

    Será que não é bom de ver, que os primeiros a colocar, em 9 de setembro, são os mais graduados profissionalmente? e os que foram “banidos” de posteriores colocações a que também tinham legitimo direito? e que serão ultrapassados no próximo ano?

    Que mundo é este?

      • Nuno Meia-Onça on 12 de Outubro de 2014 at 14:55
      • Responder

      E eu a pensar que os mais prejudicados são aqueles, que apesar de 7-10-12 anos de serviço estão este momento desempregados. Mas pronto há sempre alguém pior que nós….

    • Via on 12 de Outubro de 2014 at 12:10
    • Responder

    Obrigada Arlindo! Por tudo!

    • Ivo on 12 de Outubro de 2014 at 12:57
    • Responder

    Arlindo, o Agrupamento D. Afonso Henriques não tem autonomia, as vagas deste agrupamento estão a sair em RR.

    • Margarida420 on 12 de Outubro de 2014 at 15:55
    • Responder

    Arlindo! antes de existir esta balburdia havia “ofertas” de escola e eu concorri a algumas (que neste momento não consigo aceder) mas algumas escolas de Lisboa que estão mencionadas aqui foram essas que eu concorri nessas mesmas ofertas.

    • Elisabete on 12 de Outubro de 2014 at 17:40
    • Responder

    Não havendo dúvidas que quem ficou colocado na contratação inicial com horário incompleto é quem mais se sente prejudicado, que podemos nós fazer para repara esta injustiça? Será que temos de comer e calar?

      • Maria on 12 de Outubro de 2014 at 18:07
      • Responder

      para Elisabete

      Talvez fosse útil fazer um estudo de quantos somos nessas circunstâncias… se fosse possível fazer por grupo de recrutamento, a partir dos dados da CI…
      e todos juntos exigir junto do MEC que se faça justiça… não sei se somos 150, e com todo o respeito pelos colegas que estiveram colocados durante 3 semanas e a seguir ficaram sem horário, o que é certo é que a nossa situação é inarrável e se nada fizermos será por este ano, com efeitos em concursos seguintes…

        • Elisabete on 12 de Outubro de 2014 at 20:18
        • Responder

        Concordo Maria,
        Estou disposta a avançar. Poderíamos em conjunto fazer uma exposição a exigir que sejamos ouvidos. Sim, porque não será só este ano, em que perderei 2 meses mas nos anos seguintes perdermos 3 anos e quem sabe muitos mais!

          • Elisabete on 12 de Outubro de 2014 at 20:27

          Se forem 2, 4 , 10, 100, mais hipótese teremos de ser ouvidos!

          • Maria on 12 de Outubro de 2014 at 21:51

          Poderíamos pedir ajuda ao Arlindo, por exemplo, num post, em que cada colega se inscrevesse, por grupo de recrutamento, com um texto a expor a situação…

          • suzi on 12 de Outubro de 2014 at 23:25

          Concordo colegas vamos para a frente com isto, será que o Arlindo nos pode ajudar?

          • Elisabete on 13 de Outubro de 2014 at 20:43

          A ajuda do Arlindo seria preciosa. Seria também de grande ajuda se as colocações da BCE se tornasse públicas. Aí não restaria dúvida da injustiça e discriminação de que estamos a ser alvos. Aina mais com este novo concurso da BCE, Como é possível isto acontecer

        • rosa on 13 de Outubro de 2014 at 23:06
        • Responder

        Contem comigo, colocada em CI com horario de 15 h…

      • suzi on 12 de Outubro de 2014 at 23:22
      • Responder

      Estou na mesma situação, vários que estão menos graduados passaram-me à frente com horário completo. Inclusive na mesma escola tiveram o desplante de não me completar o horário e lançaram um completo para a plataforma. Deixaram os alunos 2 semanas sem aulas, porque estavam à espera do professor x. Este estava entre os primeiros da RS2. Ironia do destino ele ficou na mesma escola. Agora tenho de trabalhar diretamente com ele, sabendo que é de uma cunha que se trata. Sei que devia ter reclamado na dgrhe, mas sei também que iria ter consequências desta atitude na escola e não seriam nada agradáveis, neste caso para mim…

      Alinho se nos juntarmos, talvez consigamos ter alguma razão…

    • tecas on 12 de Outubro de 2014 at 18:04
    • Responder

    Agrupamento de Escolas de Alto do Lumiar; Agrupamento de Escolas do Bairro Padre Cruz e Agrupamento de Escolas de Apelação estão a sair em BCE….

    • Tânia L. on 12 de Outubro de 2014 at 18:52
    • Responder

    O Agrupamento Carlos Gargaté teve listas do 110 em BCE…

    • Ivo on 13 de Outubro de 2014 at 10:04
    • Responder

    E digo mais, devemos exigir que o tempo de serviço seja contado desde 1 de setembro para todos ( pelo menos a quem ficar colocado até dezembro), dado que estamos TODOS a ser prejudicados com esta trapalhada. Isto é uma bola de neve que prejudica também quem ainda está à espera de colocação e já devia estar colocado há muito.

    • Campsaraiva on 13 de Outubro de 2014 at 12:41
    • Responder

    E os professores do Quadro (por ex. QZP, com 20 e mais anos de serviço em escolas públicas) que ficaram colocados em cascos de rolha e viram professores contratados a ocupar horários completos e anuais das suas primeira escolhas? Que escolhas tiveram esses?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores: