Regulação as atividades letivas em regime presencial a partir de 18 de maio

 

 

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2020/05/regulacao-as-atividades-letivas-em-regime-presencial-a-partir-de-18-de-maio/

18 comentários

Passar directamente para o formulário dos comentários,

    • Zaratrusta on 15 de Maio de 2020 at 10:49
    • Responder

    E os alunos que não possam comparecer às aulas presenciais por doença devidamente atestada por médico?

      • Matilde on 15 de Maio de 2020 at 11:09
      • Responder

      Creio que:

      Aos alunos que integram grupos de risco, e mediante apresentação de atestado médico, é assegurada e garantida a continuidade do E@D.

    1. Boa. O professor de Mat do 12º ano,ou outro nas mesmas situações, irá conseguir satisfazer todas as preferências e especificidades dos seus alunos de todas as turmas? Tenho muitas dúvidas.
      Aulas presenciais,aulas em modo síncronas e aulas em modo assíncronas para todas as minhas 3 turmas do 12º ano?
      Mas, alguém pensará que o quase sexagenário aguentará ou será que é para fingirmos que está tudo bem e que também ficará tudo bem? Até já fiz 1 arco-íris para colocar no vidro da minha sala de aula. É só para me animar.

      Depois disto passar e quando ler a folha de prova do exame ,poderei constatar que,afinal,os conteúdos selecionados na referida prova ,são apenas aqueles que foram leccionados até ao início do mês de março… 😉 . Mas, isto ,só sou eu a meditar.

        • Paulo Pereira on 17 de Maio de 2020 at 3:14
        • Responder

        Amigo, não se queixe muito, pois é um sortudo!

        Conheço quem tenha 12 (!) turmas em regime de teleaula e tem mais de 50 anos de idade.
        E está (apenas) no 2.º Escalão remuneratório.

    • Matilde on 15 de Maio de 2020 at 11:26
    • Responder

    Zaratrusta, pode confirmar a informação anterior nas Orientações para o regresso às aulas em regime presencial emanadas pela DGEsTE, no seu Capítulo II- Frequência, Ponto 5- Alunos em grupos de risco.

    O Arlindo publicou aqui esse documento, mas não me lembro da respectiva data…

      • Ninita on 15 de Maio de 2020 at 17:08
      • Responder

      Como pode a casa pia, tendo paralelismo pedagógico, estar a funcionar com aulas presenciais faz tempo? Andamos a brincar ao faz de conta?

    • Luluzinha on 15 de Maio de 2020 at 11:48
    • Responder

    Como vêem, de nada serviram aquelas tentativas ridículas peticionárias. Tudo está a avançar e a caminhar para o regresso à possível normalidade, contrariando essa indolência acomodada de quem queria que tudo permanecesse confinado.

      • Matilde on 15 de Maio de 2020 at 12:43
      • Responder

      Que “normalidade”?

      Aquela que foi declarada e oficializada por decreto?

      • maria on 15 de Maio de 2020 at 15:50
      • Responder

      Tudo está a caminhar “bem”. Siga, dê um passo em frente e caia … no abismo!
      Neste caso, não se trata de indolência, trata-se de precaução e bom senso!
      Mas, já vi que não se preocupa com os seus alunos(se é que é professora!) e que não lhe pesa na consciência as consequências deste ato irrefletido! Fique bem, consigo e com a sua consciência!
      É devido a “facilitismos” concedidos por várias pessoas que depois assistimos a desfechos infelizes como o da pequena Valentina.

    • Zaratrusta on 15 de Maio de 2020 at 11:49
    • Responder

    Obrigado Matilde.

    • Ana Justo on 15 de Maio de 2020 at 13:28
    • Responder

    Luluzinha, tu não és professora, tu não és professora, tu não és professora, o que serás tu?

      • Zaratrusta on 15 de Maio de 2020 at 13:51
      • Responder

      Ana Justo, poder-lhe-ia responder com uma série de adjetivos, mas não o vou fazer. Deixo à sua imaginação.

    • Ana Justo on 15 de Maio de 2020 at 14:43
    • Responder

    Alguém falou contigo, Zaratrusta? Devias ter ficado calado, não?

      • Zaratrusta on 15 de Maio de 2020 at 18:01
      • Responder

      Ana Justo, não me entendeu. Aqueles adjetivos era para lhe dar a resposta à sua pergunta de quem é a Luluzinha.

      Os adjetivos seriam para caracterizar a Lulazinha. Ou pensava que eu estava a defender tal criatura.

  1. Colegas, uma questão para quem dominar melhor do que eu as normas legais. O caso é este, um professor de FQ que tem horário completo (18h) com uma turma do 10º ano e outra do 11º (2+2+2,5*2 em cada turma). Agora, com a retoma das aulas presenciais e o desdobramento da turma, foram-lhe atribuídas 13h presenciais (6,5h em cada turno, a totalidade do horário dos alunos). Isto é legal? O 10º ano em regime não presencial não conta?
    Situação prevista na Escola Secundária João de Deus, em Faro.

  2. Contar,conta. Mas, infelizmente, os atropelos à lei são mais que muitos. Solicitar a ajuda dos sindicatos,seria uma opção, ainda que ,nesta altura, valesse de muito pouco. É isso mesmo que está a acontecer nas escolas privadas.
    Outra opção, com um bom argumento de suporte, seria o atestado médico 😉

  3. Arlindo

    Sabe se está previsto que as educadoras do público também façam o teste ao COVID, antes de 1 de junho,
    à semelhança das educadoras das creches das ipss e do particular?
    Falou-se nisso?
    obg cel

  4. Alguém sabe informar o que os professores pertencentes ao grupo de risco, nomeadamente asmáticos, têm que fazer para continuarem com aulas online, em vez de irem pessoalmente? Agradeço a vossa colaboração.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores: