adplus-dvertising

Educação foi a mais atingida por sangria na Função Pública

Educação foi a mais atingida por sangria na Função Pública

 

 

O Estado perdeu 58 mil funcionários públicos entre 2011, ano da entrada da troika, e 2017.

 

Os ministérios da Educação e da Defesa e as autarquias foram os mais penalizados e respondem por dois terços da redução registada no Estado central, no regional e nos municípios. Pelo peso esmagador que tem (emprega 27% de toda a Função Pública), a Educação sofreu o maior corte: quase 19 mil pessoas. No pico, em 2014, tinha menos quase 27 mil. É também o que mais recupera, desde 2015.

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2018/04/educacao-foi-a-mais-atingida-por-sangria-na-funcao-publica/

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores: