Divulgação – Reunião ANPRI/DGAE

A ANPRI reuniu hoje, dia 10 de Setembro, com a DGAE a fim de tratar problemas inerentes ao grupo.

 

 

A ANPRI fez-se representar através dos colegas Lúcia Ruão e João Leal, tendo sido recebidos pelo Director geral da DGAE Dr. Mário Pereira e pelo Director dos Recursos Humanos e Informática Dr. Rui Cruz. Foram abordados os assuntos relacionados com concursos e disciplinas do grupo. De salientar a importância de informar a IGE caso sejam conhecidos casos de professores a leccionar as disciplinas de TIC (3º ciclo) e TIC (cursos profissionais e CEF) que não tenham habilitação científica para tal, dado que nesse caso estarão a ser cometidas ilegalidades.

O caso dos horários de TIC em técnicos especializados também são alvos de anulação. Por outro lado, no caso das disciplinas de área técnica tal pode ser considerado legal.

A ANPRI fica ao dispor para ajudar/dar a conhecer/reclamar para as devidas instâncias todas as situações que tenha conhecimento.

Para tal deverão contactar-nos através do e-mail da colega Lúcia Ruão: lucia.ruao@anpri.pt.

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2013/09/divulgacao-reuniao-anpridgae/

12 comentários

3 pings

Passar directamente para o formulário dos comentários,

    • THZ on 13 de Setembro de 2013 at 13:56
    • Responder

    Acho muito bem esta medida, senão daqui a pouco todos os cursos dão todas as disciplinas.

    • maria on 13 de Setembro de 2013 at 13:59
    • Responder

    Parabéns pela excelente trabalho e iniciativa. Conta-mos com esta instituição para nos defender.

    1. “contamos”

    • Paulo on 13 de Setembro de 2013 at 14:45
    • Responder

    Venho dar conhecimento que no agrupamento de escolas de paços de ferreira pelo menos 2 docentes de EVT dão as disciplinas de TIC apenas por possuírem formaçõezitas em office e outras similares… Aliás este agrupamento nem 1 docente do grupo 550 tem, quer do quadro quer contratado, para fazer face às horas de TIC e de PTE. VERGONHA O ENSINO PORTUGUÊS, ANDAMOS ANOS A LICENCIAR-NOS PARA QUÊ????

      • THZ on 13 de Setembro de 2013 at 15:19
      • Responder

      Essa queixa é imediatamente no sindicato e tribunais pois este governo e os diretores não têm vergonha de serem lacaios do MEC.

      • Eu e Tu on 13 de Setembro de 2013 at 17:15
      • Responder

      Caro Paulo deve enviar queixa por escrito para as entidades competentes, com informação detalhada.

      Obterá resposta com brevidade.

      • monica on 27 de Setembro de 2013 at 20:19
      • Responder

      paulo, chegou a reportar a situação descrita? Sei tb de um caso semelhante na escola Daniel Sampaio em Almada. Será q divulgo para lucia.ruao@anpri.pt. da ANPRI

    • Patrícia on 13 de Setembro de 2013 at 15:01
    • Responder

    Em Coimbra:
    Agrupamento de escolas Martim de Freitas, docente de ET a dar a disciplina de TIC;
    Agrupamento de escolas Coimbra Oeste, nomeadamente na EB 2,3 de Taveiro, docente de ET a dar TIC.

    Parabéns pela iniciativa.

    • Joao on 13 de Setembro de 2013 at 15:04
    • Responder

    Os colegas que identificaram casos pf informem a ANPRI. Obrigado. João

    • 550 Revoltado on 13 de Setembro de 2013 at 23:07
    • Responder

    Não sei o que se passa este ano, mas no ano letivo anterior (2012/2013), na Escola D. Maria II de Vila Nova da Barquinha, era o professor de Geografia que lecionava TIC aos 7º e 8º anos.

    • 550 on 14 de Setembro de 2013 at 11:27
    • Responder

    Fiquei colocado numa escola este ano onde no 550 sou o único com habilitações para as TIC. Numa semana apenas, caiu-me todo o trabalho de anos de funcionamento à deriva na disciplina de TIC e do PTE nas costas! Planificações TIC básicas, obsoletas e desatualizadas, niveladas pela falta de conteúdos e rigor, nada de páginas WEB, nada de moodle, computadores carregados de vírus e quase inutilizáveis, cartões de estudante à antiga, etc, etc…
    Quando estes horários vão para outros grupos, até parece que tudo corre na normalidade, mas só aparentemente pois as disciplinas do 550 e o PTE são uma miséria na prática. No fim, quem perde, são os alunos e a escola. Como a maioria dos colegas e dos encarregados de educação também não possui muitas competências TIC, nem se apercebem.

    Não irei realizar nenhuma denúncia porque quero preservar a minha relação com a escola na tentativa de renovar o meu lugar nos próximos anos, apesar da imensa vontade em o fazer… revolta-me imenso esta situação. Tento contrariar a questão com a ideia de que como único colocado no 550 a pertencer verdadeiramente ao grupo, será fácil implementar na escola soluções e práticas que me tornem indispensável e útil… mas tenho pena dos colegas com habilitações e competências que ficam por colocar.

    Como a Informática passa sobretudo pelas TIC do 3º ciclo, há a ideia que basta fazer umas fichas com formatação de texto no Word, fazer uma tabela no Excel ou uma página básica no Frontpage para que a disciplina esteja a funcionar bem. Na realidade isso é falso e muitas competências e possibilidades ficam por leccionar. Seguindo esse raciocínio, eu SERIA CAPAZ de leccionar qualquer disciplina do ensino básico. Sei o suficiente de matemática, vejo o canal História, vejo o discovery chanel, já fui a inglaterra várias vezes e sei analisar suficientemente qualquer texto em português. Aposto que em qualquer disciplina poderia disfarçar e não ser notada a minha incompetência por qualquer aluno ou encarregado de educação. Teria apenas de fazer as pesquisas certas no google para planear as aulas. Mas é obvio que os alunos seriam extremamente prejudicados nestas situações.

    Foi este o meu desabafo sobre este artigo. Continuem com o bom trabalho ANPRI.

      • monica on 27 de Setembro de 2013 at 20:14
      • Responder

      Pois colega, eu tb era dessa opinião e também me calhou a mim organizar tudo, para depois este ano não ter horario, pq as horas de tic do 7º e 8º Ano serem atribuídas a efetivos, de modo a lhes completar horario

  1. […] A ANPRI reuniu hoje, dia 10 de Setembro, com a DGAE a fim de tratar problemas inerentes ao grupo. A ANPRI fez-se representar através dos colegas Lúcia Ruão e João Leal, tendo sido recebidos pelo Director geral da DGAE Dr.  […]

  2. I liked your blog very much.

    I want to thank you for the contribution.

  3. Google Download

    Google Download

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores: