10 de Setembro de 2013 archive

Não Sei Se Sabem

… mas de acordo com a proposta de alteração ao ECD, os únicos que ficam dispensados da Prova de Avaliação de Conhecimentos, Capacidades e Competências são os que obtenham colocação por qualquer mecanismo de seleção e recrutamento previstos no Decreto-Lei 132/2012 até 31 de Dezembro de 2013.

Em nenhum lugar deste artigo fala num número mínimo de horas de colocação.

Se uma colocação de 2 horas numa contratação de escola vai dispensar da prova é algo que só vou poder confirmar quando for publicada a alteração ao ECD.

Mas como já foi tornado público os sindicatos vão enviar para tribunal a questão das dispensas da prova que estavam salvaguardadas pelo Decreto Lei 75/2010.

 

 

dispensas

 

 

 

ADENDA: Em 2012, já o Ministério da Educação dizia que a dispensa da prova seria para todos os que à data da publicação do DL 75/2010 tivessem uma avaliação de desempenho não inferior a Bom e que o leque de dispensas dessa prova ainda iria ser alargado. (alerto para o facto da resposta ter sido dada já em data posterior à publicação do DL 41/2012, reforçando assim que a disposição transitória do 75/2010 tem valor jurídico com a publicação do novo ECD).

Fica aqui para memória futura o conteúdo dessa carta oficial em resposta a um deputado do PCP.

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2013/09/nao-sei-se-sabem/

Escolham

… onde vamos comprar ou construir o colégio e o modelo de escola a implementar.

 

No entanto não podemos querer nada com a Parque Escolar, caso contrário os 15 milhões de euros só chegam para as cadeiras, as mesas e os candeeiros. 🙂

 

euromilhoes 10 setembro

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2013/09/escolham/

Em Várias Frentes

Quer no número de visitas quer no número de páginas vistas.

E numa contabilização estatística que já não considera a lista de colocações de 30 de Agosto e ainda não saiu a reserva de recrutamento 1.

Obrigado.

 

blogometro 10-09-2013

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2013/09/em-varias-frentes/

Milhares de Professores à Espera de Saber da Contratação

Reportagem da RTP com vídeo no link.

Milhares de professores à espera de saber da contratação

Sérgio Vicente/Jaime Guilherme/Vanessa Brízido        09 Set, 2013, 20:23

Milhares de professores estão à espera de saber se vão ou não ser contratados pelo Ministério da Educação. A contratação costuma ocorrer logo a 1 de setembro, mas este ano, e a menos de uma semana do início das aulas, há várias escolas que ainda esperam pela chegada destes docentes. A RTP acompanhou a ansiedade de uma professora que é contratada há 17 anos e que, este ano, ainda não sabe qual vai ser o seu futuro.

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2013/09/milhares-de-professores-a-espera-de-saber-da-contratacao/

Blogosfera – Incluso

Deixo parte do post do João Adelino Santos que deve retratar um pouco o que se passa no grupo 910 na validação de horários por parte da DGEstE para este grupo de recrutamento.

 

A educação especial no seu esplendor

 

 

Ontem, já tarde, fui informado pela direção do agrupamento que a Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares, Direção de Serviços da Região Centro, não tinha validado o pedido de três docentes de educação especial, reforçando que o agrupamento só poderia contar com os três professores do quadro. O agrupamento, nos últimos quatro anos letivos, contou com seis (6) docentes de educação especial do grupo de recrutamento 910. O número de alunos com necessidades educativas especiais previstos para o próximo ano letivo é de quarenta e cinco (45), estando na média dos últimos anos, com a seguinte distribuição: quatro (4) na educação pré-escolar; seis (6) no 1.º ciclo do ensino básico; sete (7) no 2.º ciclo do ensino básico; vinte (20) no 3.º ciclo do ensino básico; oito (8) no ensino secundário.

Estes alunos frequentam seis (6) estruturas educativas dispersas geograficamente pelo concelho: uma escola secundária com 9.º ano de escolaridade; uma escola básica com 2.º e 3.º ciclos do ensino básico; duas escolas com pré-escolar e 1.º ciclo do ensino básico; duas escolas do 1.º ciclo do ensino básico. Dez (10) alunos beneficiam da medida educativa de currículo específico individual, encontrando-se a frequentar turmas do 3.º ciclo do ensino básico e do ensino secundário.

 

Em conclusão, estamos perante uma inclusão exclusiva, no verdadeiro sentido de excluir!

 

Nota: No agrupamento vizinho, dos seis (6) horários requeridos para a educação especial foram atribuídos 2 (dois).

Existem mais situações semelhantes a estas?

 

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2013/09/blogosfera-incluso-2/

O Estudo da DGEEC sobre as Previsões do Número de Alunos até 2017

Com os números principais apresentados neste post.

Segundo o estudo no 1.º Ciclo do Ensino Básico (CEB) prevê-se o decréscimo no número de alunos em todos os anos de escolaridade (quadro 1 e figura 1), no entanto não compreendo como no ano 2017/2018 o quadro apresenta um acréscimo do número de alunos no 4º ano em relação ao ano anterior e que é quase superior em 3000 no número de alunos que entram no 1º ano em 2014/2015.

Estará previsto um exame mais rigoroso no ano 2016/2017?

 

Quem quiser ler o estudo pode clicar no link seguinte.

 

Modelo de previsão do número de alunos em Portugal – impacto do alargamento da escolaridade obrigatória

 

1º ciclo 2º ciclo 3º ciclo secundario secundario outras

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2013/09/o-estudo-da-dgeec-sobre-as-previsoes-do-numero-de-alunos-ate-2017/

Pela Grécia

Professores gregos preparam greve em protesto contra mobilidade e layoff

 

 

Os professores gregos vão realizar uma série de greves de cinco dias, a partir da próxima segunda-feira, para protestar contra as transferências e layoff exigidos pelos credores internacionais de Atenas.

O protesto, anunciado na noite de segunda-feira, surge numa altura em que as escolas de todo o país abriram para o arranque do novo ano letivo, depois das férias de verão.

O Ministério da Educação grego planeia recolocar cerca de 3.500 professores do ensino secundário de disciplinas designadas como não prioritárias (línguas estrangeiras, arte, música, teatro e tecnologias de informação) em escolas primárias ou em posições administrativas.

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2013/09/pela-grecia/

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores: