8 de Junho de 2021 archive

Da vagueza do plano, o Tiago diz…

… que vai sobrar para os mesmos de sempre, uma vez que não percebe nada disto e pago-nos mal para colaborarmos com estas fantochadas.

Confiamos nas escolas e por nelas confiarmos fizemos as escolhas que fizemos.

Escolhemos a autonomia educativa, o cuidar da transição entre ciclos e o equilíbrio das diferentes componentes do bem-estar dos nossos alunos.

Ouvir, pensar, decidir, implementar e avaliar. Estas são as fases da decisão política, todos concordaremos. O que decide, porém, a sua qualidade é o seu grau de participação, de envolvimento, de auscultação e de acompanhamento.

Criamos, com este plano participado, e criaremos com a sua implementação colaborativa, um espaço e tempo ampliados e fortalecidos para apoiar, com base na maior flexibilidade e intensidade, os anos de escolaridade mais afetados pela pandemia.

Os professores nunca necessitaram que o ME desenhasse um plano de recuperação de aprendizagens, não é agora que vão necessitar.

Este Plano, na minha opinião, tem muitos objetivos, mas a recuperação das aprendizagens está lá bem no fundo da lista…

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2021/06/da-vagueza-do-plano-o-tiago-diz/

Passaram 4 anos sobre o reconhecimento por parte de A. Costa, e nada ainda fez além disso…

Há 4 anos António Costa reconhecia, em plena Assembleia da República, a discriminação dos monodocentes. 4 anos passaram e, António Costa, nada fez, nada resolveu, nada propôs e nunca mais falou sobre o assunto. Mais uma vez se constata que foi conversa para “boi dormir”.

“…relativamente à idade de reforma, como sabe, aquilo que é entendimento pacífico é que não deve haver alterações nessa idade, deve haver sim, uma alteração e criar condições, para que possa haver um conteúdo funcional distinto, em particular, relativamente àquelas situações onde há efetivamente discriminação, que tem a ver com situações de monodocência que não beneficiam de redução de horário.”

António Costa (Primeiro ministro de Portugal)

 
 

 

 

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2021/06/passaram-4-anos-sobre-o-reconhecimento-por-parte-de-a-costa-e-nada-ainda-fez-alem-disso/

Alunas suspensas no caso do aluno atropelado

Escola suspende agressora e mais duas envolvidas no vídeo do jovem atropelado

A Escola Básica Dr. António Augusto Louro, no Seixal, suspendeu três alunas devido ao caso de bullying que foi divulgado através de um vídeo nas redes sociais.

Como resultado do processo disciplinar instaurado a seguir ao atropelamento de um jovem desta escola, a partir desta quarta-feira, a agressora que se vê no vídeo não poderá ir à escola durante 12 dias.

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2021/06/alunas-suspensas-no-caso-do-aluno-atropelado/

Palavrório em cascata…..ou LTI (a linguagem das trapalhadas impostas) ….. Luís S. Braga

 

Palavras ocas e esvaziadas que já não consigo aturar:

“partilha” pela boca dos que não veem a imoralidade das quotas ou vagas e não sabem do livro que fala da justiça como equidade e acham que o “véu da ignorância” é o propósito de educar,
“colaborativo” pela boca dos que trabalham pouco ou nada,
“excelência” pela boca de medíocres que usam a palavra como joia decorativa ou camuflagem, “inclusão” pela boca dos que a confundem com redução à ignorância e apatia,
“autonomia” pela boca dos que querem impor as regras que não debatem,
“cidadania” na boca de quem não sabe coisas simples, como o que diz o artigo 9º do código civil ou acha que portaria é lei,
“flexibilidade” pela boca dos que se baralham e confundem a escola com divertimento simples e fútil.

Pior que todas, as compostas, socio-afetivo, pedagógico-qualquer coisa ou cognitivo-balela, refúgio da vacuidade em floreados e arabescos.

A educação é uma atividade real e operativa.

Não uma guerra de papéis ou uma salada de palavras. E ter um linguista a mandar não ajuda, só piora. MUITO.
Só Orwell ou Klemperer para entender a linguagem atual da escola portuguesa.

 

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2021/06/palavrorio-em-cascata-ou-lti-a-linguagem-das-trapalhadas-impostas-luis-s-braga/

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores: